Por Em Em 8 setembro, 2017

Como dar aulas online: tudo que você precisa saber para começar um negócio EAD

Você já deve ter ouvido falar em EAD, certo? Cursos de educação a distância (EAD) são parte de um mercado em intensa expansão atualmente. Saber como dar aulas online se tornou uma competência importante no mercado, e cada vez mais pessoas estão procurando por um professor online capacitado nos assuntos mais diversos.

Esse crescimento não é por acaso. Segundo pesquisas, mais da metade da população brasileira tem acesso e utiliza a internet. Isso totaliza em mais de 100 milhões de pessoas conectadas à rede. Com isso, há um constante movimento de democratização do conhecimento e, claro, um ótimo mercado digital pronto para ser explorado!

Esse movimento não é por acaso. Vários são os motivos que fazem da internet um terreno fértil para a criação de cursos online. O primeiro deles é o investimento. Para aulas online, um professor pode gravar seu conteúdo em casa e, com isso, economiza em aspectos como deslocamento, alimentação e locação de equipamento e estúdio. Uma ótima vantagem é a possibilidade de gravar aulas com baixo orçamento, consequentemente, elas podem ser disponibilizadas por um valor também mais baixo. Sendo assim, comparado ao investimento necessário para um ensino tradicional, um curso online demanda baixo custo para quem o produz e pode custar pouco para quem o consome.

Outro ponto que justifica a expansão da aula online é a lógica da própria internet. Quando você tem dúvida sobre algum tópico ou assunto, a rede online pode ser o primeiro lugar ao qual você recorre para obter a resposta, certo? Por isso, a internet tornou possível a conexão direta entre pessoas que possuem conhecimento em uma determinada área com aqueles que procuram aprender sobre ela. Isso por si só já explica a procura crescente por um professor online.

Por fim, o ensino a distância permite uma maior liberdade de conteúdo. Ao ter seu próprio programa e planejamento, você pode tratar, nas aulas, assuntos que não são abordados nas grades de ensino tradicional. Por exemplo, você pode fazer um curso para aprender um pouco mais sobre astrologia ou sobre o mercado imobiliário. As possibilidades são infinitas!

Portanto, se você domina um conteúdo, o EAD pode ser a solução para o seu projeto. Mas, se você ainda não sabe como começar, nós te ajudamos. Vamos passar pelos pontos básicos que você precisa pensar na hora de esquematizar seu ensino a distância e aprender como dar aulas online.

E, para te ajudar ainda mais, vale a pena dar uma olhada neste Guia de como criar, distribuir e divulgar cursos online. Nele você encontrará o passo a passo desse processo.

como produzir e divulgar vídeos para dar aulas online

Entenda seu público

O primeiro passo para quem quer ser um professor online é conhecer bem seu público. Se você já lecionou em salas de aula, sabe a importância de se comunicar na mesma língua que os alunos. Não se adequar à realidade e contexto deles pode dificultar (e muito) o processo de aprendizado.

Por isso é tão importante estudar e entender sua audiência antes de começar. Dessa forma você vai ter muito mais facilidade na hora de pensar em referências, exemplos e assuntos que podem ser levantados durante a vídeo-aula. Ao mesmo tempo, os alunos vão lembrar do que foi ensinado com muito mais facilidade. Uma aula com uma excelente retenção de conteúdo é uma aula bem sucedida!

Além disso, entender o perfil de quem te assiste vai te ajudar a saber as principais dores do seu público. Com essa informação você vai ter um melhor controle sobre o que deve ser lecionado ou os pontos nos quais deve dar mais profundidade durante a matéria.

Se tornando um professor online

Antes de começar, faça a seguinte pergunta: Ao final do curso, o que eu quero que meus alunos tenham aprendido? Este vai ser o seu norte daqui para frente. Tudo que você estiver prestes a planejar deve sempre voltar a essa pergunta.

Consumir conteúdo online pode ser uma tarefa pesada. Ao contrário do dinâmica da sala de aula, na qual existe uma interação maior entre alunos e professor, assistir aulas online é uma atividade, na maioria das vezes, feita sozinha e sem pausas. Exatamente por isso uma aula online corre o risco de ser cansativa e maçante. É exatamente aí que um bom professor entra! O ideal é repensar o formato da sua aula mantendo sempre em mente o fato de ser online. Confira aqui algumas dicas que você pode seguir para esquematizar seu curso e montar seu conteúdo:

Prepare um curso coeso e compreensivo

Sempre mantenha em mente que dar aulas online é uma atividade muito diferente das aulas presenciais. Como não há como você parar uma explicação, retornar, tirar uma dúvida e depois continuar na linha de raciocínio sem problemas, você deve sempre ser muito claro. Procure disponibilizar já de imediato qual será o plano de ensino e quais assuntos serão abordados, já para despertar o interesse dos alunos. Além do interesse, o cronograma auxiliará a organização e o estudo de quem está fazendo seu curso online.

Pense na ordem cronológica das aulas. Isto tem tudo a ver com a facilidade de entendimento do seu curso. As aulas deve respeitar uma sequência lógica para que o aprendizado venha com fluidez.

Dica: Quando você tiver terminado de esquematizar o curso, peça um amigo ou uma amiga para navegar pelas aulas como se fossem alunos. Peça para que eles avaliem a progressão das aulas e do conteúdo e veja onde você pode melhorar!

Seja Conciso

Sabe aquela informação que é super legal saber mas não é assim tão ligado ao seu assunto? Em uma sala de aula presencial é mais do que normal ser passada, porém, o professor online deve evitar ao máximo. Tente focar no assunto para não fazer com que os alunos dispersem e ache seu conteúdo desinteressante. Além disso, sejamos sinceros, vídeos extremamente longos já desanimam antes de começar a assistir, né?

“Enxugue” o conteúdo ao máximo. Para aulas online, tente focar no que é realmente relevante!

Segmente seu conteúdo

Lembra que a gente falou que a falta de interação proporcionada pelas aulas online pode tornar o conteúdo pesado? Fragmentar a matéria em diferentes vídeos é uma das melhores soluções para esse problema.

Se você é um professor de física e vai preparar aulas sobre as Leis de Newton, por exemplo, em vez de ensinar todas elas em um único vídeo, você pode gravar cada lei separadamente.

Essa segmentação do conteúdo ajuda (e muito) a compreensão dos seus alunos, pois eles não precisam absorver o conteúdo de uma só vez, tendo a possibilidade de dar pausas entre um vídeo e outro para fazer exercícios de fixação ou, até mesmo, descansar.

Essa divisão deve ser feita de forma estratégica, claro – de nada adianta parar no meio de uma linha de raciocínio. Por isso, pense em uma fragmentação que não quebre o conteúdo, mas o organiza em pontos de importantância e complementaridade.

Uma boa estratégia, inclusive, é induzir sua audiência a outros vídeos. Voltando ao exemplo do professor de física, durante o vídeo da primeira lei você pode chamar seu público aos outros – “as outras duas leis vieram mais tarde, assim como vamos tratar no próximo vídeo”. Da mesma forma, durante os outros conteúdos, você pode relembrar a audiência de vídeos anteriores – “assim como explicamos no primeiro vídeo”. Isso mantém seu público interessado a consumir não apenas um de seus vídeos, mas todo um conteúdo.

Seja leve

Assim como em uma sala de aula presencial, o professor online deve pensar constantemente em prender a atenção dos alunos. Especialmente em um formato de ensino no qual o aluno pode simplesmente fechar uma janela e desistir, certo?

Por isso, pensar em um roteiro leve é imprescindível na hora de pensar como dar aulas online. Sua fala, por exemplo, não precisa ser rebuscada demais, como quem discursa em uma conferência – muito pelo contrário: pense na sua aula como uma conversa e tente se expressar do modo mais natural possível.

Além disso, interaja com quem assiste. Faça perguntas, piadinhas e dê exemplos divertidos – assim, as pessoas vão ter mais interesse em continuar prestando atenção no que você diz.

E para fazer isso, um bom roteiro é essencial. Baixe gratuitamente nosso kit para produzir roteiros de sucesso – clicando aqui ou na imagem abaixo – e deixe suas aulas mais atrativas e organizadas!

fazer roteiro para dar aulas online

Proponha atividades e disponibilize conteúdos extra

Não é só porque você não tem alunos presenciais que deve deixar as tarefas de fixação de lado.

Uma das características que podem diferenciar seu conteúdo de outros é a disponibilização de materiais extras sobre o que está sendo lecionado. Proponha listas, provas online, ebooks e pdf sobre o material, assim você garante que seus alunos tenham recursos para estudar e se aprofundar ainda mais naquele determinado assunto. Uma dica é que, ao fim de cada vídeo de uma mesma matéria, você inclua uma atividade rápida e, ao final do conjunto de vídeos, uma prova que relacione o conteúdo ensinado em cada um deles.

Você também pode indicar filmes, livros e artigos acadêmicos como material extra. Pense em conteúdos que vão complementar o ensino daquele assunto, permitindo que os alunos aprendam de forma mais lúdica.

Para ir além, ainda, você pode se propor a fazer transmissões ao vivo para corrigir os exercícios e comentar os materiais extras. Assim você tem a chance de ter um diálogo mais direto com seus alunos e tirar dúvidas que ainda restarem.

E se você quer aprender mais sobre transmissões ao vivo, baixe aqui nosso guia completo!

Crie um blog!

Se o aluno está realmente interessado, traz discussões extremamente ricas para a sala de aula. Como fazer isso em um ambiente de ensino online? Crie um blog colaborativo do curso!

O formato fórum/blog é muito comumente utilizado para cursos online por trazer uma interação muito boa entre alunos e professor. Ser professor online significa que você precisa inovar cada vez mais. Nos vídeos, instigue discussões pertinentes e encoraje os alunos a postarem suas impressões no blog.

O blog pode também funcionar com uma ótima ferramenta de feedback! Você pode sanar dúvidas e pegar opinião a respeito de melhorias que pode fazer em conteúdos futuros. Garanto que vai ficar muito mais fácil esquematizar novos vídeos e pensar em novos assuntos que você pode abordar para sempre manter seu curso atualizado.

Mantenha-se atualizado sempre

A internet é uma ferramenta poderosa de pesquisa, por isso, é de extrema importância que você mantenha seu conteúdo sempre atualizado. Além de ficar de olho no que está acontecendo no mundo veja sempre o que de novo está acontecendo em seu campo de atuação. Mas não se preocupe, para criar conteúdos novos, não deixe os materiais mais antigos de lado – sempre que necessário atualize o que você já tem.

Assim como já explicamos, o universo EAD te dá a oportunidade de extrapolar a grade escolar, portanto, aproveite também o que anda bombando no mundo web para criar novos vídeos.

Tenha os equipamentos certos

Roteiro pronto, vídeos esquematizados e calendário de gravação montado. Tudo pronto, certo? Quase! Uma das partes mais importantes na hora de se pensar como dar aulas online é se cercar dos melhores equipamentos para gravar seus conteúdos.

Imagine que você tem uma aula presencial para lecionar e perde a voz – seria extremamente difícil que seu alunos entendessem a matéria sem ouvirem direito, certo? É exatamente esta a sensação que gravar vídeos com a qualidade ruim passa. A verdade é que de nada adianta ser autoridade em um assunto se você não consegue transmiti-lo de maneira clara para seu público. Por isso, é extremamente importante que você preze pelos equipamentos de gravação.

Os passos básicos de quem quer ter um vídeo com qualidade profissional é investir em uma boa câmera, um bom microfone e em aparelhos de iluminação. Com essa tríade você consegue facilmente elevar seu conteúdo a um nível de produção muito maior e produzir conteúdo de ótima qualidade.

Como dar aulas online e ganhar dinheiro

Hoje, a melhor maneira de transformar suas aulas online em uma fonte de renda é criando um canal de vídeos profissional.

Com o seu canal, você não precisa se preocupar em depender de anúncios para conseguir lucrar com seu conteúdo, pois pode vender o que produz por meio de um modelo de assinatura ou modelo transacional, por exemplo.

Se você produz uma quantidade alta e frequente de vídeos, você pode criar seu próprio Netflix de nicho, oferecendo conteúdos ilimitados aos seus assinantes em troca de um pagamento mensal.

Já no modelo transacional, você pode optar por criar conteúdos que podem ser vendidos separadamente, oferecendo pacotes específicos de vídeos aos consumidores. Assim você consegue gerar renda mesmo sem uma produção constante de novos conteúdos.

Para todas essas soluções de canais de vídeo, a Samba Tech criou a plataforma Samba Play! Com ela, você pode criar seu canal personalizado sem se preocupar com a parte jurídica ou contratação de designers para o seu projeto – a nossa equipe cuida de todos os detalhes e você foca no conteúdo!

Para conhecer melhor os recursos do Samba Play, você pode fazer um tour pela plataforma clicando aqui!


Criar seu canal de vídeos ao investir em EAD pode revolucionar o seu negócio, e muitos dos nossos clientes já aprovaram essa receita!

Agora que você já está pronto para o pontapé inicial do seu curso online, que tal aprender como ganhar dinheiro com ele? Baixe aqui o nosso guia definitivo para ganhar dinheiro com aulas online e escalar seu negócio através dos vídeos!

aulas online para coaching

Contribua com este post nos comentários

Assine e receba todas as novidades sobre vídeos online em seu email.