Dicas para compreender melhor seus clientes Millennials

Por Em , Em outubro 17, 2016

“Ser millennial não é uma moda ou um estilo de vida. Entenda seus clientes millennials e tenha mais sucesso com seu negócio.”

millenials_imagem-topo-1

Alguns dias atrás eu encontrei um artigo sobre “Os mandamentos da casa se você é um millennial”. Comecei a ler com prazer, mas quando eu percebi do que se tratava, acabei um pouco ofendido. Parece que quem escreveu este texto não sabia a diferença entre um millennial, um esnobe e um “hipster”. Então, com a missão de salvar o mundo de uma terrível confusão (!), eu resolvi vir escrever aqui no blog de Samba para esclarecer este terrível mal-entendido.

Como um digno representante de toda esta geração, tenho que colocar alguma ordem nessa situação, já que os termos “millennials” ou “geração Y” estão sendo utilizados como se fossem um elemento para qualquer receita e qualquer situação. Pessoalmente, tenho me sentido bastante incomodado, ainda que compreenda bem que estes são os novos públicos que todo mundo quer entender e conquistar.

Vamos lá. A primeira coisa que alguém deve saber é que, ser millennial não é uma moda, nem um estilo de vida. Esse é simplesmente um termo que usamos para definir uma geração. Ou seja, eu posso não ser “hipster” e ainda ser um millennial. Eu posso estar na moda (ou não) e ser um millennial.

Um dos fatores mais importantes para definir alguém como integrante de uma geração, é o momento em que ela nasceu (no caso dos millennials, entre 1980 e 2000) e o seu comportamento, o que os torna comum apesar das suas diferenças. Claro que dentro da mesma geração existem diferentes tipos de modas, tendências e segmentos, que irão variar de acordo com o idioma, país, raça, crenças, hábitos e outros.

Uma geração será afetado por modas e estilos de vida, mas, além disso, são as tendências e comportamentos comuns que vão distinguir uma geração. Por exemplo, no caso da geração Y, um traço bastante característico é a conexão constante com o mundo digital.

Se você trabalha com marketing ou tem um produto ou serviço voltado para um público entre 17 e 35 anos, você tem a enorme responsabilidade de entender como ele se comporta e quais são seus interesses, a fim de capturar o maior número de clientes possível e mantê-los com a boa qualidade daquilo que você oferece.

O blog que publicou o artigo sobre os millennials e seus mandamentos em casa perdeu um leitor, porque para mim ficou bastante claro que eles não entendem nada do que minha geração representa e sabem muito pouco sobre as necessidades que podemos ter em termos de utensílios domésticos e conteúdo (e também porque sou rancoroso).

Então, se você tem uma marca, produto ou empresa que atende o público millennial e não quer passar por uma situação como essa, é importante seguir as dicas a seguir:

01. Ouça

Estudar o mercado é importante, mas não fique apenas com as informações que você encontrar no Google. Elas podem te fazer ter uma ideia errada de seu público e os objetivos dele, caso não tenham sido criadas corretamente. Realize pesquisas constantemente utilizando suas redes sociais, e-mail e também seu estabelecimento comercial. Não tenha medo de abrir a famosa caixinha de sugestões!

02. Dê soluções para seus clientes millennials

De nada adianta “ouvir” seus clientes se você não levar em conta aquilo que eles lhe disseram. Encare as críticas como uma oportunidade para melhorar o produto ou serviço que você oferece e se esforce para isso. Todos vão te agradecer por isso.

Dizem por aí que as queixas e sugestões de seus clientes são os estudos de mercado mais baratos que existem. Então aproveite isso!

03. Personalize

Acredite em mim: nenhum millennial é igual ao outro e eles te agradecerão se você tratá-los de forma especial. Se você pode personalizar os produtos e serviços que você oferece, terá maior sucesso com esse público, que aprecia o reconhecimento e a diferenciação.

04. Torne as coisas super fáceis

Torne a experiência de compra e uso de seus produtos e serviços algo simples e agradável. Essa é uma recomendação que será útil não só para os millennials, mas para todas as outras gerações.

05. Não se esqueça do digital

Encontre maneiras pelas quais sua empresa possa trabalhar e se posicionar digitalmente da mesma forma que ela faz no mundo físico. Use plataformas eficientes e sempre preste atenção à interface e a experiência que você está oferecendo ao usuário.


Obrigado pela leitura! Espero que você tenha gostado texto. Tem mais alguma dica eficiente que você usa para atender apropriadamente o público millennial? Compartilhe com a gente nos comentários!

Abraços.

assinatura-01-2

/Comentários