Por Em Em 17 novembro, 2017

Teaser: o que é e como usar em sua estratégia de divulgação e marketing

Para a maioria dos produtores de conteúdo, uma das tarefas mais difíceis do negócio é fazer com que os vídeos sejam acessados e reconhecidos pelas pessoas. Mesmo com um conteúdo de alta qualidade ganhar visualizações é um desafio e é preciso pensar em formas de fazer com que as pessoas cheguem ao seu canal. Afinal, caso você não tenha nenhuma estratégia de marketing, seu sucesso acaba dependendo da publicidade boca a boca – que é lenta e pode colocar todo o seu negócio em risco.

Porém, hoje já existem formas extremamente eficientes de divulgar um canal de vídeos e ganhar mais relevância, sem que se precise investir muito tempo ou recursos. E uma delas é por meio da produção de teasers. Utilizados amplamente por produtores de conteúdo e empreendedores digitais em geral, os teasers são relativamente fáceis de fazer, e são um recurso extremamente valioso.

Com alguma noção de edição de vídeos e de marketing digital em geral, qualquer um pode fazer um bom teaser e impulsionar sua estratégia de promoção de conteúdos.

Não acredita? Então é só continuar lendo! Nesse artigo, iremos explicar mais detalhadamente como os teasers funcionam e como você pode começar a produzi-los para ter mais sucesso com seu negócio na internet. Vamos lá?

E antes, caso você também queira aprender mais sobre marketing digital baixe nosso infográfico sobre o assunto!

infografico sobre marketing digital

O que é um teaser?

Antes de partirmos para uma abordagem mais prática, é preciso esclarecer: o que é um teaser afinal? O termo “teaser” vem da palavra inglesa tease, que significa “provocar”, e esse é justamente um de seus principais objetivos.

Na prática, o teaser é uma técnica do marketing para atrair o público com uma pequena amostra do que será o produto final. Ele pode ser usado em campanhas publicitárias online, offline, como parte de estratégias de lançamento de produto e até para filmes.

A intenção do teaser é sempre de gerar curiosidade sem entregar o resultado. É como se ele fosse uma “isca” que serve para levar a audiência até o produto final, que é o que realmente importa.

E, apesar do foco desse artigo ser vídeos, um teaser pode ser de vários tipos, desde que respeite a premissa de atrair a atenção do público sem entregar o resultado final. No mundo offline, por exemplo, na maioria das vezes os outdoors e cartazes podem ser considerados como teasers.

Exemplos de teaser

Um tipo muito comum de teaser, é o teaser trailer, que você provavelmente já conhece. O teaser trailer de um filme é o material exibido ao público antes mesmo do trailer ser lançado. Nele, não há necessariamente uma explicação do que o filme irá retratar por completo, mas há uma ambientação do clima da obra. Assim, a expectativa é elevada mesmo antes do lançamento do trailer oficial.

Essa estratégia foi muito bem usada para o filme “Star Wars: Os Últimos Jedi”, cujo teaser foi muito compartilhado. Como os filmes mais recentes do universo Star Wars, as ações de marketing começaram meses antes do lançamento (que será em Dezembro), para que o público já fique ansioso.

Nesse caso, de forma rápida, o teaser ambienta a história do longa-metragem, como um resumo do que será o trailer. A história em si, tratada pelo filme, não é explicada claramente – mas a expectativa já foi criada.

A Globo também faz um uso frequente dos teasers para promover suas novelas. Nesse caso, os teasers são mais lúdicos e geralmente trabalham mais o conceito das novelas que a história em si. O teaser da atual novela das 9, “A Força Do Querer”, é um bom exemplo disso:

Quando se trata de promover um conteúdo, os teasers também podem ser muito eficientes e, inclusive, têm sido adotados como estratégia recorrente aqui na Samba. Para ajudar na divulgação de um dos nossos materiais sobre gamification no EAD, por exemplo, produzimos um teaser bem curtinho que sintetizava o conteúdo e convidava a audiência a conferi-lo por inteiro. Veja:

Nesse caso, de uma forma lúdica, conseguimos atrair a atenção da audiência para nosso conteúdo e aumentamos os cliques e conversões no material em questão – que na época foi linkado ao vídeo.

Por que o teaser é importante?

Hoje, nosso consumo de informações é rápido. Estamos acostumados a abrir vários aplicativos de uma vez e fazer o máximo de coisas possível em um tempo curto. Assim, para que nossa atenção seja despertada por um conteúdo, ele precisa nos impactar ainda nos primeiros segundos e passar sua mensagem de forma clara e simples.

Para produtores de conteúdo, o teaser é justamente uma forma de despertar essa curiosidade no público tomando pouco de seu tempo. No final, depois que a pessoa já tiver se engajado com o teaser, a tendência é que ela siga suas instruções e chegue ao conteúdo principal ao qual ele direciona.

Simples assim: em vez de procurar convencer potenciais espectadores a ver um vídeo de 5 minutos, que é mais denso e entrega todo seu conteúdo, convença-os primeiro com um vídeos mais simples, de menos de um minuto e assim atraia esses espectadores para o produto principal.

Em negócios digitais, o teaser é essencial. Com ele, você pode mostrar a determinado público que seu produto vale o investimento! Afinal, por que confiar apenas na “embalagem” do seu conteúdo se você tem um argumento mais forte, que é a qualidade dele?

Veja o teaser como seu “pitch de elevador”: aquela forma rápida e sucinta de instigar o público a procurar pelo seu conteúdo.

Como fazer um teaser

Existem várias formas de fazer um teaser, não só em termos de produção, mas também de acordo com o seu objetivo.

Na hora de fazer o teaser, não existe uma regra. Enquanto muitos produtores apenas cortam seu conteúdo principal em partes mais interessantes e atraentes, outros gravam um novo vídeo conversando com a audiência e convidando-a a assistir o conteúdo principal. Há também quem use uma abordagem mais lúdica e crie conteúdos descontraídos do zero ou a partir de algo existente – o que também é ótimo.

O ideal é que você entenda o que faz mais sentido para sua marca, por meio de testes, e assim consiga ter uma produção eficiente e que gere resultados.

Além do mais, independentemente do formato, é sempre preciso que o teaser tenha um “gancho” com seu conteúdo principal – como um link, uma chamada ou um “leia mais”. Ele precisa omitir informações, mas, ao mesmo tempo, incitar a audiência a esperar por mais. Afinal, não faz sentido entregar todo o seu conteúdo no teaser, não é mesmo?

E para te ajudar com essa parte de produção do teaser, você pode ver aqui os melhores programas para editar seus vídeos – do iniciante ao avançado – e baixar aqui um guia completo para fazer excelentes roteiros, que são essenciais para um teaser de sucesso. Confira:

produzir roteiro para teaser

Quando fazer um teaser

Pensando em objetivos do teaser, os mais comuns são para um novo vídeo lançado, para uma série de vídeos ou para o seu canal/site ou produtos como um todo.

Para um vídeo novo

Antes de lançar um novo vídeo, muitos produtores costumam criar um teaser para divulgar nas redes sociais, por exemplo. Nesses casos, o ideal é apresentar o tema de forma instigante ou fazer uma coletânea de momentos engraçados ou interessantes que você acredite que podem atrair o espectador.

Uma estratégia que muitos youtubers utilizam é a de postar o teaser alguns dias antes do vídeo, de forma padronizada. Assim, seus espectadores já esperam o teaser na terça, por exemplo, e ficam mais curiosos pelo vídeo que será lançado na quarta.

É o caso do Porta dos Fundos, que posta teasers de 20, 30 segundos no Facebook, com o intuito de anunciar o vídeo que será lançado no dia seguinte. No fim desse teaser, a chamada “Amanhã, às 11h”, faz com que o público lembre mais facilmente quando será o lançamento do conteúdo.

teaser Porta dos Fundos

Para uma série de vídeos

Teasers também podem ser uma boa estratégia quando um produtor está prestes a lançar uma coleção de vídeos tratando de um mesmo tema.

Nesses casos, é interessante que o produtor faça um apanhado geral do conteúdo da série e dê uma ênfase aos assuntos dos episódios que ele achar mais interessantes. Por exemplo, para um professor de Química que possui ou vai lançar um curso online, é interessante mostrar que aquela série de vídeos se trata de Química Orgânica e cobrirá os tópicos X, Y e Z dentro desse assunto. Assim, o espectador terá uma visão mais clara e organizada do conteúdo que o professor tem a oferecer e ficará ansioso por ele!

Para o seu canal, site, serviços ou produtos

Apresente-se. Quem é você, do que o seu conteúdo se trata e de que forma ele pode ser valioso para o público?

Esse pequeno teaser de introdução para o seu canal ou site é muito importante. Nele, você pode explicar sua trajetória e propósito, para que um possível espectador se interesse pela sua motivação antes de conhecer seu conteúdo. No YouTube, esse é geralmente o vídeo fixado na página do canal, que toca automaticamente. Você pode seguir essa mesma lógica para o seu site, caso forneça seu conteúdo por assinatura e queira mostrar uma visão geral do que é todo aquele material.

Esse teaser pode ter uma cara mais publicitária e mais criativa. É o caso do teaser do canal do Whindersson Nunes, youtuber líder em visualizações no Brasil. Nesse caso, o teaser já apresenta a personalidade do produtor, o tom dos vídeos e ocorre uma introdução geral.

Além do mais, caso você queira fazer um teaser para seus serviços ou produtos, a lógica é a mesma: se apresente, foque nos pontos principais e nos diferenciais do que você está oferecendo e gere curiosidade no público! Depois, é só divulgar esse material em suas redes sociais, site e onde mais for adequado.

Onde divulgar o seu teaser

Não adianta fazer um teaser incrível se ele não for divulgado no lugar certo, para o público certo, não é?

Primeiro, tenha em mente o propósito do teaser e quais objetivos você deseja atingir com ele – isso guiará a sua estratégia de divulgação como um todo.

Teasers para vídeos individuais fazem muito mais sentido em páginas de redes sociais, principalmente o Facebook, que estão dando cada vez mais relevância aos conteúdos em vídeo. Nessas redes, há um enorme potencial de engajamento e compartilhamento dos materiais, e isso vai ser essencial para garantir o sucesso de seu vídeo completo quando você lançá-lo a seguir.

Teasers mais gerais podem ser disponibilizados em todas as plataformas onde você está presente, desde o seu canal no YouTube, como em uma publicação fixada em sua página do Facebook ou uma publicação no Instagram.

Se você tem uma boa base de emails, também pode ser uma ótima ideia enviar seu teaser para ela, com uma chamada do tipo “olha o que vem por aí” ou “você não perde por esperar por essa novidade”.

É importante gerar o máximo de visibilidade possível para seu teaser, para que ele faça mais pessoas se interessarem pelo seu conteúdo final. Por isso, principalmente no Facebook e no Instagram, também pode valer a pena investir em anúncios e posts patrocinados, que irão atingir mais pessoas e trazer mais resultados.

Vale lembrar que até o seu teaser deve seguir sua estratégia de produção e divulgação de conteúdos e que você sempre deve priorizar os canais em que seu público está mais presente.


Fazer um teaser não é uma tarefa complicada, e pode auxiliar muito na divulgação do seu conteúdo, atraindo mais visualizações. Agora que explicamos como fazer os seus teasers e onde postá-los, você pode expandir ainda mais a sua audiência com esses pequenos vídeos.

Conteúdo instigante e “de isca” + curta duração + a divulgação certa: essa é a receita para ter sucesso com sua estratégia de teasers. Coloque a mão na massa e comece já a fazer os seus!

E se você já tem um negócio online e quer descobrir novas formas de atrair mais audiência para seu canal ou site, dê uma olhada em nosso material sobre como conseguir mais assinantes e compradores em seu canal.

Ah, e depois nos conte o que achou do artigo aqui nos comentários 🙂

ebook como ganhar mais assinantes em seu canal

Contribua com este post nos comentários

Assine e receba todas as novidades sobre vídeos online em seu email.