• Blog
  • >
  • Insights
  • Como criar um curso de EAD com baixo investimento (e alta qualidade)

Como criar um curso de EAD com baixo investimento (e alta qualidade)

O mercado de educação tem passado por mudanças significativas e uma das principais é em relação à forma como o conteúdo é entregue aos alunos. Cada vez mais a educação a distância tem se popularizado e isso representa um benefício não só para os alunos, que têm acesso a mais conhecimento independente de barreiras físicas ou geográficas, mas também para quem produz conteúdo, uma vez que ele impacta mais pessoas e de forma muito mais simples.

Diante disso, criar um curso EAD se tornou um excelente negócio para professores, profissionais da educação e especialistas. Porém, quando decide seguir essa tendência, muita gente acaba esbarrando na questão do investimento. Afinal, por ser um tipo de atividade relativamente nova, com a qual a maioria das pessoas não está familiarizada, por falta de conhecimento e experiência, há quem acabe gastando muito dinheiro e tempo na criação desses cursos.

Porém, ao contrário do que possa parecer, criar um curso online EAD não é uma tarefa que exige altos investimentos. Com bastante estudo e entendimento sobre o processo de desenvolvimento de um curso e a estrutura necessária, é possível economizar muito no projeto – do início ao fim.

Você quer começar a trabalhar com EAD e quer garantir que seu investimento não será exorbitante, garantindo a sustentabilidade e qualidade do projeto? Então continue lendo este artigo pois, a seguir, vamos dar dicas valiosas para economizar dinheiro!

E antes de começar, você também pode gostar deste material sobre as profissões mais quentes para criar cursos online. Será que a sua está no meio?

profissoes quentes cursos ead


Como criar um curso EAD com baixo investimento (e alta qualidade)

01. Conheça o processo de criação e saiba o que você vai precisar do início ao fim

Antes de começar a montar um curso online, independente do tipo que ele for, é preciso entender que esse processo se dá basicamente em 4 etapas. Elas são:

– Planejamento: quando você vai estruturar o curso e definir seus objetivos e funcionamento.

– Produção do conteúdo: quando você vai montar os materiais que serão disponibilizados no curso.

– Subir o conteúdo para a internet: aqui você deve escolher uma plataforma segura e estável para colocar seu conteúdo e montar o site em que vai exibir os conteúdos.

– Divulgar e vender: com tudo pronto, é hora de investir na divulgação do seu curso e começar a vender. Redes sociais, emails e anúncios serão seus aliados nesse momento.

Todo processo parece complicado e demorado, mas você vai descobrir que na verdade é tudo uma questão de organização e estratégia. Neste outro artigo aqui, nós detalhamos essas 4 etapas para mostrar que qualquer um pode criar seus cursos, independente do seu nível de experiência.

E acredite: apenas conhecer esse processo de ponta a ponta vai te ajudar (e muito) a economizar com a criação de cursos online. A seguir, vamos te dar dicas para salvar seu orçamento em cada uma das etapas.

02. Faça um bom estudo de mercado e segmente seu público

A etapa de planejamento dos cursos é uma das mais importantes de todo o processo de criação de um EAD. Nela você vai conseguir direcionamento para todas as outras partes de estruturação do conteúdo e da estratégia e é por isso que você deve executá-la com cuidado e perfeição. E uma das coisas mais importantes nesse momento e que pode te ajudar a economizar em todas as outras etapas é fazer um bom estudo de mercado e compreender seu público.

Antes de começar a criar um curso online é preciso pensar:

– Qual será o tema do meu EAD? Existe demanda para ele?

– Como está o mercado para quem investe nesse assunto? Quem são meus concorrentes em potencial? Eles estão dando certo? O que eu posso aprender com eles?

– Quem é o público do meu projeto? Eu consigo defini-lo precisamente? De que forma eu consigo impactar essas pessoas na internet com meu conteúdo?

Isso vai evitar que você crie algo fadado ao fracasso ou, pior ainda, que você gaste rios de dinheiro em um projeto que não tem aderência e valor para o público. Muita gente começa a criar cursos e conteúdos sem ter noção do contexto geral do mercado e pode acabar gastando muito para conseguir criar alguma demanda para o que está sendo oferecido ou para encontrar o público certo apenas indo por tentativa e erro.

Por isso, capriche nesse momento! Se quiser, dê uma olhada neste conteúdo sobre nichos de mercado para entender mais sobre o assunto e encontrar o seu.

nichos de mercado

03. Reaproveite conteúdo

Na etapa de produção dos conteúdos para seu curso é quando você mais pode economizar. Desde a organização dos materiais até a produção dos vídeos, tudo pode ser simplificado e pensado para economizar seu tempo e dinheiro.

Pensando nisso, nossa primeira dica de produção é: reaproveite conteúdo. Afinal, em vez de gastar uma quantia considerável produzindo conteúdo do zero, por que não reaproveitar aquilo de valioso que você já tem?

Desde material de outros cursos, até conteúdo impresso e apresentações de slides, muita coisa pode ser reaproveitada e usada em seu curso online. Basta organizar e adaptar esses conteúdos para a realidade do EAD.

Uma aula presencial pode servir como base para criar uma aula online, seus slides de suporte podem se tornar o material principal em um vídeo com narração, seu conteúdo impresso pode ser digitalizado e utilizado como material de apoio e muito mais!

Lembre-se apenas que todo conteúdo reaproveitado deve ser adaptado ao ambiente digital e ao contexto do seu curso. Pense no tamanho, linguagem, design e outros pontos relevantes para o bom aproveitamento dos alunos.

03. Use ferramentas para simplificar processos

Quando se trata de criação de conteúdo, principalmente quando isso envolve edição de vídeos e criação de imagens, muita gente fica inseguro e pode até acabar desistindo do projeto por achar que não consegue fazer o que é necessário.

Porém, apesar de ser sempre recomendado contar com profissionais para te auxiliar na produção dos vídeos e design do curso como um todo, caso o orçamento esteja apertado e você queira manter a alta qualidade dos conteúdos, já existem diversas ferramentas que podem facilitar muito sua vida e deixar esses processos visuais mais simples. A seguir listamos alguns exemplos:

Flimbo: é uma plataforma online focada na construção de imagens para todas as ocasiões. A partir de templates especiais é possível criar suas próprias imagens personalizadas e fazer apresentações, thumbnails, conteúdo para redes sociais, ebooks e muito mais.

Powtoon: essa plataforma é totalmente voltada para a criação de animações em vídeo. De forma muito simples, em poucos minutos é possível criar suas próprias vinhetas, vídeos explicativos e esquemas.

Camtasia: essa ferramenta, além de funcionar muito bem como um editor de vídeos, vai facilitar sua vida na hora de fazer screencasts e materiais desse tipo. Ela é fácil de usar e bastante completa!

Showbox: com o Showbox você edita vídeos rapidamente e de forma muito simples. A plataforma online possui diversos templates para suportar suas criações e você pode fazer seus conteúdos muito mais rápido e com excelente qualidade.

04. Trabalhe com materiais complementares gratuitos

Mesmo que você não tenha orçamento para investir na produção de conteúdos complementares à seus cursos de EAD, indicar conteúdo gratuito para complementar os cursos é excelente para engajar seu aluno com os assuntos abordados e fazer com que ele aproveite mais as aulas e amplie seus conhecimentos.

Sugira conteúdos complementares, como artigos, livros e filmes. Muita coisa pode ser encontrada em domínio público ou em bases de conhecimento acadêmico e pode ser facilmente acessada pelos alunos. Também é sempre bom indicar bons fóruns e grupos nas redes sociais, dos quais o aluno pode fazer parte.

Apenas lembre-se de nunca incentivar a pirataria e o consumo de conteúdo ilegal na internet! Se for indicar algum outro material que não é gratuito, nunca indique links de arquivos piratas ou fontes de venda não autorizadas.

05. Simplifique sua produção de vídeos

Quando o assunto é EAD, muita gente pensa que a pior e mais custosa parte é a produção de vídeos. Mas isso não é verdade! Com a preparação certa e alguns cuidados, qualquer pessoa pode gravar seus vídeos com uma boa qualidade e – o melhor – sem gastar muito dinheiro!

A seguir separamos algumas dicas para te ajudar nessa parte:

– Tenha uma boa estrutura de gravação

Acredite ou não, ter um espaço adequado para fazer suas gravações é o primeiro passo para conseguir economizar tempo e dinheiro com a produção de vídeos.

Com um espaço preparado para gravar os vídeos, você terá menos problemas com áudio, iluminação, interrupções e, consequentemente, terá menos problemas na etapa de edição do conteúdo e menos retrabalho.  

– Não tenha medo de improvisar

Você sabia que dá pra fazer uma luz softbox usando papel alumínio, papelão e uma lâmpada? Que seu celular pode ser improvisado como um microfone? Ou que você pode criar filtros para suas lentes com papel celofane?

Contar com equipamentos de ponta é muito bom. Porém, você nunca deve ter medo de improvisar e de fazer o melhor possível usando aquilo que você tem. Estude, procure bons tutoriais e coloque a mão na massa para criar ferramentas incríveis!

– Faça suas próprias narrações

Como citamos ali em cima, uma boa forma de economizar com EAD é aproveitando materiais que você já tem. Nesse sentido, algo excelente é começar a fazer suas próprias narrações para inserir em apresentações de slides, análises de imagens, correções de exercícios e muito mais!

Com um bom microfone e um ambiente silencioso e livre de ecos, você consegue gravar suas narrações rapidamente e sobrepor com a imagem que quiser. Aproveite!

– Aprenda a usar screencasts

Precisa mostrar como realizar algum processo no computador e um texto não é suficiente? Que tal fazer um vídeo usando uma ferramenta de captura de tela?!

Dessa forma, você pode gravar tudo que está acontecendo em sua tela e seus alunos poderão entender melhor o passo a passo daquilo que você quer ensinar, enriquecendo sua experiência. Existem softwares que fazem isso gratuitamente e você ainda pode inserir narrações e efeitos por cima do vídeo para conseguir um melhor resultado final.

E para que você aprenda mais sobre produção de vídeos com baixo orçamento, desde o roteiro até a pós produção, nós recomendamos também que você assista esse minicurso sobre o assunto. Ele será o suficiente para que você comece a gravar seus conteúdos sem medo!

gravar videos com baixo orcamento

06. Trabalhe com uma estrutura de vídeos confiável

Na terceira etapa da criação de um curso EAD, você deve escolher a estrutura tecnológica que irá suportar os conteúdos e começar a trabalhar na criação do media center em que eles serão exibidos.

Nesse momento, você pode até querer economizar, mas nunca deve abrir mão da qualidade da infraestrutura, pois, caso contrário, o que parecia vantagem pode acabar se tornando um baita prejuízo.

Se você não pretende ganhar dinheiro com seus cursos ou transformá-los em algo profissional e sustentável, você pode até trabalhar com plataformas gratuitas de hospedagem de conteúdo, como o YouTube ou o Vimeo. Porém, se você quer ter um EAD profissional, com o qual você construirá um negócio, a dica é que você invista em uma estrutura que seja estável, segura e que garanta a você total controle do conteúdo e de quem o acessa.

Caso você não se preocupe com todas essas coisas e contrate uma plataforma pelo preço e não pela qualidade, pode acabar tendo inúmeros problemas como: pirataria do conteúdo e distribuição ilegal dos materiais, travamentos, instabilidades, dificuldade de retenção e fidelização dos alunos e muito mais. Isso tudo irá resultar em perda de audiência, de autoridade e, principalmente de dinheiro. Portanto capriche na escolha!

Nesse caso, para ter bons resultados, você pode tanto contratar apenas a plataforma de vídeos, que deixará seus vídeos protegidos e estáveis, e pagar pela criação da estrutura de media center de forma separada; quanto optar por um serviço que entregue o media center e a plataforma juntos. Você pode ver mais sobre cada opção clicando aqui para conhecer como funciona a plataforma ou aqui para ver como é possível ter o media center + plataforma.   

07. Trabalhe para alcançar sua audiência de forma orgânica

De forma geral, todo projeto em sua fase inicial precisa de investimentos em marketing e divulgação. E com os cursos EAD não é diferente. Para ter sucesso, é importante investir em um bom plano de marketing, ter uma estratégia definida para diferentes canais, criar conteúdo e etc.

Porém, nem só de anúncios precisa viver o seu curso online! Buscar por publicidade orgânica ainda é essencial e, principalmente a longo prazo, pode te ajudar a economizar muito.

Por isso, desde o início do curso, invista em um bom SEO para seu site e para seus vídeos, crie conteúdo otimizado para busca e invista em uma boa estratégia de divulgação nas redes sociais. Isso tudo é de graça e vai te ajudar a conseguir mais tráfego para seu canal!

Além do mais, monte também estratégias de email marketing, trabalhando com os contatos que você já tem e formando parcerias para obter mais. Hoje existem diversas ferramentas que fazem disparos de email de forma gratuita e você pode utilizá-las para engajar sua audiência e mantê-la atualizada sobre o mercado e novos cursos.


Viu que é totalmente possível criar um bom curso online com baixo orçamento?

Com um pouco de estudo e as ferramentas certas, você monta seus cursos EAD de forma rápida e simples sem precisar investir muito dinheiro e já pode começar a lucrar!

Mas lembre-se: criar cursos com baixo orçamento nem sempre significa que você precisa criar tudo sozinho. Se a educação é o seu negócio, você eventualmente precisará de parceiros que sejam capazes de cuidar de partes específicas dele por você. Portanto, não tenha medo de pedir ajuda e tenha em mente que muitas vezes vale mais a pena contar com um especialista do que ficar tendo que estudar ou atrasar seu projeto para desenvolver partes específicas dele com a qualidade necessária.

E se no momento você está buscando por parceiros de tecnologia, que possam te ajudar com a plataforma de conteúdo e o media center, conte com a Samba! Podemos conversar e entender a melhor maneira de trabalharmos juntos. Se interessou? Então clique aqui para solicitar uma consultoria personalizada para seu projeto!

Por fim, não deixe também de conferir nosso guia para criar cursos online de ponta a ponta. Ele te ajudará a amadurecer sua ideia e finalmente transformar seu projeto de EAD em realidade!

produzir cursos de ponta a ponta

Por: Samba Tech

A Samba Tech é uma das empresas mais inovadoras do mundo, segundo a Fast Company, e é referência no mercado de vídeos online. Nossa empresa garante infraestrutura de alta qualidade para venda, distribuição, gerenciamento e armazenamento de vídeos e ajuda pessoas e empresas a terem mais sucesso, independentemente do seu objetivo.

Contribua com este post nos comentários