• Blog
  • >
  • EAD
  • Insights
  • Como incorporar a tecnologia na educação e melhorar a qualidade do ensino.

Como incorporar a tecnologia na educação e melhorar a qualidade do ensino.

Você já parou para pensar em como a tecnologia afeta a sua vida diariamente? Já pensou em tecnologias extremamente comuns hoje que não existiam há 3 ou 4 anos? As mudanças, hoje, são rápidas e constantes, e talvez seja por isso que nós nem as percebemos com tanta facilidade. Hoje, a tecnologia já impacta profundamente diversas áreas da sociedade, e uma das mais importantes, a educação, tem muito a se beneficiar com a tecnologia. A tecnologia na educação pode revolucionar o ensino, melhorar a aprendizagem dos alunos e a experiência em sala de aula dos professores.

Você já imaginou todas as possibilidades que existem para inserir a tecnologia na educação? Alguns exemplos são videoaulas, transmissões ao vivo, gamification e muito mais. Confira nesse artigo algumas ideias sobre tecnologia na educação e veja como as instituições de ensino podem inovar.

E se você se interessa pela tecnologia na educação, provavelmente se interessa por modelos inovadores de ensino, certo? Confira algumas metodologias ativas de aprendizagem e veja como elas podem garantir o sucesso da sua instituição de ensino.

metodologias ativas de aprendizagem para tecnologia na educacao

Por que apostar em tecnologia na educação?

Incorporar a tecnologia na educação deve ser visto como uma excelente maneira de tornar o ensino mais atrativo, mais engajador e, claro, mais efetivo. Hoje, existem diversas ferramentas que podem ser utilizadas em sala de aula – e até mesmo a distância – que podem servir muito bem para propósitos educacionais.

Com o atual estado da educação no país, fazer com que os alunos realmente se interessem e se relacionem com o conteúdo parece ser um dos maiores desafios que professores e gestores de instituições de ensino encontram. Os modelos de educação tradicional ainda são baseados em um ensino distante do aluno, no qual o foco parece ser sempre o professor. Nesses modelos, o aluno assume um papel passivo apenas de receber o conhecimento passado pelo professor, que, normalmente, se coloca na frente da sala para lecionar. Por causa desse modelo de ensino e aprendizagem, vários alunos se sentem distantes, possuem dificuldades para aprender e, consequentemente, ficam desmotivados e podem até mesmo abandonar o ensino.

As ferramentas tecnológicas educacionais poderiam ser utilizadas exatamente para evitar que esse distanciamento – e a evasão – aconteça. Apostando em metodologias que tragam o foco para o aluno, o coloque como protagonista do próprio aprendizado e ofereça formas de o atrair e o engajar as instituições de ensino podem não só atrair e reter mais alunos, mas também colocar seus cursos em altos níveis de sucesso e qualidade.

Então, a tecnologia na educação não é utilizada como fim em si mesma, mas como uma potente aliada na busca por um ensino de melhor qualidade e mais democrático no país.

Confira como a tecnologia pode ser incorporada na educação, sobretudo no ensino a distância.

Crescimento do ensino a distância no Brasil

O EAD no Brasil não para de crescer. Hoje, o ensino a distância no Brasil já beneficia mais de 1 milhão de estudantes que encontram nessa modalidade uma alternativa mais barata, flexível e cômoda de se estudar.

Antigamente o EAD era um tipo de ensino bastante mal visto, mas isso hoje já não é mais verdade. As pessoas já entendem que um diploma de um curso a distância vale exatamente o mesmo que um de um curso presencial. Por causa dessa maior confiança nas instituições de ensino, a variedade de ferramentas tecnológicas para o ensino a distância, e o investimento cada vez maior no EAD, o ensino a distância no Brasil está em crescimento acelerado há bastante tempo. 10 anos atrás o número de estudantes a distância era de cerca de 100 mil, ou seja, houve, na última década, o aumento de 1000% no número de estudantes.

Além disso, especialistas do mercado afirmam que a expectativa é de que, em cerca de 5 anos, já existam mais pessoas estudando a distância do que de forma presencial no Brasil.

Como a tecnologia na educação a distância influencia esse crescimento?

Em geral, cursos a distância tendem a ser mais inovadores e apostarem em novas formas de ensino. Videoaulas, transmissões ao vivo, gamification e plataformas profissionais de EAD são apenas alguns dos exemplos que fazem do ensino a distância tão completo e importante no país.

O fato de se poder estudar – até mesmo uma graduação completa – e assistir as aulas quando, onde e da forma que achar melhor é um enorme atrativo do ensino a distância. Com as rotinas tão aceleradas, muitas pessoas que buscam se capacitar e aprender coisas novas no pouco tempo livre encontram no ensino a distância a oportunidade perfeita para isso. Com tanto investimento e novas ferramentas voltadas para a melhoria da experiência dos estudantes e professores EAD, cada vez mais o ensino a distância oferece um ensino completo e atraente.

As plataformas profissionais (ou LMS), por exemplo, permitem que os gestores tenham total controle dos seus cursos, distribuam videoaulas, façam avaliações, tenham interação total com os alunos e muito mais, algo que era impensável na década passada.

Além disso, novas facilidades como o crescimento do acesso à internet via mobile também indicam novos caminho para a tecnologia na educação. Existem diversos aplicativos de cursos online que disponibilizam não só as aulas mas também exercícios extra diretamente nos dispositivos mobile dos alunos, como smartphones e tablets. Tudo isso mostra que existem diversas formas de incorporar a tecnologia na educação, sobretudo na educação a distância, e que todas essas ferramentas colaboram para um ensino cada vez mais atrativo e de qualidade.

Confira algumas formas que a tecnologia afeta a educação a seguir:

Como incorporar tecnologia na educação

O primeiro passo para incorporar com sucesso a tecnologia na educação é entender qual é o público da sua modalidade de ensino. Quem dá aula para o ensino médio encontra um público totalmente diferente em um curso de pós-graduação, certo? Então, para cada nível de ensino, é preciso pensar em qual melhor forma de incorporar essas ferramentas educacionais. Algumas delas, claro, podem ser utilizada pelos mais diversos públicos, desde que sejam utilizadas visando a melhoria do ensino.

Confira algumas formas de se utilizar ferramentas tecnológicas na educação e melhorar ainda mais o rendimento dos alunos e professores.

Videoaulas

Videoaulas são formatos de aula já antigos e consolidados, certo? Nem sempre! É claro que as videoaulas já são bastante utilizadas, mas ainda há diversas maneiras de crescimento relacionado aos vídeos online no ensino.

As videoaulas são essenciais para o sucesso de um curso EAD, mas ainda não são muito utilizadas em cursos presenciais. Para o EAD, ter uma aula em vídeo melhora a retenção de conhecimento por parte dos alunos, além de mantê-los mais interessados e engajados no conteúdo. Pense só, você preferiria aprender a montar um móvel lendo um longo manual de instrução ou assistindo a um tutorial em vídeo? Isso acontece porque nosso aprendizado, em geral, é mais visual, e por isso aprendemos com mais facilidade quando existe alguém nos ensinando. Por isso, para que um curso a distância tenha sucesso, é extremamente benéfico que os conteúdo sejam passados dessa forma.

Mas e para o ensino presencial, como utilizar as videoaulas?

Existem algumas metodologias ativas de aprendizagem, como a sala de aula invertida, que são bastante beneficiadas pelos vídeos online. Nesse modelo, o estudante tem um contato inicial com a matéria antes do momento da aula, indo para a sala de aula apenas sanar dúvidas e resolver exercícios interagindo com os professores e tutores. Esse método apresenta uma forma de otimizar o tempo da aula – que em geral é bastante curto – e potencializar o ensino. Então, que tal apostar em uma videoaula para o momento da introdução do conteúdo? Da mesma forma, é uma maneira mais atrativa e efetiva de ensinar novas matérias.

Quer saber mais sobre outras vantagens e importância dos vídeos online para o ensino a distância? Confira nesse material gratuito clicando aqui ou na imagem abaixo.

importancia de videos online para a tecnologia na educacao

LMS

Você sabe o que é um LMS? Provavelmente já teve contato com algum na vida, especialmente nas universidades. O LMS (Learning Management System) é uma plataforma virtual de aprendizagem, no qual os cursos online (ou até mesmo presenciais e semipresenciais) são geridos pelos professores e instrutores. Algumas plataformas grátis (como Moodle) são bastante conhecidas e utilizadas pelo mundo.

A diferença entre esse tipo de plataforma gratuita e as LMS profissionais, porém, é o que realmente pode ser o que levará seu curso online para outro patamar. As plataformas profissionais possuem diversas ferramentas completas que são voltadas para a melhoria da experiência dos alunos, como a possibilidade de adicionar materiais extra (pdf, por exemplo), a rapidez na hora de encontrar informações, a facilidade da interação entre professores e alunos e muito mais.

Se você faz um curso online, imagine perder provas e atividades avaliativas por causa da dificuldade de utilizar a plataforma do curso? Com certeza esse tipo de problema afasta alunos e pode até causar o descontentamento com o curso, levando à evasão. Uma plataforma que seja completa e de fácil utilização é uma excelente forma de apostar na tecnologia na educação buscando melhorar a experiência de alunos e professores.

Veja só algumas das ferramentas e vantagens que um LMS oferece:

  • Personalização: Deixar a plataforma educacional com a cara do seu curso, sua marca e da sua instituição de ensino. Pode parecer trivial, mas um bom posicionamento de marca com uma identidade visual consolidada pode ser o diferencial entre você e o concorrente.
  • Suporte para vídeos: Como já mencionado no ponto anterior, os vídeos online são essenciais para o sucesso de um projeto EAD. Ter uma plataforma EAD que permita a distribuição desses vídeos é um diferencial para o seu projeto.
  • Interatividade: Não é porque um curso é a distância que não há interação entre professores e alunos, pelo contrário, ela é ainda mais importante. Um chat integrado, por exemplo, facilita a comunicação entre professores e alunos e melhora a experiência dos usuários da plataforma.
  • Avaliações: as avaliações são partes importantes dos cursos, e por isso devem ser levadas a sério, tanto pela instituição, quanto pelos alunos. Em um LMS, é possível agendar avaliações, dar notas e até mesmo ter uma correção automatizada, tudo feito diretamente na própria plataforma.
  • Integração: por último, a possibilidade de integrar o LMS com outros sites pode facilitar diversos aspectos do seu curso. Por exemplo, é possível integrar o seu LMS com um site de pagamento integrado, facilitando ainda mais a venda dos cursos.

Essas são só algumas ferramentas que um LMS pode proporcionar, afinal, elas são inúmeras! Uma plataforma EAD profissional é uma excelente forma de investir um pouco mais na tecnologia na educação.

Gamification

Gamification vem da palavra game, que, em inglês, significa jogo. Então, gamification é utilização de jogos em contextos educacionais e é, também, uma excelente forma de incorporar a tecnologia na educação.

Jogos são capazes de prender nossa atenção por horas, inclusive, para alguns jovens, é até difícil fazer com que eles larguem os jogos e estudem, não é mesmo? Então, por que não juntar as duas coisas e oferecer jogos que também ensinem algo?

Trazendo jogos para o contexto educacional você consegue, de uma forma engajadora, inovadora, atraente e divertida, levar conteúdo aos alunos, além de estimular uma competição saudável. Em geral, as pessoas adoram competir e superar não só aos outros, mas a si mesmos também. Por exemplo, se um aluno tem um desempenho médio em algum jogo, provavelmente ficará estimulado a estudar mais e melhorar o desempenho no próximo.

Então, utilizar jogos na educação possui diversas vantagens no aspecto do desenvolvimento dos alunos e retenção de conteúdo. Por meio dos jogos, com feedbacks rápidos e estímulo competitivo, os alunos buscam aprender ainda mais e se tornam verdadeiros protagonistas no seu aprendizado.

Aprenda mais sobre gamificação no infográfico gratuito abaixo e veja como essa técnica pode melhorar a qualidade dos seus cursos!

infografico sobre gamification para incorporar tecnologia na educacao

Transmissões ao vivo

Uma transmissão ao vivo é uma excelente forma de gerar engajamento a distância. De certa forma, uma transmissão ao vivo aproxima os alunos EAD do professor e do conteúdo, além de ser bastante atrativo e divertido.

Uma forma efetiva de utilizar a transmissão ao vivo na educação é uma aula de revisão de conteúdo antes de uma prova importante, por exemplo. Vários cursos EAD voltados para o ENEM já usam desses chamados ‘aulões’ para engajar alunos e, às vezes, até conquistar novos. A transmissão ao vivo também pode ser usada, de forma gratuita, para divulgar sua instituição de ensino e captar novos alunos.

Esse contato inicial com o conteúdo do curso, os professores e o método de ensino servem para diminuir a desconfiança e aumentar a chance de conversão de um possível aluno em aluno. Em geral, as pessoas ficam reticentes na hora de comprar um curso que não conhecem exatamente como funciona, afinal, um curso é um comprometimento de longo prazo e ninguém começa já pensando em abandonar.

Então, aposte em uma transmissão ao vivo periódica para atrair novos alunos e manter os alunos engajados com o seu curso e o seu conteúdo!

Realidade aumentada e realidade virtual

Já pensou em formas de incorporar a realidade virtual e a realidade aumentada na educação? Imagine só ensinar seus alunos sobre civilizações antigas e depois permitir que eles visitem aquele local? É claro que, na realidade, essa visita não é possível, mas utilizando a tecnologia na educação você consegue chegar bem perto disso.

A utilização dessas ferramentas, hoje em dia, já é bem mais comum do que era há poucos anos. Diversas instituições já apostam na realidade virtual em contextos educacionais e ela é um enorme atrativo na hora de conquistar novos alunos.

E aí, viu como é possível incorporar a tecnologia na educação de diversas formas? Hoje em dia, as instituições de ensino e empresas de tecnologia já viram o potencial que possuem para engajar, encantar e ensinar cada vez mais pessoas, com bastante inovação e, claro, qualidade. Existem muitas maneiras de adotar ferramentas tecnológicas para cursos, tanto presenciais quanto a distância, e tenho certeza que alguma pode ser a que irá levar o seu curso para um novo patamar!

Se você conhece outras dicas para a tecnologia na educação, deixe um comentário e conte para a gente como essas ferramentas melhoraram a sua experiência educacional! Além disso, você pode assistir a esse minicurso gratuito sobre como criar o seu curso online, que vai te auxiliar desde a gravação das aulas até a venda do seu conteúdo!Abraços e bons estudos.

minicurso tirar seu curso online do papel para incorporar tecnologia na educacao

Por: Débora Gomes

Produtora de conteúdo no Blog da Samba, trabalha com marketing digital com foco em atração por meio de estratégias de conteúdo e SEO.

Contribua com este post nos comentários