• Blog
  • >
  • EAD
  • Chatbots para sanar dúvidas durante EAD

Chatbots para sanar dúvidas durante EAD

Chatbots para sanar dúvidas durante EAD

2020 foi um ano crucial para acelerar a demanda de processos online. Em poucos dias, tivemos que nos adaptar para as telinhas virtuais. Com a educação não foi diferente, assim, o EAD tornou-se uma realidade para os estudantes. Neste artigo, abordaremos como chatbots podem auxiliar no processo.

Logo após os números do novo Covid-19 dispararem, as instituições de ensino tiveram que apostar nas plataformas online para não deixarem os estudantes na mão. Tudo aconteceu, literalmente, do dia para a noite. Com a presença de recursos tecnológicos, a nova sala de aula aconteceu dentro de casa, quase um home school.

Diante dessa nova adequação, algumas facilidades foram vistas, como é o caso da automatização de processos e até mesmo de respostas, para resolver as principais dúvidas dos alunos, pais e também professores.

Dessa forma, alguns recursos contribuíram para o processo de educação a distância. Confira como chatbots foram e são essenciais para sanar dúvidas durante EAD. Vamos lá?

Ah, se a sua instituição ainda não se adaptou no EAD, confira o checklist do ensino a distância que preparamos para você começar de vez neste mercado. Clique aqui ou no banner abaixo para baixar gratuitamente. 

O que é chatbot e qual a sua importância?

Antes mesmo de partir para a discussão central do artigo, é preciso conhecer um pouco mais sobre chatbots e também sobre a sua importância.

Chatbots podem ser definidos como um software capaz de realizar uma conversa fluida com humanos. Com comandos pré-definidos, empresas e outras instituições conseguem, com poucos passos, resolver dúvidas de clientes, fazer um atendimento instantâneo e também realizar campanhas de marketing.

O mercado já está entendendo a importância do chatbot. De acordo com uma pesquisa realizada pela Business Insider Intelligence de 2020, é esperado que os “robôs conversacionais” tenham um crescimento de 30% ao ano até 2024.

Por outro lado, os clientes também já esperam por esse tipo de interação. Uma das grandes vantagens é que o consumidor não precisa baixar um novo app para realizar a integração, basta continuar navegando com aqueles que já utiliza. Aqui, o WhatsApp ganha destaque.

Uma pesquisa da Chatbots Magazine aponta: “2/3 das pessoas não fazem download de apps, as lojas de apps estão lotadas e as instalações são custosas” 

Em suma, podemos elencar as seguintes vantagens de utilizar chatbots:

  • jornada de atendimento 24×7;
  • redução de custos do setor de atendimento;
  • canal de vendas ativo;
  • otimização dos processos;
  • atendimento escalável;
  • e muito mais!

Para que a experiência seja ainda mais positiva — tanto para clientes quanto para as empresas — é preciso realizar a evolução desse chatbot, indo além de ações pré-programadas e aplicando Inteligência Artificial. 

É o que nós chamamos de Contato Inteligente: uma evolução da comunicação entre marcas e pessoas, com a qual é possível unir o poder da automação (chatbot) ao atendimento humano. Esse será o responsável pelo contato da sua empresa nos principais canais de mensagem do mundo.

Como chatbots podem atuar no EAD?

Agora que nós já sabemos um pouco sobre a nova realidade das instituições de ensino e também a importância dos chatbots, que tal entender como esses softwares podem ser benéficos para a educação?

Os chatbots podem ser colocados dentro de uma estratégia central para EAD. Auxiliando desde no processo de aprendizagem e também otimizando processos que envolvem professores, auxiliares e diretores.

Quer um exemplo prático? Imagina, no início do ano, receber mensagens variadas de pais perguntando quando será o início do próximo semestre. Ao ter um processo automatizado, basta configurar respostas e enviar via canais de mensageria ou sites. No fim, tempo e esforço de trabalho serão poupados.

Ao contrário do que muitos pensam, chatbots não são ferramentas “de outro mundo” e o melhor: são de baixo custo. Ao configurar em plataformas especializadas, como Take Blip, é possível desenhar comandos para perguntas e respostas.

A sua utilização dentro de instituições de ensino vai além da primária, chegando também às universidades. Com chatbots, as seleções para o novo semestre podem ser realizadas, além de sanar dúvidas sobre o edital do processo seletivo a candidatos, ao administrativo na impressão de segunda via de boleto e declarações para alunos, etc.

Não podemos nos esquecer dos alunos. Afinal, eles, mais do que ninguém, possuem dúvidas práticas. Algumas possibilidades que os envolve são:

  • envio de tarefas pós aula;
  • submeter notas e avaliações finais;
  • apresentar materiais complementares;
  • informar hora e links para as aulas virtuais;
  • ter um contato direto com o administrativo.

É importante lembrar que no ensino a distância, os professores também precisam se adaptar a essa nova realidade. Pensando nisso, separamos um infográfico para quem está começando a atuar como professor online. Confira clicando aqui ou no banner abaixo.

Como evoluir ainda mais a comunicação?

Como citado anteriormente, chatbots podem ser integrados à inteligência artificial e ao aprendizado de máquina, fazendo com o que o atendimento — com o passar do tempo — não fique “robotizado”, mas, sim, aprimorado.

O software ainda coleta dados que podem ser analisados — através das tendências apresentadas pelas threads do bot —, olhando o comportamento do usuário e entendendo se o bot realmente cumpre o seu objetivo.

Quando falamos em chatbots para sanar dúvidas durante EAD, estamos pontuando, diretamente, para deixar mais eficiente a experiência de pais, alunos e da própria instituição ao utilizar da tecnologia. Assim, ao invés de investir em uma equipe maior, basta apostar na tecnologia para aprimorar processos.

Qual é, por exemplo, o aluno que não utiliza o WhatsApp no seu smartphone? — afinal, o app já está instalado em mais de 99% dos aparelhos ativos no Brasil. Ao ter uma comunicação direta com representantes das instituições, a satisfação final será ainda maior.

O primeiro passo para colocar a ação em prática é consultar com os próprios envolvidos quais são as suas necessidades. Algumas perguntas importantes: “quais são as maiores preocupações dos pais”, “quais as perguntas frequentes dos estudantes?”, “quais processos rotineiros o administrativo recebe?”. 

Ao ter essas perguntas respondidas, uma comunicação direta pode ser desenhada no bot, definindo também o tom de voz.

Assim podemos ver alguns dos benefícios da implementação dos chatbots para EAD de escolas e universidades. Essa ferramenta pode ser relevante no ciclo de ensino e aprendizagem, elevando o potencial de ensino e mudando a realidade das instituições.

Quer saber mais sobre o mercado EAD? Confira o nosso material gratuito com dados relevantes sobre este mercado. Clique aqui ou no banner abaixo para baixa-lo.

Este artigo foi escrito por Carlos Paranhos, Produtor de Conteúdo em Take Blip.

Por: Autor Convidado

Eu sou um autor parceiro da Samba Tech :)

Contribua com este post nos comentários