• Blog
  • >
  • Insights
  • Modelos de Canvas: 5 para se inspirar e aprender a montar o seu.

Modelos de Canvas: 5 para se inspirar e aprender a montar o seu.

Você já ouviu falar em Modelo de Canvas? Os Modelos de Canvas podem ser utilizados como ferramentas de análise e de criação de novos modelos de negócio. A ideia é que o Canvas te ajude a enxergar as particularidades do seu negócio de forma a entender como ser capaz de gerar valor.

O modelo de Canvas tem se tornado cada vez mais popular por ser uma ferramenta visual, colaborativa e fácil de ser utilizada. Não há regras sobre qual tipo de negócio pode utilizar o Canvas, todo mundo pode, independente do mercado que atue. Hoje em dia, existem diferentes tipos de modelos adaptados para os mais diversos fins, neste artigo falaremos sobre 5 diferentes, assim você poderá escolher o que é mais adequado às necessidades do seu negócio.

Business Model Canvas.

O Business Model Canvas é o modelo de canvas mais conhecido e que serve de base para a derivação de vários outros.

O BMC (Business Model Canvas) pode ser utilizado por organizações de todos os portes, mas é usado principalmente no início da empresa, na fase de planejamento do negócio, uma vez que este modelo de canvas ajuda a criar um modelo de negócios de forma bastante simplificada e visual.

Mas não pense que este canvas vale apenas para quem está começando! Se você já tem um negócio em andamento, também pode utilizar o Business Model Canvas para te ajudar a melhorar o empreendimento que você tem.

O canvas te ajudará a resumir em blocos o seu modelo de negócio, então esqueça os documentos gigantes de plano de negócio que você vê por aí e se concentre em buscar os pontos principais da empresa que você irá formar ou melhorar.

No Business Model Canvas você terá de preencher 9 blocos, sendo eles:

  1. Proposta de valor: neste bloco escreva o que o seu negócio tem para oferecer ao mercado que você atuará, pense naquilo que realmente terá valor para os seus clientes.
  2. Parcerias principais: aqui é a hora de preencher as atividades e os recursos a serem utilizados que precisam ser adquiridos fora da empresa. Ou seja, onde comprará os materiais que você precisa para o seu negócio ou que mão de obra terceirizada precisará contratar.
  3. Atividade-chave: escreva quais serão as atividades básicas e essenciais para o seu negócio ser capaz de entregar a Proposta de Valor pensada.
  4. Recursos principais: neste bloco escreva quais serão os recursos necessários para que as atividades-chave sejam executadas.
  5. Segmento de clientes: aqui, escreva quais são os segmentos de clientes com potencial para adquirir o produto ou serviço que você oferecerá.
  6. Relacionamento com clientes: esta é uma etapa muito importante, pois trata do seu relacionamento com o público que comprará o seu produto ou serviço. Nela, pense como a sua empresa irá se relacionar com cada segmento de cliente que você terá.
  7. Os canais: agora é hora de pensar como o seu público chegará até o seu negócio, como ele compra e como ele recebe o seu produto.
  8. Estrutura de custos: nesta etapa você precisará levantar todos os custos que se farão necessários para o seu negócio ficar de pé! Caso tenha dúvidas sobre como calcular o investimento inicial para o seu negócio, consulte este artigoque fizemos sobre o assunto.
  9. Fontes de receita: por fim, é hora de escrever quais serão as formas de gerar receita com o seu negócio!

2. Project Strategic Alignment Canvas.

Este modelo de canvas, também conhecido como PSAC, foi criado para auxiliar as organizações na priorização de projetos com base nos objetivos estratégicos da empresa e nos recursos que ela tem para a execução de tais projetos.

Ademais, o PSAC possibilita usar outros critérios, além do planejamento estratégico da empresa, para conseguir selecionar e priorizar os projetos existentes.

Por ter sido testado durante cerca de 3 anos em oficinas por todo o Brasil, hoje o Project Strategic Alignment Canvas está em sua versão 3.0, mas continua evoluindo com o tempo para que melhorias sejam agregadas a este modelo de canvas.

3. Lean Canvas.

O Lean Canvas, ou LC, busca manter o padrão visual do Business Model Canvas mas com mudanças em dois blocos do modelo, desta forma é possível dar foco a fatores de maior risco.  

Este modelo de canvas pode ser usado tanto para criação de novos negócios como para o desenvolvimento de produtos dentro de um negócio já existente, uma vez que o Lean Canvas se propõe em ajudar no desenvolvimento rápido de projetos de uma empresa.

A metodologia nos convida a aumentar o conhecimento prático sobre aquilo que será desenvolvido, mas para isso é preciso realizar testes de produto!

4. Project Model Canvas.

Este é um dos modelos de canvas que te ajudará no gerenciamento de projetos de forma simplificada, assim você ficará livre de centenas de documentos para conseguir fazer uma gerência de sucesso.  

O Project Model Canvas cabe muito bem à empresas e negócios que prezam pela inovação e possuem muitos projetos a serem executados em conjunto, desta forma o PMC te ajudará a melhorar o planejamento de tudo isso.

Você pode utilizar o Project Model Canvas para qualquer tipo de projeto e, claro, envolver todos os responsáveis pelo projeto na estruturação deste modelo de canvas.

5. Business Model You.

Por fim, te apresentamos o Business Model You, ou seja, um modelo de negócios para você!

Este modelo de canvas foi elaborado por mais de 300 colaboradores em 43 países diferentes com o objetivo de ajudar diversos profissionais a estimular as suas carreiras e trajetórias profissionais.

Com o Business Model You será possível enxergar a sua carreira em curto, médio e longo prazo, de maneira a te ajudar a conseguir atingir os seus objetivos. Mesmo tendo sido criado com o foco profissional, é possível utilizar este modelo de canvas para a sua vida pessoal, porque você conseguirá ver de forma mais intuitiva todos os seus objetivos e trilhar caminhos para alcançá-los.

Escolha e crie o seu.

Agora que você já sabe mais um pouco sobre alguns dos principais modelos de canvas existentes e utilizados pelo mercado é hora de escolher o que mais se adequa às necessidades do seu negócio.

Todos possuem uma base bastante parecida, derivada do Business Model Canvas que você viu no início do artigo, mas cada tipo de modelo será focado em um fator específico, por isso lembre-se que você sempre poderá testar os vários modelos até achar aquele que mais combine com o que você precisa!

Ah, também vale a pena completar o planejamento do seu negócio imprimindo o modelo Business Model You e criando um modelo de canvas pessoal. Desta forma você conseguirá enxergar e ter mais foco tanto na sua empresa, como em você.


O que achou dos modelos de canvas que descrevemos no artigo? Vão ser úteis para tirar suas ideias do papel? E claro, se precisar de uma ajudinha extra para montar seu negócio, pode baixar gratuitamente esse material que te ensina como planejar e lançar o seu negócio digital, passo a passo. Para acessar, é só clicar aqui ou na imagem abaixo! Boa leitura.

como planejar seu negocio digital e utilizar modelos canvas
Por: Débora Gomes

Produtora de conteúdo no Blog da Samba, trabalha com marketing digital com foco em atração por meio de estratégias de conteúdo e SEO.

Contribua com este post nos comentários