Por Em , , Em 2 janeiro, 2017

Home studio de vídeos: os equipamentos para montar e fazer vídeos

Você quer fazer vídeos e colocá-los na internet. Então é só pegar uma câmera e meter a mão na massa, certo? Bem… se você quiser ter um negócio usando vídeos, ampliar sua audiência, oferecer conteúdo relevante e de qualidade e até mesmo ganhar dinheiro com a venda de cursos e conteúdos na internet, talvez, talvez só isso não seja suficiente. E um home studio pode te salvar.

Hoje com tanto conteúdo disponível na internet de forma gratuita, para conseguir destaque e relevância, você precisa oferecer materiais em vídeo que sejam raros, únicos, valiosos e que tenham alta qualidade técnica.

O conteúdo ainda é rei, mas para que ele seja entregue e assimilado de forma bem sucedida, você precisa sim se preocupar com outras questões na hora de fazer um vídeo. Afinal, de nada adianta você ter um excelente conteúdo se a audiência não consegue compreendê-lo por falhas no áudio, imagem ruim ou uma montagem mal feita.   

Se houver estrutura e verba para isso, é bem importante que você conte com profissionais competentes para a produção do vídeo e com uma estrutura profissional de gravação para a produção dos materiais. Porém, mesmo em produções e projetos que precisam funcionar com baixo orçamento, ou estão em suas fases iniciais, é possível ter uma estrutura adequada de gravação que permitirá a realização de filmes tão bons quanto os profissionais.

Criar um home studio é uma das soluções mais adequadas nesses casos e vai ajudar não só a economizar dinheiro com a produção, mas também a deixar todos os processos menos burocráticos e mais dinâmicos na hora de gravar seus vídeos.

Está pensando em montar o seu próprio home studio ou quer economizar dispensando a produtora sem perder em qualidade? Então esse conteúdo vai te ajudar bastante. Aqui, além de listar os equipamentos básicos que você vai precisar para criar seu estúdio de gravação caseiro, nós pontuamos algumas das vantagens de ter esse tipo de estrutura.

Veja abaixo tudo que você vai ler nesse conteúdo e fique a vontade para ler por inteiro ou navegar por partes específicas, clicando no índice.

Por que você deveria investir em um estúdio de vídeos?

Como montar um estúdio de gravação caseiro para fazer vídeos 

01. Encontre um local adequado e invista no cenário

02. Tenha uma boa câmera para fazer vídeos

03. Escolha um microfone – ou mais

04. Invista em Iluminação

05. Tenha uma ilha de edição

06. Tenha um tripé

[Bônus] Divulgação

Conclusão
Antes de começar, você também pode baixar nosso Guia e aprender o básico para montar sua própria Web TV.


Por que você deveria investir em um home studio de vídeos?

Ter um lugar reservado para a gravação dos seus vídeos é um grande diferencial na hora de produzir os conteúdos e vai ajudar a garantir mais qualidade para qualquer tipo de material audiovisual. Além de facilitar o controle de questões técnicas como som e iluminação, ter um home studio vai deixar toda a sua produção de conteúdo mais dinâmica e evitar que você gaste mais tempo e esforço do que é realmente necessário em uma produção.

Os quatro pontos a seguir resumem brevemente o porquê você deveria investir em um estúdio de gravação caseiro.

Um estúdio ajuda a evitar imprevistos

Se você precisa gravar um vídeo na sua casa ou na empresa e não possui um home studio, provavelmente vai precisar contar com a sorte para encontrar um local adequado para a filmagem.

Afinal, em ambientes comuns é extremamente difícil controlar fatores como a circulação de pessoas, os ruídos do ambiente, e até mesmo encontrar um canto que tenha uma iluminação legal e um cenário limpo e adequado. Portanto, você fica muito vulnerável aos “imprevistos” de gravação e pode ter surpresas na hora de editar esse vídeo ou avaliar seu resultado.

Com um estúdio, você consegue controlar a maioria desses pontos e ter mais estabilidade e conforto para gravar seus conteúdos. Ninguém vai estar utilizando o local para outras coisas, os ruídos serão menores, a iluminação pode ser controlada e não haverá interrupções e outros imprevistos.   

Facilita e agiliza a gravação

Sem um home studio, diante dos problemas que citamos acima, você pode acabar perdendo muito tempo com as gravações dos vídeos por causa das interrupções e da constante necessidade de retrabalho.

Além do mais, imagine se você tiver que improvisar um estúdio toda vez que for gravar um vídeo: arrumar um local adequado, contar com a colaboração das pessoas quanto a imagem e som, iluminar a área de forma adequada, posicionar os equipamentos… ufa! Só de listar, cansa!

E tudo isso pode acabar fazendo com que você produza menos materiais em vídeo (diante da dificuldade), ou acabe pecando em pontos cruciais como áudio ou qualidade da imagem.

Portanto, mais uma vez, ter um espaço especialmente dedicado a produção audiovisual vai ajudar muito. Lá, você conseguirá produzir seus materiais com menos esforço, de forma mais fluida e sem tanta necessidade de preparação constante do ambiente, já que os equipamentos podem ficar fixos de uma forma padrão e prontos para serem usados.

Garante mais qualidade para suas produções

Quando você depende de um ambiente externo para realizar suas filmagens, como já dissemos, fica sujeito a uma série de imprevistos que podem acabar prejudicando muito a qualidade final dos vídeos que você produz. Afinal, muitas vezes, o dia pode não estar tão claro quanto você gostaria, ou podem existir muitas pessoas circulando pelo local, carros produzindo ruídos, telefones tocando e mais.

Portanto, seus vídeos ficam sujeitos a oscilações de qualidade e isso pode incomodar a audiência, te fazendo perder relevância e autoridade com seus conteúdos.

Então, investir em um estúdio caseiro vai ajudar a garantir mais qualidade para todas as suas produções, evitando que você fique refém do acaso. Com todos os equipamentos posicionados estrategicamente, um ambiente controlado e sem distrações ou interferências, fica muito mais fácil produzir excelentes vídeos.

Pode te ajudar a economizar (e muito!)

E se você pensa que ter um home studio é algo que vai apenas gerar mais custos, saiba que esse é um raciocínio equivocado. Apesar do custo inicial de montagem do estúdio ser um pouco elevado, por causa dos equipamentos, ele é compensado com poucos usos.

Com um home studio, em termos de qualidade de produção, você pode atingir os mesmos resultados que teria com a contratação de uma produtora – que não é algo barato – e o melhor, fica com a estrutura de vídeos pronta sempre que precisar usar, sem ter mais gastos e esforços por muuuuito tempo!

Além do mais, com um estúdio de gravação local, além de dinheiro, você economiza tempo, esforço, equipe e isso também é essencial.

Como montar um estúdio de gravação caseiro para fazer vídeos

Para montar um home studio de vídeos, além de um espaço para dedicar totalmente à produção, você vai precisar de microfones, luzes, equipamentos de apoio e, claro, uma câmera. Nos tópicos abaixo iremos lhe dar dicas detalhadas para escolher os equipamentos básicos mais importantes. A partir disso, você deve medir suas necessidades, avaliar seu orçamento e investir naquilo que faz sentido para a sua realidade.

01. Encontre um local adequado e invista no cenário

Antes de se preocupar com os equipamentos e qualquer outra coisa, o primeiro passo é encontrar um local adequado para montar seu estúdio de vídeos. Na hora de escolher esse lugar, o ideal é que ele atenda às suas necessidades em termos de estrutura e equipamentos, mas vale levar em conta, principalmente, três pontos principais:

Espaço:

Lembre-se que o estúdio precisa ter espaço suficiente para a gravação, os equipamentos, atores e a equipe técnica. Um local muito pequeno pode prejudicar a qualidade dos vídeos produzidos e ainda causar acidentes bem caros, já que os equipamentos de produção são frágeis e você terá um grande prejuízo caso alguém derrube alguma coisa, pise onde não deve, ou não disponha as coisas de forma adequada.

Acústica:

Procure sempre um lugar que seja o mais distante possível dos sons externos, da rua, de pessoas, animais e etc, ou onde seja simples isolá-los de forma eficiente. Uma boa dica se você quer se proteger dos ruídos sem gastar muito, é comprar placas de espuma ou isopor bem grossas e colocar nas portas, janelas e onde mais achar necessário. As famosas caixas de ovo também são muito eficientes para deixar a acústica do ambiente melhor e você pode colocá-las por cima da espuma.

Iluminação e cores:

Se você vai utilizar uma sala fechada para seu estúdio, vai precisar caprichar muito na iluminação. Isso, porque uma cena mal iluminada ou cheia de sombras pode arruinar sua produção. Então, se não puder contar com luz natural (o que é bem complicado), fique atento ao tópico de iluminação nesse texto. Outro ponto que precisa ser olhado com carinho é a cor do ambiente que você irá utilizar. Afinal, dependendo da tinta e da cor utilizada nas paredes, a luz pode ser refletida colorida e deixar toda a sua cena com um aspecto horrível. Dê preferência sempre a tintas foscas (que “absorvem” a luz em vez de refleti-la) e, caso vá usar a própria parede como fundo das filmagens, escolha cores mais neutras, que não causarão tanta interferência caso sejam refletidas sobre produtos ou pessoas e grave sempre com uma certa distância. O branco é sempre uma ótima opção e caso você ache a parede “sem graça” pode enfeitar com quadros, relógios ou outros elementos que tenham a ver com seu vídeo.

Caso tenha mais conhecimento técnico e queira produzir vídeos mais bem elaborados e com opções infinitas de fundo, vale investir em um chroma-key. Neste artigo a gente te dá dicas para escolher o chroma, instalar e trabalhar com essa tecnologia.

Não se esqueça de prezar pela organização do cenário e por um ambiente visualmente limpo e bonito! Isso vai ajudar a te dar credibilidade com os vídeos e garantir que sua audiência fique mais conectada ao conteúdo.

02. Tenha uma boa câmera para fazer vídeos

A câmera é um dos itens mais importantes para que você faça um bom vídeo e é item obrigatório em qualquer home studio. Porém, ao contrário do que muita gente pensa, você não precisa de um equipamento tão caro para conseguir fazer vídeos com aparência profissional. Acertando pontos como a iluminação, foco, e o áudio, mesmo com uma câmera de menor custo, você conseguirá resultados fantásticos e extremamente satisfatórios.

Hoje, mesmo produtoras profissionais utilizam câmeras fotográficas, em vez de filmadoras, para fazer vídeos e obtém ótimos resultados. Algumas dicas vão te ajudar na hora de escolher esse equipamento:

Dê sempre preferência para equipamentos que filmem em alta definição (HD): Com isso, você terá a garantia de um bom resultado em termos de imagem, mesmo se não for um expert em filmagem.

Escolha câmeras que suportem microfone externo: Normalmente, o microfone nativo das câmeras em geral não oferece uma qualidade tão boa de áudio. Portanto, é importante que você escolha um equipamento que permita o uso de um microfone externo – caso você não tenha um gravador.

Pense nas suas necessidades: Sempre vão existir câmeras mais ou menos adequadas de acordo com aquilo que você pretende filmar e com a qualidade que você espera dos vídeos. Por isso, pense nas suas necessidades, nas situações em que você vai usar a câmera (quantidade de luz, controle da cena, equipamentos auxiliares disponíveis), busque opiniões sobre o equipamento e só então compre a câmera.

Aqui na Samba nós utilizamos a Canon EOS Rebel T6i, que é uma câmera um pouco mais cara, mas oferece mais em termos de qualidade de imagem e funcionalidades.

camera

No vídeo abaixo, a gente dá outras dicas para que você consiga escolher sua câmera adequadamente:

Também indicamos alguns equipamentos que podem variar de acordo com o seu orçamento:

Caso você tenha um orçamento reduzido para montar o seu estúdio de gravação ou não pode esperar muito tempo até os equipamentos chegarem, mas precisa começar a gravar um vídeo, o seu smartphone pode ser uma excelente opção. A maioria desses aparelhos hoje também grava em HD e a qualidade vai te assustar! A grande diferença em relação às câmeras, é que você não poderá fazer grandes ajustes de luz, saturação e outros.

Neste material, você também encontra um guia completo de como escolher a câmera mais adequada para cada situação. 

cameras para fazer video e montar um home studio

03. Escolha um microfone – ou mais

O som do vídeo, para os leigos, talvez seja o item mais subestimado. Porém, é possivelmente o elemento que mais dará a aparência de profissional para o seu trabalho. Uma boa captação de som ajuda a passar melhor a mensagem e não cria a necessidade do usuário ter de aumentar o volume do dispositivo em que esteja assistindo ao vídeo. Parece pouco, mas faz toda a diferença.

Portanto, o ideal é que você invista em um ou mais microfones para garantir uma boa captação de áudio já que, como mencionamos, as câmeras não possuem um microfone tão bom. Existem diferentes tipos de microfones que você deve adquirir de acordo com sua necessidade e abaixo nós vamos falar um pouco dos três principais:

Microfone de mão:

Para montar o home studio, a primeira opção é investir no clássico – e muito útil – microfone de mão. Ele é o ideal para filmagens no estilo repórter, em que pessoas são entrevistadas, por exemplo, e também é bastante útil para a gravação de textos “em off”.

Microfone de lapela:

Existe também o chamado microfone de lapela, aquele que pode ser preso à roupa da pessoa e é bastante discreto. Ele é interessante para vídeos em que há poucas pessoas em quadro e é necessária uma captação mais direcionada (importante frisar que a grande quantidade de canais de áudio pode confundir um iniciante, por gerar muita interferência entre os microfones).

Microfone direcional:

Temos também o microfone direcional, chamado tradicionalmente de “boom”. Ele é o ideal para situações em que o som de várias pessoas precisa ser captado ou quando não se tem tanta necessidade de direcionamento. Se você está com o budget reduzido para a compra dos equipamentos, ele pode ser a melhor escolha.

Vale ressaltar que todos os microfones precisam ser ligados à um gravador ou a câmera para que captem o áudio e que hoje já existem também microfones que podem ser plugados em um celular.

Nesse outro artigo aqui do blog, você pode ver mais detalhes sobre cada tipo de microfone e ainda encontrar dicas de captação para que seus vídeos tenham um som profissional.

Por fim, uma outra opção, que pode te salvar no caso de produções de baixo orçamento é  usar seu próprio celular como microfone. O vídeo que você assistiu ali em cima teve o áudio captado dessa maneira e tem uma boa qualidade sonora! Basta usar a opção do gravador, posicionar o smartphone próximo à pessoa, gravar o que for preciso e sincronizar o áudio com a imagem na hora da edição.

E caso a gravação seja urgente e você não tenha um microfone ou algum outro dispositivo em mãos para captar o som da melhor forma, e precise usar o microfone que já vem integrado à sua câmera, escolha um lugar bem silencioso e que não tenha tanto ruído.

Como você pode ver, existem diversas opções de microfone para compor o seu home studio de vídeos. Veja o que se adapta melhor às suas necessidades e não deixe de adquirir um. Vamos para a próxima dica!

04. Invista em Iluminação

Com sua câmera e microfone já no estúdio, comece a pensar na iluminação. Mesmo com uma luz simples, é essencial você dar o destaque certo aos componentes principais do seu vídeo e ainda garantir que as imagens tenham mais qualidade e a experiência de visualização do espectador seja muito melhor. Usando os pontos de luz adequados, até mesmo vídeos feitos em casa podem ficar com aspecto de vídeo profissional, gravado em estúdio especializado.

Portanto, se você quer fazer vídeos e garantir uma boa iluminação sem um investimento muito pesado, você precisa de basicamente três tipos de luz que são:

  • O Sungun: Para uniformizar a luz no set de filmagem.
  • O Softbox: Para iluminar os atores ou objetos presentes no vídeo.
  • E a luz de fundo: Para dar a impressão de profundidade no set e garantir mais contraste entre ator e fundo.

Essas são as luzes primárias para se criar a forma de iluminação de três pontos e você deve posicioná-las como na imagem abaixo:

Caso você tenha uma verba a mais, vale investir também em painéis de led móveis. Assim, você consegue corrigir sombras indesejadas de vários ângulos.

Nesse outro artigo, é possível assistir um vídeo sobre esse tipo de iluminação básica que vai te ajudar a garantir uma iluminação perfeita para a sua produção com um mínimo de orçamento. 

05. Tenha uma ilha de edição

Depois de gravar as imagens e o som, chega a hora de editar o vídeo. Esta é uma das partes mais importantes, quando as horas de gravação podem se transformar em poucos minutos bem acabados. Para este trabalho, você precisará de um bom computador, mas o quão bom ele deve ser varia de acordo com suas necessidades.

A configuração recomendada de um computador padrão, com bom processador (o Core i5, por exemplo) e boa quantidade de memória RAM (4 gigabytes é razoável) lhe servirá para editar a maioria dos vídeos que precisar. A velocidade da edição será razoável e a qualidade boa. A situação muda quando você edita grandes quantidades de imagens ou vídeos muito longos. Nesse caso, vale à pena investir em uma configuração mais potente, específica para edição de vídeos.

Uma ilha de edição profissional para atender a esses requisitos pode custar mais de R$ 10 mil, mas se você quiser começar apenas com seu computador, nós indicamos os seguintes softwares:

  • Adobe Premiere Pro – Ferramenta profissional, requer conhecimentos intermediários/avançado.

adobe

300026ea-f958-4760-bc8e-40e3cc481cf6_pasted20image200

Caso queira conferir mais opções de programas de edição de vídeos para todos os níveis (do iniciante ao avançado), vale conferir essa lista com os 11 melhores programas e dicas de edição.

06. Tenha um tripé

Investindo nos itens acima e conhecendo os equipamentos já é possível fazer vídeos de bastante qualidade. Em alguns vídeos, o tripé não é necessário, porém, na maioria dos casos, com a estabilidade da imagem, o vídeo fica mais limpo, organizado e compreensível. Isso também passa a impressão de mais profissionalismo e dá credibilidade à seus materiais.

Quando for adquirir um tripé, veja se o modelo é compatível com a câmera e dê preferência para os modelos de filmagem, que permitem movimentações (como o travelling) durante a gravação. E se estiver usando um celular para gravar, não se preocupe. Também já existem modelos de tripé específicos para esse equipamento.

[Bônus] Divulgação

Você já sabe como montar um home studio para fazer vídeos com qualidade. Mas, com o material pronto, é preciso saber, também, como distribuir e divulgar corretamente esse conteúdo. Afinal, tendo investido tanto dinheiro e esforço na produção de bons materiais, você espera um retorno, certo? E acredite em nós: não é utilizando apenas o YouTube como canal de distribuição que esse retorno vai vir.
Hoje, existem formas muito mais rentáveis de monetizar seu conteúdo em vídeo sem ficar refém dos tradicionais modelos baseados em publicidade e, acredite, você pode ganhar muito mais dinheiro se tiver um canal especializado ou um ambiente profissional para divulgar seus vídeos.

Se você já usa o YouTube, ótimo! Mas você já pensou em aproveitar sua audiência nessa rede para ganhar muito mais dinheiro e produzir materiais cada vez melhores? Isso é possível. Com o Samba Play, você cria seu próprio canal, com baixo investimento, e começa já a distribuir seus conteúdos através do modelo de assinatura, que é extremamente rentável. E o melhor, você não precisa se incomodar com a criação de um site ou com a parte jurídica do projeto. A Samba cuida de tudo e você só foca no conteúdo.

Leia mais sobre a plataforma aqui neste link ou faça um tour guiado clicando aqui ou no banner abaixo.

samba play para Web TV

E aqui logo abaixo você também encontra três artigos sobre o assunto que te farão repensar a forma como você distribui conteúdo hoje e te transformar além de produtor, em um empreendedor digital.

Com os vídeos nos canais certos, não se esqueça de trabalhar estratégias digitais de divulgação em Redes Sociais, blogs e também no seu site. Faça seus vídeos serem conhecidos, reconhecidos e valorizados!


Agora que você já conhece os equipamentos necessários para se fazer um home studio, só falta colocar a mão na massa!

Lembre-se que mesmo que você não consiga ter toda essa estrutura agora, dá para improvisar uma série de equipamentos e produzir vídeos incríveis sem perder nada em qualidade e profissionalismo. Afinal, quem faz um bom vídeo é o produtor, e não seus equipamentos.

Monte seu home studio de acordo com suas possibilidades e necessidades, capriche na hora da gravação e edição, encontre formas eficientes de distribuir e divulgar seu conteúdo e prepare-se para fazer muito sucesso na internet. Caso precise de ajuda para fazer seu projeto decolar ou ainda esteja procurando a estrutura certa para começar a explorar o verdadeiro potencial dos seus conteúdos, fale com a Samba. Temos a solução ideal para que você tenha seu próprio negócio de vídeos, com investimento inicial baixo e rápido retorno.

E você acha que faltou algum equipamento no artigo? Compartilhe sua opinião com a gente!

Guia Completo Monetizacao para ganhar dinheiro com seu home studio

Contribua com este post nos comentários

Assine e receba todas as novidades sobre vídeos online em seu email.