Onboarding e gamificação: aprenda estratégias para ter um treinamento de sucesso.

Onboarding e gamificação: aprenda estratégias para ter um treinamento de sucesso.

O que é onboarding?

O onboarding está a cada dia mais presente nas organizações. Afinal, esse tipo de treinamento causa bastante impacto na integração de um novo colaborador na empresa.

O objetivo do onboarding é fazer com que os calouros se adaptam com agilidade e eficiência a rotina de trabalho, ao clima e aos desafios diários.

No treinamento, o novo membro da sua equipe aprende diversas informações sobre o seu negócio, políticas da empresa, como trabalhar com eficiência, entre outras questões.

É fundamental deixar claro que o onboarding de uma empresa de comunicação será diferente da área de tecnologia. O modelo varia não só de atuação, mas também da cultura organizacional.

Um dos segredos para ter um onboarding de qualidade é mostrar para o calouro a cultura da empresa. Você deve aproveitar a oportunidade para explicar como ela funciona e quais são as suas particulares.

Além disso, deve-se encorajar os líderes do seu time a participar desse momento tão importante. Dessa forma, o novo contratado entrará com muita energia e alinhado com os valores da empresa. No entanto, grande parte das organizações têm dificuldades para implementar o treinamento. Para se ter uma ideia, elas não sabem nem por onde iniciar os seus trabalhos.

A Gamificação é um dos recursos que podem facilitar os processos no seu time. Por isso, vamos explicar neste artigo as principais informações sobre essa técnica. Quer descobrir como a gamificação pode ajudá-lo no onboarding? Você vai aprender neste artigo.

O que é gamificação?

Um dos grandes erros das empresas é criar um onboarding com palestras desgastantes e que não geram impacto na integração dos colaboradores.

A gamificação consegue trazer uma nova vida para o onboarding. Isso ocorre porque você poderá aplicar estratégias e dinâmicas de jogos durante o compartilhamento de aprendizado.

A ferramenta permite que os colaboradores aprendam como lidar com as situações que ocorrem em seu dia a dia. Por meio da tecnologia, são aplicados desafios e avaliações para engajar os alunos durante o processo de integração.

O mais interessante é que os colaboradores têm a possibilidade de participar de competições, desafiando outros membros da sua equipe.

Todos os recursos disponibilizados pela plataforma criam uma disputa saudável, além de garantir uma premiação para os primeiros colocados.

Dentre os recursos mais comuns oferecidos por um projeto de gamificação, pode-se encontrar as trilhas de conhecimento, missões e conquistas, rankings e avaliação de onboarding.

A gamificação pode ser usada em qualquer área, desde o administrativo até vendas. Existem também sistemas com funcionalidades para programas de liderança.

Os jogos, geralmente, são baseados em situações da empresa e que têm objetivos bem definidos.

No início das atividades, o jogador poderá ter dificuldades com a falta de experiência no segmento. A boa notícia é que aos poucos ele ficará mais confiante para escolher as melhores decisões do seu negócio.

Quais são os benefícios de usar a gamificação?

Sem dúvidas, a gamificação aumenta o engajamento dos colaboradores. Os brasileiros são apaixonados por jogos, especialmente quando envolve pontuações, ranking e recompensas.

A motivação também impacta bastante nos resultados do seu time, já que os colaboradores ficam mais empolgados para alcançar as metas e surpreender os gestores logo no início da parceria.

Os calouros da sua empresa conseguem absorver o conhecimento com mais facilidade na gamificação, pois o sistema permite usar várias mídias como textos, áudios, vídeos e os próprios jogos.

A gamificação faz com que o colaborador fique menos tímido nos primeiros dias de trabalho, facilitando a troca de conhecimento com todos os departamentos da empresa.

Os feedbacks também estão presentes nas ferramentas. Eles ajudam os integrantes da sua equipe a entender melhor o cenário da empresa e se estão desenvolvendo as atividades com eficiência.

É impressionante a quantidade de benefícios que a gamificação poderá trazer para o seu time!

Além das vantagens que mencionamos acima, pode-se destacar a possibilidade de competição saudável; premiação rápida e honesta e conhecimento adquirido com agilidade. 

Como usar a gamificação no onboarding?

Os benefícios da gamificação em seu onboarding não aparecem da noite para o dia. Você deve fazer uma boa implementação para evitar falhas durante a execução do projeto.

O primeiro passo para ter sucesso com a ferramenta é apresentar todos os recursos para os novos colaboradores. Não basta apenas criar um usuário e uma senha.

Para isso, vale explicar os objetivos da estratégia, os impactos que a ferramenta poderá trazer para o seu trabalho, quais são os elementos mais importantes do jogo (níveis, rankings etc), cases de sucesso, entre outros.

Estabeleça um objetivo.

O processo do onboarding não pode ser definido de qualquer forma. Você deve alinhar todos os elementos de acordo com a necessidade da sua empresa.

Portanto, reflita sobre como é a cultura da organização, quais são os resultados esperados pelos calouros, como eles ajudarão nas metas do seu time, entre outas questões. As respostas auxiliam a sua empresa a construir jogos mais completos e com resultados mais efetivos.

Estude o perfil dos colaboradores.

O desenvolvimento do seu onboarding depende do perfil dos novos contratos. Então, recomendamos que você estude bastante sobre cada detalhe dos funcionários. Assim, conseguirá criar jogos que estejam mais alinhados com a realidade atual deles.

Faça um bom planejamento.

Agora você deve definir as regras dos jogos, como será a operação e as recompensas para os colaboradores. Em relação a esse último caso, aposte em experiências para construir um momento incrível com os recém – contratados.

Monitore os resultados.

A sua empresa terá ainda muitos onboarding pela frente. Então, lembre-se de analisar os resultados dos jogos para conferir se eles estão alinhados de acordo com os seus objetivos.

A gamificação só trará um impacto positivo para o seu onbording se o sistema for de uma empresa que é referência no mercado.
O sistema também não pode ter jogos complicados ou que geram conflitos entre os colaboradores.

Afinal, o principal objetivo do onboarding é ensinar. Se você deixar esse processo mais complexo, provavelmente, perderá tempo, dinheiro e eficiência.

Agora que você já sabe como usar a gamificação no onboarding, aproveite a oportunidade e compartilhe conosco as suas dúvidas nos comentários abaixo.


Este artigo foi escrito pela equipe da Engage.bz!

Por: Autor Convidado

Eu sou um autor parceiro da Samba Tech :)

Contribua com este post nos comentários