Por Em Em 7 dezembro, 2017

Plataforma de cursos online: como escolher a melhor para cursos e conteúdos em vídeo

O consumo de vídeos online no mundo tem crescido bastante nos últimos anos e não é a toa que plataformas como o Netflix crescem cada dia mais. Só para se ter uma ideia, em alguns países, o consumo de conteúdos na internet já é maior do que na tradicional televisão. Só esses dados já mostram a vantagem de se investir em uma plataforma de cursos online, certo? Mas a gente te mostra muito mais!

Muita gente já percebeu que o mercado dos vídeos é o negócio do futuro – e cada vez mais, do presente – por isso, as pessoas estão buscando formas de ganhar dinheiro com vídeos: algumas apostam na produção de cursos, outras no licenciamento de materiais, e há ainda quem lucre com conteúdos para entretenimento. E na maioria das vezes, quem realmente quer ter retorno com seus vídeos e transformá-los em um negócio, escolhe investir na comercialização desses conteúdos – seja por assinatura, por conjunto de aulas, por assuntos ou muitos outros – em vez de apenas disponibilizá-los gratuitamente em canais como o YouTube.

E para que se tenha sucesso com esse tipo de empreendimento digital, é preciso garantir que você tenha uma boa estrutura tecnológica por trás do seu projeto. Afinal, é ela que, junto com o conteúdo, será capaz de te garantir um bom retorno sobre o seu investimento. Nesse sentido, enquanto muitas pessoas resolvem criar seus próprios sites do zero, escolhendo a hospedagem, a estrutura do site, a plataforma de vídeos e outros fatores, outras preferem partir por um caminho mais simples e usar uma plataforma pronta para colocar seus conteúdos.

Com o crescimento do mercado de educação a distância, muitas pessoas estão se lançando nesses empreendimentos. Desde aqueles que são especialistas em algum assunto e resolvem dar aulas pela internet e até mesmo professores e gestores de cursos presenciais que resolveram transformar seu material em online. O crescimento do interesse por certificações e qualificações pela internet possibilitou que os mais variados formatos de cursos online surgissem e que mais e mais pessoas tenham acesso a essa modalidade de ensino.

Então, se você deseja tirar sua ideia do papel e se arriscar no mundo dos cursos online, a boa notícia é que hoje já existem muitas opções de portais prontos para que você venda seu conteúdo e não tenha que se preocupar com questões como desenvolvimento, pagamento e design. Basta subir os vídeos, escolher um preço e pronto! Esse tipo de tecnologia é essencial para que o professor online possa focar na parte mais importante do projeto: o conteúdo das aulas.

Para te ajudar a tomar melhor decisão quando estiver escolhendo a melhor plataforma de cursos online, nós fizemos uma lista completa com tudo de mais essencial de se ter em sua estrutura. Continue lendo e compreenda a importância de cada ponto para o sucesso de seu negócio.

E para te ajudar ainda mais a acreditar no sucesso do ensino a distância, preparamos esse infográfico com as profissões mais quentes para criar um curso online. Você pode conferir grátis clicando aqui.

profissoes quentes ensinar como ter uma renda extra

O que considerar na hora de escolher uma plataforma de cursos online?

1. O seu projeto

Parece óbvio, mas na hora de escolher qualquer plataforma para seus cursos, muita gente se esquece de levar em conta o próprio projeto e suas particularidades.

Desde o princípio, é importante entender com clareza do que se trata o seu negócio e quais são suas necessidades. Afinal, é a partir desse ponto que você conseguirá tomar a melhor decisão em termos de estrutura.

O conteúdo em vídeo é o coração do seu negócio, certo? Então pense no que você precisa para fazer com que ele seja consumido da melhor forma por seus clientes e traga retorno para você!

2. Custos

Uma das primeiras perguntas que todo mundo se faz na hora de procurar por uma boa plataforma é: quanto vai custar? E isso é realmente importante! Afinal, para que você consiga ter um negócio de sucesso, é necessário que seus custos sejam menores do que os seus ganhos.

Então, se o seu projeto é trabalhar com educação a distância e aulas online, antes de contratar uma plataforma de cursos online, entenda detalhadamente como ela cobra por seu serviço. Pense nas seguintes perguntas:

  • Há um valor fixo mensal?
  • Há cobrança de alguma porcentagem sobre minhas vendas?
  • Como é calculado o valor? Eu pago pelo número de horas-aula ou pelo número de usuários?

A partir disso, já é possível escolher a melhor opção para seu negócio em termos de custo-benefício.

Uma boa dica é procurar por plataformas que tenham preços personalizados para cada tipo e tamanho de projeto. Isso pode diminuir bastante os seus gastos.

Nesse ponto, só não se esqueça de que todo negócio precisa de investimento e que nem sempre o retorno virá logo nos primeiros meses. É preciso ter paciência e estar disposto a trabalhar para conseguir bons resultados!

3. Retorno

Muito relacionado ao item anterior, é importante que desde o início você tenha uma noção do quanto a plataforma pode te oferecer de retorno. Afinal, é esse retorno que manterá seu negócio vivo e crescendo!

Aqui a dica é: faça contas. Tente simular algumas situações e veja, por exemplo, de quantas vendas você precisaria no mês para cobrir o custo da plataforma e ainda assim ter lucro. Leve em conta algumas variáveis – como tempo de tração do negócio e meses em que as vendas podem ser mais baixas, por exemplo. Se no final de tudo você tiver um quadro muito além da realidade, corra!

4. SEO

Hoje, quando as pessoas querem consumir um tipo de conteúdo específico, na maioria das vezes elas buscam por ele entre os 10 primeiros resultados do Google. E você sabe como um site pode aparecer entre esses resultados? Basicamente de duas formas: investindo em anúncios ou em SEO.

SEO é um conjunto de técnicas que quando aplicadas à um site ou conteúdo, fazem com que ele se torne mais atrativo para o Google e tenha mais chance de estar na primeira página das buscas. Portanto, quando for escolher sua plataforma de vendas, procure saber se ela é interessante em termos de SEO.

Veja se é possível inserir descrições dos conteúdos, personalizar suas URLs, criar categorias e coleções de materiais, adicionar tags aos vídeos, editar títulos e descrições do site e etc. Isso vai te garantir mais visibilidade na internet e, consequentemente, mais sucesso com seu negócio.  

Aqui neste artigo você pode ver mais algumas dicas para deixar seu portal de vídeos mais interessante em termos de SEO.

5. Personalização

Se você quer construir seu próprio negócio e ter uma marca cada vez mais forte na internet, precisa garantir que seu site será realmente seu e não da plataforma por trás dele!

Fortalecer o seu branding é essencial e, por isso, é importante levar em conta o que a plataforma de vendas oferece em termos de personalização. Antes de tomar uma decisão, veja se você pode trocar as cores do site, as imagens, o favicon, se pode inserir sua logo, organizar os conteúdos como quiser, entre outras personalizações importantes.

6. Suporte

Você tem que colocar um conteúdo novo no ar e está tendo problemas técnicos com a plataforma. E agora? Como você vai resolver? Vai ter um canal de contato direto com os responsáveis pela plataforma, ou vai precisar mandar email em inglês, fazer vários telefonemas e no final acionar seu próprio técnico?

Ter a certeza de que você terá suporte sempre que necessário é essencial para o sucesso do seu negócio. Portanto, leve isso em consideração na hora de escolher a melhor plataforma de cursos online.

7. Integração com Redes Sociais

Hoje as pessoas passam muito tempo em suas redes sociais e também usam esse canal para compartilhar seus gostos e descobrir coisas novas. Portanto, é importante que seu portal de conteúdo seja integrado com as redes sociais e permita tanto o compartilhamento da página, quanto o login por meio de perfis sociais. Permitir a inserção de pixels para remarketing também é bem importante para aumentar sua conversão nas redes.

Além do mais, é interessante que ele tenha um espaço para que você insira os links das suas próprias páginas. Assim, as pessoas podem se conectar ao seu negócio e você pode melhorar sua interação com elas.  

E se você quer saber como pode aproveitar as redes sociais e outros meios para ter resultados com Marketing Digital, baixe nosso infográfico gratuito!

infografico marketing digital

8. Integração com analytics

Para melhorar qualquer negócio, você precisa definir metas, mensurar dados e saber exatamente o que precisa corrigir ou em que deve investir. Nesse sentido, uma integração da plataforma do seu curso online com ferramentas como o Google Analytics é essencial.

Assim, você conseguirá saber sua quantidade de acessos, as fontes de tráfego, configurar eventos de conversão, acompanhar o fluxo de usuários e muito mais!

9. Sistema de pagamento

Outro ponto bastante importante a se considerar na hora de escolher uma plataforma de cursos online, é o sistema de pagamento. Antes de tomar sua decisão, você precisa saber se a plataforma já possui um sistema de pagamento integrado e, mais importante, se ele é estável, confiável e simples de usar.

É bom lembrar que comprar online ainda é um desafio para muitas pessoas, que se sentem inseguras ao fornecer dados financeiros online. Portanto, se você não tiver um sistema de pagamento que transmita confiança, pode acabar perdendo clientes.

Por isso, conheça seu sistema, saiba como ele funciona, entenda se ele é seguro, quais as formas de pagamento suportadas (cartão de crédito e boletos, por exemplo) e claro, saiba quanto ele cobra – e se cobra – por transação realizada ou se isso está incluído no preço da plataforma.

10. Estrutura tecnológica e de vídeos

Na hora de montar um portal de conteúdo, muitas pessoas ficam muito preocupadas com a estética e acabam se esquecendo de um dos pontos mais importantes: a estrutura tecnológica.

De nada adianta você ter um portal lindo se ele não consegue suportar acessos múltiplos, se é instável, ou se seus vídeos ficam travando. Se as pessoas não conseguirem consumir seu conteúdo com qualidade, você provavelmente terá grandes problemas e isto pode arruinar seu negócio.

Veja por exemplo, o caso da 3D Concursos e como eles quase tiveram seu projeto destruído por conta disso.

Portanto, quando for contratar uma plataforma para cursos online, veja o que ela oferece em termos de estrutura e se ela é suficientemente boa para atender às demandas do seu projeto. Além do mais, fique atento à tecnologia de vídeos utilizada e ao que ela oferece em termos de estabilidade, segurança, adaptação à diferentes dispositivos e entrega do conteúdo. Afinal, se os vídeos são seu produto, você precisa garantir que o cliente poderá acessá-lo de forma simples e prática.

11. Simplicidade de edição e administração

Um negócio na internet, assim como qualquer outro, periodicamente precisa de alterações e melhorias. E, nesse caso, não é ideal que você precise contatar um desenvolvedor um designer a cada vez que precisar trocar a cor de um botão em seu site.

Portanto, dê sempre preferência à plataformas que sejam fáceis de gerir e editar, e que você possa fazer alterações de forma rápida e descomplicada.

Além do mais, pense também em termos de gestão e administração. O ideal é que como administrador, você tenha um painel de informações simples, intuitivo e que te entregue todas as informações que você precisa sobre os usuários, caixa e mais.

12. Modelo de vendas suportado

Outro ponto para ficar atento na hora em que for escolher sua plataforma de cursos online é em relação ao modelo de vendas que ela suporta. Dependendo do seu negócio e do tipo de conteúdo que você quer oferecer, você pode trabalhar com diferentes modelos de venda. Portanto, é preciso garantir que a plataforma vai conseguir atender sua necessidade.

Normalmente, quem vende cursos online monetiza seu conteúdo, basicamente, de duas formas: por assinatura (estilo Netflix) ou por venda pontual. O primeiro é indicado para o produtor de conteúdo que possui muitas horas de aula para um nicho específico, afinal, se você paga por uma assinatura, quer poder usufruir de toda a totalidade do conteúdo, certo? O segundo é mais indicado para quem tem menos horas de conteúdo ou aborda assuntos muito abrangentes, como cursos preparatórios para concursos. Nesse caso, cria-se um bloco com aulas do mesmo assunto (por exemplo, a coleção de aulas de direito penal) e vende-se somente as aulas que interessam ao aluno.

13. Funcionamento em diferentes dispositivos

Hoje, muitas pessoas já transformaram os dispositivos móveis em seus principais meios de acessar a internet e consumir conteúdo. Então é necessário garantir que os vídeos em seu portal também possam ser consumidos em qualquer tipo de aparelho, sem perda de qualidade, travamentos e interrupções.

Além disso, seu site também precisa ser responsivo e se adaptar às medidas destes dispositivos.  

14. Segurança

Se você tem o trabalho de produzir seus conteúdos, escolhe sua plataforma de vendas e constrói seu portal, você sabe o quanto foi investido e tem condições de cobrar um preço justo por seu material. Porém, não é nada raro encontrar casos em que cursos e conteúdos são vendidos sem autorização, em outros meios e por preços muito mais baratos. E sabe porque isso acontece? Por causa da pirataria digital e da falta de segurança de certas plataformas.

O que acontece normalmente é: uma pessoa acessa seu conteúdo, copia ele e então vende mais barato, ficando com seus clientes e com seu lucro. E isso é uma prática que pode arruinar seu negócio, já que nem todo mundo tem noção de que isso é ilegal e acaba comprando os conteúdos piratas por eles serem mais baratos.

Portanto, é extremamente importante garantir diversas camadas de proteção para seu conteúdo. Elas podem ser encriptação do vídeo, proteção por domínio, restrição de acesso simultâneo e etc.

Antes de contratar uma plataforma para os seus cursos, veja o que ela oferece em termos de segurança e jamais abra mão de ter seu conteúdo protegido!   

15. Domínio próprio

Por último, mas não menos importante, é preciso saber se a plataforma de cursos online oferece a opção de que você use seu próprio domínio, em vez de uma opção como “www.sitedaplataforma/seunegocio”. Isso vai ajudar a fortalecer sua marca e transmitir uma maior sensação de profissionalismo por parte do negócio.

Nossa sugestão? O Samba Play!

Já deu pra perceber que é necessário considerar muita coisa antes de escolher sua plataforma de cursos online para vender o conteúdo, não é? Caso contrário, você pode colocar seu negócio em risco.

Fique atento à tudo que cada plataforma de cursos online te oferece, faça pesquisas, converse com outros usuários e veja se essa é realmente a melhor opção para você.

Como última dica, nossa sugestão é que você conheça o Samba Play: a plataforma da Samba Tech para a venda de materiais em vídeo. De 1 a 15, o Samba Play atende a todos os pontos que levantamos e é uma solução completa, que se adapta a qualquer tipo de projeto. Você já tem muita audiência, conteúdos e quer vender por assinatura como no Netflix? O Samba Play é para você. Você dá aulas, cursos e quer vender isso separadamente sem risco de pirataria? O Samba Play é para você. Você está começando um projeto de conteúdo e quer investir no mercado de vídeos? O Samba Play também é para você!

Com essa solução você pode ter o seu próprio portal personalizado, com total segurança e a melhor estrutura de vídeos da América Latina – tudo isso sem precisar do auxílio de designers ou desenvolvedores. Você pode também escolher o modelo de vendas que mais se adequa a seu projeto e ainda conta com o suporte da equipe da Samba Tech – totalmente em português e pronto para te atender. Além disso, você ainda pode contar com as vantagens de uma rede de afiliados, Market Place, aplicativos para dispositivos mobile e muito mais!

Faça o tour e conheça todas as funcionalidades da plataforma clicando aqui ou no banner abaixo!

samba-play

Contribua com este post nos comentários

Assine e receba todas as novidades sobre vídeos online em seu email.