• Blog
  • >
  • EAD
  • Insights
  • Planejamento educacional: como sua instituição pode montá-lo de forma eficiente.

Planejamento educacional: como sua instituição pode montá-lo de forma eficiente.

Um bom planejamento é parte essencial para a organização e sucesso de qualquer projeto. Quando o assunto é educação a situação não é diferente: o planejamento também se faz necessário! Com isso, surge o termo planejamento educacional, que diz respeito à idealização de uma estrutura planificada para a área da educação. 

Quando o objetivo é ter uma boa performance, tanto em projetos educacionais como em qualquer outra área de negócio, o planejamento é fundamental. A prática de planejar não deve ser mal compreendida como uma prática que pretende prever o futuro com base em achismos. Nada disso! O bom planejamento busca utilizar históricos, dados e estatísticas para realizar uma análise completa da situação atual e fazer previsões mais assertivas. 

Mas como o planejamento educacional funciona e como implantá-lo dentro de uma instituição? Neste texto responderemos essas e outras perguntas, te mostrando a importância de ter um bom planejamento educacional e te dando dicas de como esse tipo de planejamento pode atingir uma alta qualidade, apenas seguindo algumas exigências básicas de execução. Confira! 

O que é planejamento educacional e quais são os seus objetivos? 

Planejamento educacional corresponde às escolhas e decisões sobre a educação. Isso pode acontecer tanto em uma instância nacional, na qual o governo seleciona as regras e modelos que o Estado deve seguir quanto à educação, quanto em uma instância mais segmentada, onde as instituições e organizações que trabalham com educação atuam. 

A ideia é a de que com o planejamento educacional haja uma abordagem mais racional e científica, focada em dados e estudos sobre os assuntos para solucionar problemas envolvendo a educação. 

Os seus principais objetivos podem ser resumidos na seguinte lista: 

  • Fazer uma análise da situação atual;
  • Definir objetivos e metas com clareza;
  • Analisar o orçamento disponível e averiguar se será necessário buscar por mais recursos;
  • Classificar os objetivos com base em prioridades; 
  • Determinar o cumprimento de metas de acordo com prazos pré-estabelecidos; 
  • Implementar as estratégias na prática e acompanhar a sua execução; 
  • Medir e analisar os resultados de forma contínua. 

Como criar um planejamento educacional efetivo? 

Antes de mais nada é preciso entender que o planejamento educacional deve se adequar ao sistema educacional da instituição, seja ela uma instituição de aprendizagem ou uma organização voltada ao corporativo, por exemplo. É preciso que o planejamento educacional dialogue com a cultura da organização na qual ele será implantado, seja ela uma universidade, um colégio, um curso ou uma empresa. 

Mantenha isso em mente e siga as dicas que daremos abaixo para conseguir implementar na sua instituição um planejamento educacional bastante eficaz: 

1. Estabeleça os objetivos do planejamento.

Comece pensando no principal objetivo do seu planejamento educacional, ou seja, deixe claro o motivo pelo qual o planejamento está sendo pensado e será executado. Nesta etapa é possível pensar no objetivo de forma simplificada, por exemplo: “Estou fazendo um planejamento educacional porque quero oferecer um novo curso em minha plataforma de estudo a distância”. 

2. Defina o público que será impactado com o planejamento educacional.

Nesta etapa será preciso definir quais serão as pessoas impactadas com o planejamento. Pense aqui se o público realmente será formado pelos seus alunos, ou se, na verdade, o público atingido com o planejamento será o de professores e tutores, por exemplo. Outro possível público pode ser o de pessoas que ainda não estão matriculadas – clientes em potencial. 

3. Disponibilize mais soluções do que as exigidas pelo mercado.

É importante lembrar que para ofertar um curso de qualidade é preciso cumprir algumas regras básicas relativas aos processos de aprendizagem. Tais regras serão cumpridas por todas as instituições que desejam oferecer opções de estudo de qualidade. Porém, para se destacar da multidão, é preciso oferecer mais do que o básico. Oferte algo que ninguém mais oferece! 

Além da carga horária necessária para cumprir uma aula, sua instituição pode oferecer materiais extras e professores especializados disponíveis para tirar as dúvidas de seus alunos, por exemplo. 

Aqui é necessário utilizar o planejamento educacional para prever diferenciais competitivos de mercado, valores capazes de distinguir a sua instituição dos demais concorrentes disponíveis, tornando o processo de aprendizagem dos seus alunos na melhor experiência possível. 

4. As informações do planejamento educacional precisam ser claras e facilmente compreensíveis.

Pense que as informações presentes dentro do planejamento educacional poderão ser consultadas por profissionais de diferentes áreas dentro da sua organização. Imaginemos que você trabalhe em uma instituição de EAD e é responsável por escrever o planejamento educacional da empresa, esse planejamento passará por diversas mãos depois de escrito: o pessoal do marketing, de vendas, de atendimento, de estratégia, de engenharia, entre outros – todos eles devem conseguir compreender de forma clara o que foi planejado. 

5. Cuide para que o planejamento seja aplicado diariamente. 

Com o planejamento educacional pronto é preciso cuidar para que ele seja aplicado nas tarefas do dia a dia. Todas as ações devem convergir em um objetivo em comum. Esses objetivos devem estar definidos de maneira clara no planejamento educacional, por isso a primeira etapa é tão importante. 


Com um bom planejamento, a chance de alcançar melhores resultados fica cada vez mais possível. O mesmo se aplica ao planejamento educacional. 

A ideia em utilizar o planejamento na área da educação é conseguir pensar mais estrategicamente, utilizando argumentos lógicos e dados comprovados para pensar em soluções capazes de resolver os problemas enfrentados pela instituição no que diz respeito ao aspecto educacional. 

É importante lembrar que um planejamento educacional de qualidade também pode ser o diferencial capaz de convencer novos alunos de se matricularem nos cursos oferecidos pela sua organização e não na de concorrentes do mercado. 

Por isso tudo é tão importante dar atenção ao assunto e criar um planejamento que contemple vários aspectos, só assim será possível criar previsões mais assertivas e guiar a sua instituição ao caminho que leva ao sucesso. 

Chegamos ao fim do artigo e agora é hora de você arregaçar as mangas, chamar a sua equipe e desenhar o planejamento educacional que converse com a cultura e os objetivos da sua empresa ou instituição. Pronto para mais esse desafio? 

E se você estiver pensando em fazer um planejamento para um negócio EAD, pode começar estudando sobre o mercado. Nesse material, você pode conferir o resultado da pesquisa Insight Samba, que teve mais de 4000 respostas sobre o consumo de conteúdos educacionais online no Brasil.

relatorio da pesquisa sobre cursos online insight samba
Por: Débora Gomes

Produtora de conteúdo no Blog da Samba, trabalha com marketing digital com foco em atração por meio de estratégias de conteúdo e SEO.

Contribua com este post nos comentários