• Blog
  • >
  • EAD
  • 5 metodologias de ensino inovadoras para conhecer e aplicar

5 metodologias de ensino inovadoras para conhecer e aplicar

5 metodologias de ensino inovadoras para conhecer e aplicar

Se você já atua em alguma área relacionada à educação, certamente já ouviu falar sobre algumas metodologias de ensino, elas são uma das principais ferramentas responsáveis por guiar o processo educacional nas instituições. 

Existem variados métodos e cada um tem as suas características e principais formas de aplicação, seja para o ensino  presencial ou para a educação a distância. Muitos estudantes pesquisam a metodologia de ensino utilizada nas instituições antes de realizar a sua matrícula, dessa maneira, os alunos conseguem ter uma ideia de como ocorrerá o seu percurso de aprendizagem.

A escolha da metodologia de ensino vai depender da filosofia, propósito e missão da instituição de ensino. Vale lembrar que muitas vezes, pode-se utilizar determinado método, mas isso não impede de fazer uso de uma prática de outra metodologia, tudo depende do plano de aula do professor, das orientações do gestor educacional, da proposta da escola ou curso e da recepção dos alunos. Atualmente, um dos desafios das instituições é encontrar métodos de ensino que sejam disruptivos, funcionais e que atraiam os alunos.

Pensando nisso, o objetivo deste texto é citar 5 metodologias inovadoras para aplicar hoje mesmo na sua instituição de ensino. Vamos lá?

Antes de continuar este texto, aproveite para baixar o nosso e-book sobre como melhorar o problema da evasão escolar, basta clicar aqui ou no banner abaixo. 

Evasão de alunos: como evitar esse problema

O que é uma metodologia de ensino? 

Se você chegou até aqui e ainda não sabe o significado desse conceito, não se preocupe!

Para explicar melhor o significado de metodologia de ensino, vamos recorrer a sua origem etimológica. “Metodologia” vem da grego: Methodos. META significa objetivo e finalidade e HODOS está ligado ao caminho, forma e intermediação. Já LOGIA significa estudo e conhecimento. Dessa maneira, metodologia é o estudo de caminhos e métodos para alcançar uma meta, um objetivo. Neste caso, o objetivo é a aprendizagem.

De maneira objetiva, metodologia de ensino é o conjunto de métodos, ferramentas e técnicas utilizadas por educadores para orientar o processo de aprendizagem, com objetivos educacionais ou formativos.

O modo de condução das aulas pelos professores, seu relacionamento com os alunos e com o ecossistema escolar, os recursos e materiais utilizados devem levar em consideração a metodologia de ensino adotada pela instituição ou até mesmo um curso online

Os métodos de ensino tradicionais nem sempre correspondem às necessidades de aprendizagem dos alunos no contexto atual, em que grande parte deles estão muito ligados às tecnologias, mídias sociais e outros. Além disso, uma das críticas do modelo tradicional de ensino é que nela o aluno exerce um papel um pouco mais passivo no processo de aprendizagem, o que não corresponde às demandas do mundo atual. 

Pensando nisso, nos próximos parágrafos, você vai entender sobre as principais metodologias de ensino que carregam consigo técnicas inovadoras e que objetivam que o aluno torne-se mais ativo no processo de aprendizagem. 

Metodologias ativas de aprendizagem

As metodologias ativas de aprendizagem são um conjunto de métodos que possuem como fundamento principal o aluno como agente central responsável pela sua aprendizagem. 

Como o próprio nome já coloca, são metodologias ativas, ou seja, o estudante torna-se mais ativo, sendo o sujeito principal responsável pelo seu processo. Dessa forma, dinâmicas, atividades e técnicas em que o aluno esteja mais participativo nas aulas são boas respostas para desenvolver uma aprendizagem ativa. Para o ensino a distância, a possibilidade de aulas por meio de transmissões ao vivo tendem a auxiliar neste processo. 

Um exemplo de metodologia ativa é a aprendizagem baseada em problemas, pode ser conhecida também como ABP ou até PBL (sigla para problem based learning). O formato desse método é que os alunos aprendam baseando-se na resolução de situações.

Outro modelo ativo é o Project Based Learning (PBL), que significa “aprendizagem baseada em projetos“. Neste método, os alunos são guiados a partir de uma pergunta ou um desafio, a partir disso, inicia-se o projeto em busca da resolução dessa questão. A pesquisa do conteúdo e a reflexão de como o desafio foi desenvolvido são partes fundamentais da aprendizagem baseada em projetos.

Ah, se você se interessa por educação, aproveite para ler 50 frases inspiradoras sobre o tema.

Metodologia de Ensino Eduscrum

O Eduscrum é uma metodologia relativamente nova, ela foi criada a partir do método scrum, um método ágil utilizado para a elaboração de projetos, inicialmente utilizados por setores de tecnologia, mas que hoje já são usados por diversos setores das empresas. Dessa forma, a metodologia eduscrum é a aplicação da metodologia scrum no contexto educacional. 

Um dos principais mecanismos para esse método funcionar é a separação dos alunos em pequenos grupos de até 4 alunos para desenvolvimento dos projetos. A partir disso, define-se um líder de time que será responsável por reportar o andamento das atividades ao professor, que será um Scrum Master. Vale lembrar que o líder de time é alterado a cada rodada de um novo projeto, com o objetivo que todos desenvolvam este papel de liderança. 

Os principais passos para aplicar o eduscrum são: divisão da turma em grupos, definição de projetos, tarefas de cada membro e reuniões. Essa metodologia faz com que os estudantes sejam mais autônomos e verdadeiros protagonistas. Além disso, o eduscrum incentiva o trabalho em equipe, isso faz com os estudantes tornem-se mais colaborativos e participativos. As reuniões facilitam a interação com o time e ainda desenvolvem habilidades comunicacionais.

Quer saber mais sobre essa metodologia de ensino? Baixe o nosso e-book sobre Eduscrum. Basta clicar aqui ou no banner abaixo. 

Ebook Scrum e Eduscrum

Método STEM

Outra metodologia de ensino inovadora é o método STEM, ela foca na multidisciplinaridade. É uma sigla de origem da língua inglesa, que significa: 

S: Science ou Ciências da Natureza

T: Tecnology ou Tecnologia

E: Engineering ou Engenharia

M: Mathematics ou Matemática

Como você deve ter percebido, a metodologia STEM é mais voltada para o ensino básico, mas o que podemos aprender com ela é o seu carácter multidisciplinar e voltado para a prática. 

Quem é professor, possivelmente já ouviu muitos alunos fazerem a seguinte pergunta: “Mas, por que eu preciso aprender tal disciplina?”. A metodologia STEM vai de encontro a esse questionamento, já que ela foca em aplicações práticas que aproximem-se mais do dia a dia do estudante.

Movimento maker

Outra metodologia de ensino inovadora é o movimento maker, a sua base é no conceito de conceito do DIY (“do it yourself”), que significa “faça você mesmo”. Esse método foca na experimentação, na descoberta e na prática. O objetivo é que os alunos sejam capazes de desenvolver mais autonomia, aprender com os seus erros e colocar a mão na massa.

A cultura maker tem suas bases na criação, inventividade e na solução de problemas. Um dos principais benefícios da aplicação dessa cultura na educação é fazer com que o aluno seja protagonista do seu próprio aprendizado, desenvolvendo-se de maneira mais criativa, mais autônoma e ampliando as possibilidades de fonte de aprendizado.

Programação e robótica são alguns exemplos de disciplinas que contribuem para a aplicação do movimento maker. Ademais, as atividades que são feitas de maneira mais colaborativa ajudam a elucidar essa metodologia.

Ensino híbrido

De todas as metodologias citadas, talvez o ensino híbrido seja uma das mais conhecidas, ele acontece com a junção de práticas de ensino presencial e ensino online. 

Um dos grandes potenciais para que essa metodologia funcione é exatamente a possibilidade de utilizar o que existe de melhor no modelo presencial e no modelo a distância.

Apesar de parecer um assunto recente, essa modalidade surgiu já há algumas décadas, tendo se popularizado especialmente a partir dos anos 90. De lá para cá, os professores e gestores educacionais vem estruturando modelos que se utilizem e se beneficiem com essa modalidade.

Confira algumas das vantagens dessa metodologia de ensino:

  • Desenvolvimento da autonomia dos estudantes
  • Redução de custos
  • Utilização da tecnologia de maneira mais eficiente
  • Maior engajamento dos alunos

Uma boa alternativa para aplicação do ensino híbrido é a utilização de videoaulas, para isso, uma plataforma EAD será essencial neste processo. Aproveite para conhecer a plataforma EAD da Sambatech. Clique aqui ou no banner abaixo.

Faça um Tour no Samba Tutor a Plataforma da Sambatech para gestão de cursos EAD

Definir uma metodologia de ensino é um dos pontos focais de uma instituição, a partir dela toda a construção do percurso de ensino-aprendizagem da escola ou curso irá acontecer. 

Continue aprofundando na leitura sobre métodos para a educação, leia o nosso artigo sobre metodologias ativas de aprendizagem, depois deixe o seu comentário sobre o que você achou do nosso texto!

Por: Camila Reis

Formada em Comunicação Social pela Puc Minas e pós graduada em Processos Criativos pela mesma instituição, atua com comunicação desde 2013. Hoje, faz parte do time de marketing da Sambatech.

Contribua com este post nos comentários

[gs-fb-comments]