Por Em , Em 17 outubro, 2017

Treinamento corporativo: como planejar e criar o seu!

Já parou para pensar em investir em educação corporativa, treinamento e desenvolvimento? Ter essa visão é essencial e pode ser um diferencial para sua corporação nos quesitos de produtividade, inovação e motivação dos colaboradores.

Mais do que apenas oferecer bons salários e um ambiente de trabalho acolhedor, é importante que seus colaboradores tenham recursos e conhecimentos suficientes para que eles consigam realizar suas tarefas com qualidade máxima, no menor tempo possível, e ainda sejam capazes de sugerir melhorias e alterações nos processos. Pensar na otimização de cada profissional da sua empresa possibilita um retorno maior para a qualidade e o rendimento do seu produto final.

Para que isso aconteça, é necessário que você incentive o treinamento e o desenvolvimento constante dos colaboradores, utilizando dos mais diversos meios e materiais. Além disso, eles próprios também precisam demonstrar interesse no que acham importante aprender, tendo em vista suas habilidades e as tarefas que desempenham na empresa.

E a melhor parte: com o recurso da internet, você não precisa de um esforço fora do comum ou de um orçamento absurdo para colocar isso em prática – muito pelo contrário! Portanto, para que você consiga implementar esse projeto de forma tranquila e barata,  separamos algumas dicas que vão te orientar durante todo o processo!

Preparado? Navegue à vontade!

O que é treinamento corporativo?

Os benefícios de investir em treinamento corporativo

Como montar um treinamento?

Primeira Etapa: O Planejamento do treinamento corporativo

Segunda Etapa: A Elaboração do treinamento

Terceira Etapa: A Execução do treinamento

Conclusão

Mas, antes de começar, que tal ter uma ideia de quanto você gasta com treinamentos presenciais e perceber como você pode otimizar esse orçamento com o treinamento online?

treinamento

O que é treinamento corporativo?

O treinamento empresarial é uma prática de educação corporativa que visa desenvolver habilidades específicas dos colaboradores, relacionadas às suas tarefas dentro da corporação e aos objetivos estratégicos dela.

Ministrado pela própria organização ou por profissionais especializados, o treinamento empresarial é focado em desenvolver o lado profissional do colaborador e fazer com que ele consiga se manter mais empenhado, motivado, e, com isso, ganhe em produtividade e, consequentemente, traga melhorias também à empresa.

Os treinamentos podem ser direcionados a qualquer tipo de colaborador, dos que ocupam cargos mais baixos até os de liderança, e, se ministrados corretamente, podem trazer benefícios de diversos tipos, como os que você vai conferir a seguir.

Benefícios de investir em treinamento corporativo

Mais do que apenas em um nível operacional, investir em treinamento para os colaboradores é extremamente relevante para sua motivação, engajamento e retenção. Um bom treinamento:

  • Melhora o clima organizacional: Investir em treinamentos para seus colaboradores faz com que eles se sintam mais importantes e valorizados dentro da empresa e, dessa forma, fiquem mais motivados com seu trabalho e com a organização em si.
  • Aumenta a produtividade: Um colaborador que sabe exatamente como executar seu trabalho e recebe instruções para aprimorá-lo, levará menos tempo para realizá-lo, poderá evitar erros e refações e, consequentemente, produzirá mais.
  • Incentiva a inovação: Colaboradores que dominam suas atividades, entendem o contexto atual de seu trabalho e da sua área de atuação e trabalham com o que há de mais novo, terão mais capacidade de analisar os processos criticamente, propor melhorias e trazer inovação para a empresa.
  • Cria colaboradores mais confiantes: Um bom treinamento, na medida em que cria um sentimento de pertencimento do colaborador em relação a empresa, também faz com que ele se sinta mais confiante para dar suas opiniões, tomar decisões e propor melhorias para organização.
  • Diminui a rotatividade de colaboradores: Quando o colaborador tem treinamento, realiza suas tarefas com facilidade, consegue pensar em inovação e se sente parte importante da empresa, as chances de que ele queira abandoná-la são muito menores e você evita os prejuízos da rotatividade.

E, por falar em retenção de colaboradores, você sabia que pensar uma cultura de empresa forte pode te ajudar a criar laços mais fortes com quem trabalha ali? Descubra como baixando nosso material 😉

treinamento

Como montar um treinamento?

Agora que você já tem uma noção básica do que é treinamento empresarial e de qual é a sua importância para as organizações, é hora de pensar em como encaixar essa estratégia na realidade de sua corporação e colher os benefícios.

Porém, se você ainda não tem nenhuma familiaridade com treinamento empresarial e não faz ideia de por onde começar a montar o seu, não tem problema! Aqui você vai encontrar um passo a passo para montar treinamentos de qualidade e fazer com que seus colaboradores tirem o máximo proveito deles.

Vamos lá?!

Primeira Etapa: O Planejamento do treinamento corporativo

O primeiro passo é entender que um treinamento não se faz de uma reunião rápida visando uma transmissão de conhecimentos rasa. Muito pelo contrário: ele deve ser bem pensado, planejado e executado para que você possa colher furtos mais tarde.

Portanto, a primeira etapa para criar um treinamento se resume a bastante estudo e definição de objetivos. São essas “preocupações” que vão te guiar no restante do processo e garantir a eficácia do que está sendo investido.

Vamos dividir essa primeira etapa em três passos básicos:

Estude e entenda seu público

Para criar um treinamento realmente eficaz, a primeira coisa que você deve fazer é identificar e entender o público a quem ele será direcionado.

Qual é o setor da empresa? Quais as atividades desempenhadas pelos colaboradores? Qual seu perfil demográfico e comportamental? Quais são as suas dores e potencialidades? Como um treinamento poderia ajudá-los?

Todos esses questionamentos irão ajudar a entender quem é o público que vai receber o treinamento e também a definir outros detalhes como abordagem durante as aulas, tipo de conteúdo que deve ser trabalhado e qual deve ser o foco de cada um.

Descubra quais são as necessidades da empresa

Conhecendo o indivíduo ou grupo que irá receber o treinamento, ainda nessa primeira etapa, é essencial que você realize um levantamento minucioso das necessidades educacionais e carências profissionais dessas pessoas e da instituição.

É essencial que nessa fase você leve em conta, mais do que a opinião dos colaboradores e gestores, através de reuniões e questionários, e as falhas da empresa, outros documentos como avaliações de desempenho, pesquisas de clima, e pesquisas de satisfação dos clientes. A partir disso, você irá conseguir uma visão geral da corporação e das necessidades dela e de cada grupo de colaboradores, e poderá, assim, propor um treinamento mais focado, bem estruturado e que trará mais resultados.

Faça uma análise e diagnóstico detalhados

Com as informações sobre o público e as necessidades da empresa em mãos, é hora de fazer uma análise detalhada desses dados e, dar um diagnóstico simples da situação.

A partir desse diagnóstico, que deve apontar quais as falhas e pontos a serem melhorados na empresa, o responsável pelo treinamento deve, então, começar a pensar em formas de solucionar esses problemas e desenvolver os colaboradores de forma estratégica para a corporação.

Segunda Etapa: A Elaboração do treinamento

Nessa etapa, com o problema definido e possíveis soluções em mente, é hora de começar a elaborar o treinamento pensando em termos mais operacionais e práticos.

Esses processos serão muito importantes para que seu treinamento seja realmente efetivo e foque naquilo que a empresa precisa realmente solucionar, trazendo benefícios e melhorias pra ela.

Defina quem irá receber o treinamento

Se na primeira etapa você já fez um levantamento superficial do público da empresa e das suas necessidades, agora você precisa definir de forma mais específica quem é a pessoa ou grupo que vai receber o treinamento.

São líderes? Figuras estratégicas da empresa? Diretores? E mais, quem são essas pessoas? Quais seus interesses e as atividades que eles realizam na empresa?

Isso vai ajudar a definir outros pontos importantes como os temas de cada aula ou módulo, a abordagem durante os treinamentos, a linguagem que será utilizada e, isso tudo vai deixar seus treinamentos muito mais efetivos e direcionados.

Um treinamento bem planejado consegue alcançar resultados incríveis e pode, inclusive, impactar a liderança da sua empresa. Quer saber como fazer isso? Então dá uma olhada nesse Guia:

treinamento de lideres

Estabeleça objetivos específicos

Agora que você já sabe quem vai receber o treinamento e as necessidades desse grupo ou indivíduo, é hora de estabelecer alguns objetivos específicos que você deseja alcançar.

Lembre-se de que esses objetivos devem ser estabelecidos sempre partindo das falhas e necessidades do grupo em foco e que devem ser bem específicos, para que você consiga mensurar os resultados do treinamento ao final.

Por exemplo, se um dos seus objetivos é diminuir o retrabalho de colaboradores em determinada tarefa, elabore o ponto de forma clara e específica, mais ou menos assim:

  • Objetivo 01: Em 3 meses, diminuir o retrabalho da equipe X na tarefa Y em 50%.

Um outro objetivo poderia ser:

  • Objetivo 02: Em 6 meses, tornar a equipe X 30% mais produtiva.

Quando for estabelecer os objetivos de seu treinamento, lembre-se de pensar de forma racional, colocando metas que seus colaboradores possam realmente alcançar. No entanto, tente também traçar desafios cada vez maiores, para que eles busquem se superar e melhorar de forma contínua.

Defina os temas de cada treinamento e os assuntos de cada aula

Com os objetivos bem definidos e sabendo exatamente o que se deseja com o treinamento, você já pode começar a definir os temas e assuntos que serão abordados durante sua realização.

Por exemplo, se você estabelecer um objetivo como o de diminuir o retrabalho, que colocamos acima, seu tema pode ser “Como realizar a tarefa Y de forma mais precisa e eficiente”. Dentro desse tema, você pode trabalhar assuntos como as melhores práticas para realizar a tarefa Y, novas tecnologias da tarefa Y, como otimizar processos na tarefa Y e o que causa mais retrabalho na tarefa Y. Dessa forma, você alinha seu tema aos objetivos e tem mais chance de alcançá-los por completo.

Defina como você irá fazer o treinamento

Nessa parte, você deve começar a pensar como vai executar o treinamento e a forma mais fácil de realizá-los de acordo com a realidade e as necessidades da empresa em questão.

Nessa parte, por exemplo, você já deve escolher se vai ministrar o treinamento de forma presencial ou a distância, utilizando a internet, vídeos e outras tecnologias. Além disso, você deve pensar se ele vai ser realizado em um local específico ou no próprio local de trabalho e se os colaboradores terão um tempo fixo de estudo ou poderão criar seu próprio cronograma, ademais de outras questões.

Seja quais forem as suas escolhas, é importante que você leve em consideração que, hoje, uma das melhores formas de realizar treinamentos empresariais, é através do ensino a distância, pela internet e utilizando vídeos online. Com essas práticas você consegue um treinamento totalmente efetivo e ainda tem benefícios como a redução de custos, a flexibilidade de aprendizado e a facilidade de atualização mais constante do conhecimento.  

Pense em processos e técnicas

Depois de decidir qual caminho tomar, é hora de pensar em processos técnicos.

Liste tudo que você vai precisar para fazer com que sei treinamento seja possível de acontecer. Você vai precisar de uma sala? Um retroprojetor? Um quadro branco e canetas? Equipamentos de vídeo? Papel para os alunos? Agora é o momento de determinar todo o necessário, do mais simples ao mais complexo.

Se você optar por realizar uma aula convencional, expositiva, por exemplo, vai precisar de um instrutor, uma sala adequada, um computador, slides ou outro material sobre o assunto, um retroprojetor, em alguns casos de lanche e hospedagem para os participantes do treinamento, de água e várias outras coisas.

Cabe mensurar nesses casos também qual é a técnica mais rentável, em termos de tempo, dinheiro e comodidade e retorno. Investir no ensino a distância utilizando vídeos online, por exemplo, é uma ótima forma de manter suas aulas bem próximas do modelo convencional, evitando os inconvenientes de ter que manter uma estrutura física e de ter que reunir todos os colaboradores em um mesmo local ao mesmo tempo.

Caso você opte por essa técnica, na nossa série Pocket Video, você encontra dicas detalhadas de como montar seus vídeos de forma simples e profissional, sem gastar muito tempo e dinheiro.

Monte um plano de aula completo e organizado

Com todas as informações anteriores em mãos, nesse momento, você deve fazer uma espécie de cronograma bem organizado das suas aulas e dos seus treinamentos, a que chamamos plano de aula.

Nossa dica é: Comece definindo quanto tempo vai durar o seu treinamento e quantas aulas serão necessárias para abordar o seu tema de forma completa e eficiente. Depois, separe em tópicos tudo que deve ser abordado em cada um dos treinamentos, assim você não esquece de passar por nenhum deles e garante que tudo será discutido. Por fim, pense em exercícios, se achar necessário, e decida como e quando eles devem ser feitos.

Mensure o tempo e os custos de realização do treinamento

Por fim, nessa segunda etapa, você deve estar ciente do tempo que o treinamento vai tomar de você e de seus colaboradores e também dos custos que vai ter com a realização dessa atividade. Dessa forma você consegue ter um panorama completo de cada um deles.

Quer saber mais sobre como fazer um treinamento de alto impacto para seus colaboradores? Então dá uma olhadinha no nosso infográfico 😉

treinamento

Terceira Etapa: A Execução do treinamento

Agora que você já fez um bom planejamento do seu treinamento e já tem todas as informações e outros detalhes organizados, é hora de tirar a atividade do papel!

Preparado? Então vamos lá!

Convoque os treinandos

Muitos dos colaboradores podem ter uma visão errada a respeito de treinamentos e, por isso, achar que são desnecessários e monótomos. Com essa impressão e não entenderem seu potencial, o percentual de engajados pode ser baixo, portanto o modo como você vai abordar os treinamentos é de extrema importância.

Em primeiro lugar, é importante que você valorize o aprendizado e crescimento pessoal em sua empresa e mostre que o treinamento é uma parte importante na rotina corporativa. Assim, seus colaboradores se sentirão mais motivados a procurar esse tipo de atividade e não serão tão resistentes quando você propor um.

Além do mais, lembre-se de caprichar na divulgação do treinamento e na convocação dos treinandos. Mais do que apenas enviar um email ou memorando avisando que o comparecimento é obrigatório, que tal fazer um vídeo convidando os participantes e explicando sobre o curso e suas vantagens para a vida profissional e pessoal de cada colaborador ou preparar uma pequena apresentação mais atrativa do treinamento?

Isso faz toda a diferença e pode contribuir muito para que os alunos tenham ganhos maiores de aprendizado e mais engajamento com o curso.

Se necessário, defina os instrutores ou tutores

Se você planejou seu curso, analisou o público e as necessidades da empresa e definiu que o melhor é trabalhar usando um instrutor ou tutor, seja virtualmente ou de forma presencial, você também precisa garantir que essas pessoas sejam adequadas para o treinamento.

Mais do que apenas transmitir o conhecimento para os alunos ou acompanhar seu desenvolvimento durante os treinamentos, é essencial que o tutor ou instrutor esteja sempre presente junto aos alunos, disponível para tirar suas dúvidas e ouvir sugestões, e que também seja empático, tenha espírito de liderança e a capacidade de deixar a turma sempre engajada e interessada.

Um bom instrutor ou tutor tem a capacidade de fazer com que sua turma sinta mais ou menos empatia pelo treinamento e que, consequentemente se dedique mais ou menos a ele.

Portanto, escolha com cuidado e garanta que a pessoa tenha todas as qualificações para instruir os colaboradores: conhecimento, liderança, empatia e habilidade para ensinar.

Realize o treinamento e avalie os resultados

Por fim, você só precisa realmente realizar o treinamento, nos dias, locais, ou período determinado, acompanhando o desempenho de cada colaborador individualmente, e definir as melhores formas de avaliar o retorno de seu investimento. Nessa parte, os objetivos específicos que você estabeleceu na segunda etapa de elaboração do treinamento serão essenciais.

Se você estruturou um treinamento completo, baseado nas necessidades de um grupo e alinhado as estratégias da empresa, você será capaz de cobrar o seu retorno e realmente sentir se ele foi eficaz.

Além do mais, se você for capaz de mensurar os resultados de seu treinamento e eles forem satisfatórios, você já terá uma boa justificativa para realizar mais práticas de desenvolvimento e aperfeiçoar seus colaboradores cada vez mais!


Com tantos meios de divulgação, tantas opções e o constante aumento da concorrência, as empresas precisam, cada vez mais, pensar em formas de se destacar e sair na frente, tanto interna, quanto externamente. E um bom treinamento pode trazer benefícios em tantos níveis, que não investir neles é uma das piores decisões que sua empresa pode tomar.

Atualmente, com tantos recursos tecnológicos e ferramentas disponíveis, mesmo com poucos recursos ou pouca verba, qualquer organização é capaz de planejar um bom treinamento e incentivar o constante aperfeiçoamento e inovação! Comece com objetivos menores, um treinamento mais simples, e vá expandindo essa ação para mais setores e mais pessoas.

E agora que você entendeu a importância do treinamento e desenvolvimento dos seus colaboradores, que tal entender como o vídeo online pode te ajudar a tornar esse processo muito mais simples e econômico? Para te ajudar, separamos várias dicas no nosso Guia que está logo abaixo! É só fazer o download e começar a revolucionar a produtividade da sua empresa!

treinamento

Contribua com este post nos comentários

Assine e receba todas as novidades sobre vídeos online em seu email.