Por Em , Em 20 junho, 2016

Você sabe os principais motivos de evasão dos seus alunos?

A evasão de alunos no ensino a distância é algo que preocupa os profissionais, mas que tem causas específicas e soluções que podem ser bem simples.

motivo de evasão de alunos_imagem topo

Artigo produzido por Daniel Antonucci da CRM Educacional.

Uma das grandes preocupações das instituições de ensino neste mês de junho é a captação de alunos, afinal 2016/02 já está aí e a média do mercado brasileiro tem sido uma redução de 25% no número de novos alunos. Mas não sei se você sabe, captar é a primeira parte do Ciclo de Relacionamento com Aluno. Este ciclo é formado por três fases: Captação de Alunos, Retenção de Alunos e Fidelização de Alunos.

Por este motivo hoje vamos conversar um pouco mais sobre retenção de alunos!

As IES’s — Instituições de Ensino Superior —, públicas e privadas, lidam diariamente com uma questão extremamente impactante para o seu desenvolvimento e sua sustentabilidade: a evasão de seus alunos.

Embora seja necessário e oportuno acompanhar e quantificar a situação institucional em relação à evasão de alunos, de maneira a desenvolver e implementar ações mitigadoras, considera-se ainda mais importante o foco na retenção de alunos. Mas por quê?

Captação

Embora garantir a permanência dos alunos seja mais trabalhoso que a captação dos mesmos, de modo geral a retenção de alunos acaba tendo um retorno muito valioso do investimento realizado.

Porém, fique atento. A captação e a retenção, embora sejam igualmente importantes no mercado educacional, possuem funções específicas e devem ocorrer em momentos diferentes.

Instituições de ensino, quando preparadas para um mercado cada vez mais competitivo e concentrado, devem ter em mente que as melhores campanhas de captação são feitas já com foco na retenção.

E como isso é possível?

Aprimorando o relacionamento com o candidato desde o primeiro contato, procurando conhecer as necessidades e limitações de cada aluno, atendendo às dúvidas e anseios dos mesmos, a relação entre a instituição e o estudante tende a ser mais duradoura. Expande-se a máxima “Matricular pela Meta” para “Matricular pela Transformação da Sociedade atingindo as Metas”. Afinal, essa é missão ou contribuição da grande maioria das instituições de ensino.

Retenção – Por onde começar

Não existe uma fórmula, mas algumas estratégias demonstram ser bastante eficazes. Veja alguns exemplos: avaliar qualitativamente a situação acadêmica de cada aluno, intervindo de forma direta e evitando possíveis desistências; descobrir as dificuldades financeiras que possam existir e tentar fazer das mesmas oportunidades para engajar o aluno e mantê-lo fiel à instituição por meio de propostas de financiamento, bolsas, descontos, monitorias e estágios; avaliar o impacto e a repercussão dos cursos oferecidos pela Instituição através de redes sociais e canais de ouvidoria, visando prever comportamentos que podem aumentar a evasão de alunos; entre outros.

Quais fatores contribuem para a evasão de alunos?

Se conseguir um bom índice de retenção de alunos já não era muito fácil, imagine agora, em um cenário de desestabilização da economia brasileira, atrelada a cortes de programas de financiamento estudantis? Tudo isso têm contribuído para um aumento nos índices de evasão das instituições de ensino que, em alguns casos mais extremos, podem chegar até 40% dos inicialmente matriculados.

Por este motivo, mais do que nunca, tornou-se extremamente importante monitorar os fatores que levam à evasão de alunos. Mais do que isso, é importante trabalhar e pôr em práticas ações que contribuam para manter estáveis os índices de evasão de alunos em instituição.

Veja abaixo os principais fatores que contribuem para a evasão de alunos no ensino superior brasileiro:

Falta de conexão com o curso

Muitos alunos chegam ao ensino superior sem saber exatamente que carreira querem seguir. A orientação vocacional no primeiro e segundo semestre é fundamental, haja vista que cerca de 60% da evasão total do curso ocorre nos dois primeiros semestres. É melhor o aluno evadir de um curso para outro que sair da sua instituição.

Desempenho acadêmico

Os alunos estão chegando ao ensino superior com uma série de deficiências em disciplinas básicas como Língua Portuguesa e Matemática. Cursos de nivelamento, monitoria, tutoria e vídeo-aulas podem mudar o destino de um aluno que está prestes a evadir.

Dificuldades financeiras

Impossibilidade de arcar com os custos de transporte, materiais e mensalidades também representa uma das principais causas de evasão de alunos; Entender o contexto do seu público, sua persona, é fundamental para saber quais ofertas de financiamento, bolsas e descontos você precisa oferecer para diminuir a evasão com o menor impacto financeiro possível em sua instituição.

Localização da instituição em relação ao trabalho ou moradia do aluno

Muitas instituições ainda não perceberam, mas as dificuldades de distância e tempo de deslocamento para chegar ao local as aulas contribuem, e muito, para a evasão dos alunos. Neste quesito, é fundamental oferecer mais de um campus ou unidade para o aluno escolher onde quer estudar ou oferecer o mesmo curso, com a mesma qualidade, por meio da modalidade EAD, com vídeo-aulas gravadas, streaming de vídeo ao vivo e uma plataforma de colaboração e engajamento que estimule o aluno a continuar em sua instituição.

Oportunidades de trabalho

De que adianta um aluno passar 2,3 4 ou até 5 anos estudando, pagando mensalidades, se esforçando para assistir as aulas se não tiver perspectivas de mercado? É fundamental que a sua instituição mostre claramente para seus alunos quais carreiras ele pode seguir, oportunidades de trabalho na região que está inserido e faixa salarial de alunos formados no mesmo curso. Desta forma o aluno sempre terá um estimulo para seguir até o final da jornada.

Estas são apenas algumas dicas que você pode utilizar, mas existem mais de 30 fatores que podem levar um aluno a evadir. E para cada fator existem diversas soluções que podem ser apresentadas para cada um deles, diminuindo os índices de evasão de sua instituição.

Entenda como tratar esses fatores de evasão de alunos

Outros fatores que podem contribuir para a evasão dos alunos nas IEs são: a insatisfação com qualidade de ensino, com o corpo docente ou com a infraestrutura; a imagem da instituição (pelos índices IGC / CPC do MEC, por exemplo); a atuação ética da instituição perante o mercado; repetência; mudança constante de coordenador de curso; desprestígio da profissão; horário de trabalho incompatível; desmotivação; mudança de endereço; entre outros.

E você? Que outros fatores você acredita que podem contribuir para a evasão de alunos nas IES’s? Compartilhe conosco as suas ideias!


crmArtigo produzido por Daniel Antonucci – CEO da CRM Educacional

Daniel é Mestre em Educação e possui MBA em Marketing e em Gestão Acadêmica e Universitária. Apaixonado por Gestão, Tecnologia e Relacionamentos e com experiência de mais de 15 anos no Ensino Superior Brasileiro.


 

curso online atrativo

Contribua com este post nos comentários

Assine e receba todas as novidades sobre vídeos online em seu email.