Planejamento estratégico: como preparar a sua empresa para 2020.

Planejamento estratégico: como preparar a sua empresa para 2020.

“Você nasceu para vencer, mas para ser um vencedor você precisa planejar para vencer, se preparar para vencer, e esperar vencer.” – Zig Ziglar.

Essa frase do autor e palestrante motivacional Zig Ziglar traduz de forma brilhante importância desse momento que vivemos atualmente. O fechamento de uma ciclo e o início de uma nova década.

Se você está aqui, tenho certeza que possui grandes expectativas e ambições para o futuro. E com mais de 15 anos trabalhando com algumas das empresas e grupos de mídia do Brasil e do mundo, uma coisa que podemos perceber é que quando se trata de planejamento existem três tipos de pessoas/empresas:

  • As que não pensam nisso e tomam decisões baseadas unicamente no momento atual;
  • As que já possuem uma visão e uma ideia de como chegar lá;
  • Aquelas que realmente se preparam, entendem a importância de uma estratégia inteligente e clara para se conquistar quaisquer objetivos. 

Se você faz parte do terceiro grupo, ou entende a importância de se planejar adequadamente e quer saber em detalhes sobre como fazer isso de maneira eficaz, nós preparamos um passo a passo, mostrando todo o processo que usamos internamente todos os anos e demoramos anos para aperfeiçoar. 

Então vamos lá:

Trabalhe ao contrário.

A primeira coisa a se definir exatamente quais são os objetivos principais. Eles podem ser de número de clientes, faturamento, lucro, vendas, enfim… Cada negócio vai ter a sua peculiaridade, o importante é entender o que é importante para o seu contexto e para a sua empresa.

Esse passo deve guiar cada decisão da empresa e todas as ações dos colaboradores no dia a dia. 

“Não há nada mais inútil do que fazer de maneira extremamente eficiente algo que nem deveria ser feito.”  – Peter Drucker

Como estamos começando uma nova década é interessante considerar a possibilidade de se estabelecer metas para 2030, saber qual é o alvo ao fim da década e qual é o progresso que precisamos fazer ano a ano para acertá-lo. Porém é preciso entender que muita coisa muda em 10 anos, então também é igualmente importante ser flexível e se adaptar à entrada de novas tecnologias e outros concorrentes.

Faça uma retrospectiva de 2019.

Antes de começar a pensar nas ações para 2020, é importante entender um pouco do que deu certo ou não no ano que acabou.

a) Pense sobre as tendências no seu mercado em 2019.

Como elas surgiram e como elas podem nos ajudar a entender o que vem por aí.

b) Analise o bom; o mau; o feio.

Analise o que você fez no último ano, faça uma lista do que gerou resultados positivos, o que deu errado, o que precisa ser corrigido e quais foram os erros cometidos. É importante pensar sobre isso para fortalecer ainda mais o que funcionou e para não insistir em erros que podem custar caro para a sua empresa.

c) Comparar 2019 com 2018.

Faça uma comparação mês a mês:

Coloque no papel os indicadores mais importantes de janeiro de 2018 e janeiro de 2019, fevereiro com fevereiro e assim por diante. Pegue os melhores e piores meses para encontrar quais são as ações que produziram resultados ótimos, e quais são as que produziram resultados catastróficos. Devemos sempre aprender com tudo o que vivemos, bom e ruim, as lições estão lá. Se não fizermos isso, estamos condenados a repetir erros e não aproveitar ao máximo as coisas que funcionam e podem ajudar o negócio a crescer. 

Compare também os trimestres de 2018 e 2019 para fazer a mesma análise.

d) Oportunidades perdidas.

Quais foram as oportunidades não aproveitadas em 2019, o que a sua empresa poderia ter feito melhor, contatos, eventos, clientes… liste tudo!

e) Faça uma análise SWOT.

Essa é uma ferramenta muito usada na etapa de planejamento de qualquer empresa. Ela permite que você avalie o cenário do último ano de forma objetiva. Ela é super simples, consiste apenas em preencher a matriz abaixo com as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças do último ano. Você sabe quais foram as suas!

Fonte: https://www.scopi.com.br/blog/planejando-com-matriz-swot/

Pense nas possíveis ameaças para 2020.

Esse passo é bem tranquilo e rápido, mas também é essencial para não ser pego de surpresa e se preparar para possíveis cenários que podem ameaçar a sua empresa. As empresas de maior sucesso sabem exatamente quais são as suas vulnerabilidades e possuem planos inteligentes para superar essas adversidades. No fim das contas, todos sabemos que vamos enfrentar desafios pelo caminho e o que vai diferenciar empresas de sucesso para as que fracassam é a forma de lidar com eles.

Faça uma lista das possíveis ameaças que envolvem:

  • A sua indústria (concorrentes, novos produtos e novas tecnologias);
  • Política;
  • Economia;
  • Regulamentação (já existe algum projeto de lei que pode afetar o seu negócio?);
  • Aspectos pessoais (saúde, família…)

Ações para 2020.

Agora vamos para a parte prática. Como chegar no seu sonho, quais são as ações que vão ser necessárias para que a sua empresa conquiste cada um objetivos traçados? Como por exemplo:

  • Lançamento de novos produtos;
  • Novas contratações;
  • Novo plano de marketing (detalhar qual é o plano)

Não deixe de listar qual é a ação e qual é o resultado esperado. Assim será possível entender se o plano está funcionando, e se necessário, mudar as ações para ter sucesso. Existem inúmeros caminhos para se chegar a um destino, nem todos vão funcionar e é preciso interpretar rápido os resultados para corrigir a rota.

Números para acompanhar.

Você sabe quais são as suas KPIs? Espera… você sabe o que são KPIs? Vou explicar de um jeito rápido e simples:

KPIs nada mais são que os seus indicadores chave de performance (a sigla em inglês significa Key Performance Indicators) e isso não é nenhum bicho de sete cabeças. Não existe uma fórmula pronta para definir quais são as KPIs do seu negócio, você vai precisar entender o que é mais importante medir.

Na maioria dos casos acaba sendo o faturamento ou o número de usuários, dependendo do modelo de negócios.

Mas definir não é o mais importante. As grandes empresas fazem isso principalmente para ter um entendimento profundo do que realmente importa no negócio. Por exemplo, se a sua KPI é faturamento, a principal pergunta a se fazer é o que pode afetar esse indicador. Como por exemplo o número de clientes, o quanto cada cliente gasta com a sua solução e qual é a frequência com que esses clientes compram de você.

Calendário.

Por último, para construir um planejamento estratégico completo é imprescindível que você faça um calendário e destaque todas as datas importantes do ano. Podem ser dias comemorativos, ou prazos de projetos relevantes para a sua empresa. Assim você pode planejar com antecedência o que fazer e também terá certeza de que não vai deixar passar nenhum dia importante do ano para a sua audiência. Aqui na Samba dividimos da seguinte forma:

Janeiro:

  • 8: dia da fotografia e dia do fotógrafo

Fevereiro:

  • 1: Dia do Publicitário
  • 4: Criação do Facebook
  • 9: Oscar
  • 25: Carnaval 
  • 26: Quarta-Feira de Cinzas

Com esse calendário criado você se coloca na lista das poucas empresas que estão realmente se planejando para vencer e largando na frente de 99% do mercado. 

Que 2020 seja o melhor ano de nossas vidas!

Por: Arthur Pelegrino

Arthur é especialista em mídia paga na Samba Tech. :)

Contribua com este post nos comentários