Por Em Em 29 maio, 2017

Como dar aulas online: tudo que você precisa saber para começar um negócio EAD

Você com certeza já deve ter escutado alguém falar que está cursando faculdade à distância (o famoso EAD) ou que anda recorrendo a aulas online como forma de reforço, não é mesmo? Esse movimento de ensino na web é um mercado que vem crescendo, se fortalecendo e evoluindo no país, abrangendo uma rede de conteúdos cada vez mais diverso e, portanto, fazendo cada vez mais professores procurarem saber como dar aulas online.

Esse crescimento de mercado, na verdade, pode ser facilmente explicado por alguns pontos.

O primeiro deles é o investimento. Nesse modelo, um professor pode gravar seu conteúdo em casa e, com isso, economiza em aspectos como deslocamento, alimentação e locação de equipamento e estúdio. Com isso, as aulas conseguem ser gravadas com um orçamento mais baixo e, portanto, podem ser disponibilizadas por um valor igualmente menor. Sendo assim, um curso online demanda um baixo custo tanto para quem o produz, quanto para quem o consome, quando comparado ao investimento necessário para um ensino tradicional.

Outro ponto que justifica a expansão da aula online é a lógica da própria internet. Quando você tem dúvida sobre algum tópico ou assunto, a rede online é o primeiro lugar ao qual você recorre para obter a resposta, não é mesmo? Com isso, a internet tornou possível aos professores uma maior facilidade de se conectar com um público, inclusive, muito mais amplo do que o que conseguiria em uma sala de aula.

Por fim, outra característica que reflete na preferência pelo ensino a distância é seu formato, que permite uma maior liberdade de conteúdos. Ao ter seu próprio programa e planejamento, você pode tratar, nas aulas, assuntos que não são abordados nas grades escolares, por exemplo, conseguindo aprofundar mais em determinadas matérias.

Portanto, se você domina um conteúdo, o EAD pode ser a solução para o seu projeto. Mas, se você ainda não sabe como dar aulas online, a gente está aqui para ajudar!

Vamos passar pelos pontos básicos que você precisa pensar na hora de esquematizar seu ensino a distância.

E, para te ajudar ainda mais, vale a pena dar uma olhada neste Guia de como criar, distribuir e divulgar cursos online. Nele você encontrará o passo a passo desse processo.

Entenda seu público

O primeiro passo para quem quer dar aulas online é conhecer seu público.

Se você já lecionou em salas de aula, sabe a importância de se comunicar na mesma língua que seus alunos – não se adequar à sua realidade pode dificultar (e muito) o processo de aprendizado.

Portanto, estude sua audiência antes de começar. Assim você vai ter muito mais facilidade na hora de pensar referências, exemplos e assuntos que podem ser levantados durante a vídeo-aula e, eles, muito mais facilidade em fixar o que é ensinado ali.

Além disso, entender o perfil de quem te assiste vai te ajudar a saber as principais dores do seu público. Com essa informação você vai ter um melhor controle sobre o que deve ser lecionado ou os pontos onde deve dar mais profundidade durante a matéria.

Planeje seu conteúdo

Consumir conteúdos online, na verdade, pode ser uma tarefa pesada. Ao contrário do dinâmica da sala de aula, onde existe uma interação  maior entre alunos e professor, assistir aulas online é uma atividade, na maioria das vezes, feita sozinha e sem pausas – e, por isso, pode acabar sendo um processo massante.

Mas é exatamente aí que um bom professor entra! É possível otimizar sua forma de dar aulas pensando no formato online.

Seja leve

Pensar em um roteiro leve é imprescindível na hora de pensar como dar aulas online. Sua fala, por exemplo, não precisa ser rebuscada demais, como quem discursa em uma conferência – muito pelo contrário: pense na sua aula como uma conversa e tente se expressar do modo mais natural o possível.

Além disso, interaja com quem assiste. Faça perguntas, piadinhas e dê exemplos mais divertidos – assim as pessoas vão ter mais interesse em continuar prestando atenção no que você diz.

Segmente seu conteúdo

Lembra que a gente falou que a falta de interação proporcionada pelas aulas online pode tornar o conteúdo pesado? Fragmentar a matéria em diferentes vídeos é uma das melhores soluções para esse problema.

Se você é um professor de física e vai preparar aulas sobre as Leis de Newton, por exemplo, ao invés de ensinar todas elas em um único vídeo, você pode gravar cada lei separadamente.

Essa segmentação do conteúdo ajuda (e muito) a compreensão dos seus alunos, pois eles não precisam absorver o conteúdo de uma só vez, tendo a possibilidade de dar pausas entre um vídeo e outro para fazer exercícios de fixação ou, até mesmo, descansar.

Essa divisão deve ser feita de forma estratégica, claro – de nada adianta parar no meio de uma linha de raciocínio, não é mesmo? Por isso, pense em uma fragmentação que não quebra o conteúdo, mas sim, o organiza em pontos de importantância e complementaridade.

Uma boa estratégia, inclusive, é induzir sua audiência a outros vídeos. Voltando ao exemplo do professor de física, durante o vídeo da primeira lei você pode chamar seu público aos outros – “as outras duas leis vieram mais tarde, assim como vamos tratar no próximo vídeo”. Da mesma forma, durante os outros conteúdos, você pode relembrar a audiência de vídeos anteriores – “assim como explicamos no primeiro vídeo”. Isso mantém seu público interessado a consumir não apenas um de seus vídeos, mas todo um conteúdo.

Proponha atividades e disponibilize conteúdos extra

Não é só porque você não tem alunos presenciais que pode deixar as tarefas de fixação de lado.

Uma das características que podem diferenciar seu conteúdo de outros é a disponibilização de materiais extras sobre o que está sendo lecionado. Proponha listas, provas online, ebooks e pdf sobre o material, por exemplo – assim você garante que seus alunos tenham arquivos de base e testes para estudar e se aprofundar ainda mais naquele determinado assunto. Uma dica é que, ao fim de cada vídeo de uma mesma matéria, você inclua uma atividade rápida e, ao final do conjunto de vídeos, uma prova que relacione o conteúdo ensinado em cada um deles.

Você pode indicar, também, filmes, livros e artigos acadêmicos como material extra. Pense em conteúdos que vão complementar o ensino daquele assunto, permitindo que seu aluno se aprenda de forma mais lúdica.

Para ir além, ainda, você pode se propor a fazer transmissões ao vivo para corrigir os exercícios e comentar os materiais extras. Assim você tem a chance de ter um diálogo mais direto com seus alunos e tirar dúvidas que ainda restarem.

E se você quer entender melhor como pode fazer suas transmissões ao vivo com alta qualidade, vale a pena dar uma olhada em nosso Guia especial sobre o assunto!

transmissão ao vivo como fazer

Mantenha-se atualizado sempre

A internet é uma ferramenta poderosa de pesquisa, portanto é de extrema importância que você mantenha seu conteúdo sempre atualizado se quer garantir sua autoridade naquele assunto.

Por isso, além de ficar sempre de olho no que está acontecendo no mundo e, principalmente, no seu campo de atuação, para criar conteúdos os mais contemporâneos o possível, não deixe os materiais mais antigos de lado – sempre que necessário atualize o que você já tem.

Assim como já explicamos, o universo EAD te dá a oportunidade de extrapolar a grade escolar, portanto, aproveite também o que anda bombando no mundo web para criar novos vídeos.

Tenha os equipamentos certos

Roteiro pronto, vídeos esquematizados e calendário de gravação montado. Tudo pronto, certo? Na verdade, não. Uma das partes mais importantes na hora de se pensar como dar aulas online é se cercar dos melhores equipamentos para gravar seus conteúdos.

Imagine que você tem que dar aula em sala e perde a voz – seria extremamente difícil que seu alunos entendessem a matéria, não é mesmo? É exatamente essa a sensação que gravar vídeos com a qualidade ruim passa. A verdade é que de nada adianta ser autoridade em um assunto se você não consegue transmiti-lo de maneira clara para seu público. Por isso, é extremamente importante que você preze pelos equipamentos de gravação.

Os passos básicos de quem quer ter um vídeo com qualidade profissional é investir em uma boa câmera, um bom microfone e em aparelhos de iluminação. Com essa tríade você consegue facilmente elevar seu conteúdo a um nível de produção muito maior e, assim, se afirmar, com mais convicção, como autoridade naquele ramo.

Como dar aulas online e ganhar dinheiro

Hoje, a melhor maneira de transformar suas aulas online em uma fonte de renda é criando um canal de vídeos profissional.

Com o seu canal, você não precisa se preocupar em depender de anúncios para conseguir lucrar com seu conteúdo, pois pode vender o que produz por meio de um modelo de assinatura ou modelo transacional, por exemplo.

Se você produz uma quantidade alta e frequente de vídeos, você pode criar seu próprio Netflix de nicho, oferecendo conteúdos ilimitados aos seus assinantes em troca de um pagamento mensal.

Já no modelo transacional, você pode optar por criar conteúdos que podem ser vendidos separadamente, oferecendo pacotes específicos de vídeos aos consumidores. Assim você consegue gerar renda mesmo sem uma produção constante de novos conteúdos.

Para todas essas soluções de canais de vídeo, a Samba Tech criou a plataforma Samba Play! Com ela você pode criar seu canal personalizado sem se preocupar com a parte jurídica ou em ter que contratar designers para o seu projeto, por exemplo – a nossa equipe cuida de todos os detalhes e, você, foca no conteúdo!

Para conhecer melhor os recursos do Samba Play, você pode fazer um tour pela plataforma clicando aqui!


Criar seu canal de vídeos ao investir em EAD pode revolucionar o seu negócio, e muitos dos nossos clientes já aprovaram essa receita!

E agora que você já sabe como dar aulas online e entendeu a importância de ter bons equipamentos na hora de gravá-las, é hora de aprender mais sobre como montar seu home studio – assim você consegue gravar vídeos de excelência diretamente de casa! É só clicar na imagem para baixar o material especial que separamos para te ajudar a montar seu estúdio de gravações.

como dar aulas online com estudio de gravação

Contribua com este post nos comentários

Assine e receba todas as novidades sobre vídeos online em seu email.