5 dicas para medir ROI em vídeos online

Você trabalha com streaming de vídeos, mas sabe se esses vídeos estão trabalhando por você? A sua iniciativa de vídeos está trazendo os resultados necessários para se justificar?

Não importa qual o tipo de estratégia com vídeos sua empresa planejou – seja para comunicação interna, TV na internet, transmissão ao vivo, ou e-commerce – você deve mostrar que está trazendo os resultados esperados. No entanto, medir o retorno sobre investimento (ROI) desse tipo de projeto pode exigir alguns conhecimentos. Pensando nisso, levantei 5 práticas que irão te ajudar a controlar esse retorno, já que se a estratégia não se pagar, ninguém irá utilizá-la.

1.    Identifique seus objetivos

A maneira mais simples de medir o ROI é decidindo o que você espera alcançar com aquele conteúdo e ver se isso está sendo feito. Quem você está tentando atingir? Que mensagem está tentando passar? Somente quando seus objetivos de comunicação estão identificados é que fica possível vislumbrar os retornos que se espera alcançar com a implementação dos vídeos.

Para aquelas empresas que são novas nesse mundo do vídeo streaming, talvez um simples cálculo de ROI seja o ideal nesse caso. Uma matemática que é muito tranquila, por exemplo, é determinar as economias com custos de viagens. Usar vídeos significa que as pessoas podem fazer treinamentos virtualmente. Basta calcular o quanto se economizou com hotel e avião em cada caso e abraçar a causa dos vídeos online.

2.    Procure por benefícios

Em busca do tão sonhado retorno sobre o investimento, para projetos de vídeos online, você precisará ser criativo. Você consegue reunir toda a informação do time comercial mais rapidamente? Ter essa rapidez leva a um incremento de vendas? Você estará, entretanto, em meios à benefícios intangíveis, e o conhecimento é algo difícil de se medir. O mercado aponta o uso de vídeo streaming dentro das organizações como a próxima ferramenta de comunicação, em alguns casos substituindo o telefone. Por isso, você deve identificar os pontos exatos nos quais os ganhos são inerentes à troca de tecnologia e utilizá-los como argumentos.

3.    Seja fanático por números

Se você estiver utilizando uma plataforma de vídeos online profissional, não deixe de aproveitar dos relatórios analíticos que são oferecidos. Informações como os conteúdos mais acessados, a hora do dia em que as pessoas assistem, ou até mesmo a taxa de retenção de determinado vídeo irão te ajudar a construir uma forte base de argumentação a favor do uso de vídeos online.

4.    Economize com suporte ao cliente

Vídeos de suporte e tutorial dentro do website podem ajudar seus clientes e colaboradores a aprenderem por conta própria. O conteúdo nessa nova mídia digital pode substituir os grandes livros de treinamento, gerando mais engajamento com menor investimento.

5.    Procure por horas de trabalho economizadas

Tarefas repetitivas geralmente são uma boa opção para a geração de conteúdo em vídeo. Se a sua empresa possui profissionais que, constantemente, treinam colaboradores recém contratados, você deveria considerar a utilização de uma plataforma para automatizar esse processo. As horas de trabalho economizadas nessa situação podem ser investidas em treinamentos mais específicos e devem ser consideradas na equação final ao se medir o ROI.

Espero que essas dicas que compartilhei com vocês, sirvam para suas empresas ou para as quais trabalham!

Por: Samba Tech

A Samba Tech é uma das empresas mais inovadoras do mundo, segundo a Fast Company, e é referência no mercado de vídeos online. Nossa empresa garante infraestrutura de alta qualidade para venda, distribuição, gerenciamento e armazenamento de vídeos e ajuda pessoas e empresas a terem mais sucesso, independentemente do seu objetivo.

Contribua com este post nos comentários