Como calcular turnover na sua empresa e evitá-lo.

Se você possui uma empresa ou está começando a empreender e contratar colaboradores, mas ainda não está familiarizado com o conceito de turnover, é hora de mudar essa realidade.

Saber como calcular o turnover do seu negócio é essencial para que você consiga medir a sua capacidade de reter talentos e assim se desenvolver nessa tão importante área de uma empresa.

Já quer descobrir como calcular o turnover da sua companhia? Neste artigo você terá acesso a uma explicação geral sobre o conceito e depois disso te ensinaremos a calcular vários tipos diferentes de turnover. Acompanhe!

O que é turnover?

O turnover é um termo utilizado para falar do cálculo de rotatividade dos funcionários.

É normal que as empresas possuam uma certa rotatividade entre seus colaboradores e isso pode acontecer por diversos fatores: por causa da alta competitividade do mercado, por questões pessoais dos funcionários, como uma mudança de cidade, ou até mesmo pela baixa capacidade da empresa em reter os seus talentos.

Em casos nos quais o turnover de uma empresa é alto por causa do terceiro exemplo, o alerta deve ser ligado e o cuidado redobrado, pois algo de errado está acontecendo. De toda forma, saber como calcular turnover é um passo importante para descobrir possíveis falhas no processo de contratação ou de retenção de talentos do seu negócio.

Hoje em dia, há diversas fórmulas para cálculo de turnover já criadas e que se adaptam a diferentes situações, assim você conseguirá utilizar a que mais se assemelha às necessidades do seu empreendimento. Abaixo separamos as principais fórmulas para te ajudar a calcular o turnover do seu negócio.

4 fórmulas para calcular o turnover do seu negócio

1. Como calcular o turnover de forma geral:

Esta fórmula reflete o cálculo de turnover geral, uma vez que ela considera tanto contratações como aquisições. Por este motivo, utilize este cálculo quando quiser ter uma visão geral da movimentação da empresa.

Para fazer o cálculo você precisará somar o número de contratações e o número de desligamentos. Depois disso, divida o valor por 2 e em seguida divida o resultado pelo número total de funcionários da empresa.

Cálculo de Turnover

Caso você deseje fazer uma comparação de mercado, o turnover geral médio das empresas brasileiras gira em torno dos 43%.

2. Como calcular turnover de funcionários desligados, maneira 1:

Em alguns casos, o cálculo do turnover geral pode não ser efetivo, principalmente para empresas com taxas elevadas de crescimento.

Imagine que anualmente você triplique a sua receita e que por consequência disso tenha que dobrar o seu número de funcionários. Em casos como este, usar os funcionários admitidos na fórmula para calcular o turnover pode ser um problema.

Por isso, para as empresas que querem medir a eficiência na hora de reter os seus talentos, o recomendado é utilizar uma fórmula de turnover que considera apenas os desligamentos. Sendo assim, basta dividir o número total de desligados pelo número total de funcionários.

Turnover de desligados

3. Como calcular turnover de funcionários desligados, maneira 2.

Esta é uma evolução da fórmula anterior. Nesta segunda versão de como calcular turnover de desligados, fazemos uma separação entre tipos de desligamento: colaboradores que foram demitidos e colaboradores que pediram demissão.

A separação entre os desligamentos te ajudará a entender onde está o maior problema do seu negócio e assim será possível tomar as medidas certas para resolvê-lo. Veja só:

  1. No primeiro caso, para colaboradores que foram demitidos, se o turnover estiver alto, significa que existe um problema na hora da contratação dos funcionários. Se muitos funcionários tiveram que ser demitidos, podemos inferir que o atual processo de recrutamento da sua empresa pode não ser o ideal para o seu tipo de negócio. Além de pessoas com baixo desempenho, o que pode estar acontecendo é a contratação de pessoas com pouco ou nenhum fit com a cultura da sua empresa, por isso tome cuidado com este ponto!
  2. No segundo caso, para colaboradores que podem demissão, a hipótese mais forte é que o seu negócio está falhando na hora de reter os talentos contratados. Se esta for a situação do seu negócio, será necessário tomar providências para trabalhar na retenção dos seus colaboradores. No artigo deste link, te damos algumas dicas para te ajudar a trabalhar na retenção de talentos da sua empresa.

Para ambos os casos, a fórmula é bastante parecida.

Caso 1: Divida o número de desligados que foram demitidos pelo número total de funcionários.

turnover-desligados-passivos

Caso 2: Divida o número de desligados que pediram demissão pelo número total de funcionários.

turnover-desligados-ativos

4. Como calcular turnover de admissão

Este é um importante cálculo para que a sua empresa seja capaz de avaliar a qualidade do processo de recrutamento e seleção. A fórmula mede a rotatividade de contratações recentes, focada em desligamentos de funcionários com contratação inferior a 6 meses.

Para esta fórmula você precisará dividir o número de colaboradores desligados com menos de 6 meses pelo número total de funcionários.

turnover-6meses

Conclusão

Saber como calcular o turnover da sua empresa é essencial na hora de verificar a capacidade do seu negócio em reter talentos. Lembre-se que o mercado tem se tornado cada vez mais competitivo e por isso o trabalho de retenção de talentos tem ganhado maiores proporções.

Faça o exercício de aplicar uma das fórmulas de cálculo de turnover que mais se adeque ao seu negócio para calcular como anda a sua capacidade de retenção. Depois disso, caso os resultados sejam muito altos, tente entender os motivos da taxa elevada. Se os resultados forem positivos, não se esqueça de continuar trabalhando para que eles continuem assim. De um jeito ou de outro, é sempre importante continuar trabalhando na retenção de talentos da sua empresa.

Uma ótima forma de evitar o turnover pode ser, inclusive, investir em treinamentos corporativos de alto nível que, além de engajarem mais os colaboradores com a sua empresa, podem ajudar a melhorar a produtividade.

Confira nosso material sobre o assunto e veja como criar excelentes treinamentos em vídeo que vão cumprir o objetivo e, ainda por cima, ajudar sua empresa a economizar nos treinamentos.

criar treinamentos corporativos em video para evitar turnover

Por: Débora Gomes

Produtora de conteúdo no Blog da Samba, trabalha com marketing digital com foco em atração por meio de estratégias de conteúdo e SEO.

Contribua com este post nos comentários