Por Em Em 21 dezembro, 2017

Como fazer um plano de aula passo a passo

Os cursos de educação a distância fazem parte de um mercado em constante expansão. Hoje em dia, cada vez mais as pessoas estão procurando capacitação e aprender novas habilidades para se posicionarem melhor no mercado de trabalho ou começarem uma nova carreira. O número de alunos matriculados em EAD no Brasil já ultrapassa a incrível marca de 3,8 milhões segundo o censo do MEC e, além disso, a expectativa é de que, até 2020, o número de alunos de EAD ultrapasse o de cursos presenciais. Então, já pensou em lançar um projeto de EAD, dar aulas online e lucrar muito com seu conteúdo em vídeo? Então, um dos primeiros passos para finalmente se tornar um professor online é aprendendo como fazer um plano de aula efetivo.

Afinal, já parou para pensar qual é um dos passos mais importantes para algum projeto ter sucesso? O planejamento, que muita gente ignora, é importantíssimo para a realização alguma tarefa ou projeto, afinal, é nessa fase que você irá definir ao certo qual objetivo a alcançar e quais os passos que devem ser dados para alcançá-los. Cada área de atuação exige um planejamento específico para cada etapa do projeto: o empreendedor, antes de abrir uma empresa, faz o Plano de Negócios, o gestor de marketing elabora um plano de marketing, e para o professor, esse documento é o plano de aula.

O que nem todo mundo sabe é que um plano de aula não é apenas um conjunto de anotações sobre o que será ensinado, mas sim, um documento detalhado, com informações específicas e um formato padrão. O plano de aula é considerado uma ferramenta importantíssima para o professor, afinal, é nele que se define o que será ensinado, quais os métodos utilizados, como você vai avaliar o aprendizado do aluno, o cronograma de ensino e muito mais informações. Então, se você já percebeu a excelente oportunidade de trabalhar de casa com ensino a distância e quer apostar de vez nesse mercado, que tal aprender o passo a passo de como montar um plano de aula? Continue lendo que a gente te ensina 😉

E olha só esse material que a gente preparou que te ensina como criar um curso online de ponta a ponta, desde a definição do seu público até a distribuição! Quer ler mais? Baixe gratuitamente aqui!

O que é um plano de aula?

Trabalhar com educação é trabalhar com uma enorme responsabilidade. O professor, independente do assunto que leciona, é responsável pelo conteúdo que irá ensinar ao aluno e, muitas vezes, o guiará por todo o processo de aprendizado. É por isso que o plano de aula é tão importante.

O plano de aula é um documento no qual o professor, ao planejar o que será lecionado, registra qual o tema da aula, qual objetivo dela, a metodologia que será utilizada, como irá avaliar o aprendizado dos alunos, as referências bibliográficas e muitas outras informações. E esse documento pode ser o diferencial entre uma boa aula e uma aula ruim, afinal, quanto mais planejamento, melhor a chance de você alcançar o objetivo proposto com a aula, certo? É aí que esse documento será muito útil.

Qual a importância de um plano de aula?

Uma ótima coisa para se ter em mente é que o plano de aula não serve apenas ao aluno, mas também é muito útil ao professor. Além de ser extremamente importante na hora de guiar o aprendizado dos estudantes, o ato de elaborar esse plano leva o professor à reflexão e à pesquisa também. Estar preparado é sempre a melhor forma de evitar problemas, e é exatamente assim que o professor fica o mais preparado possível. Ou seja, se a aula é o momento de aprendizagem do aluno, a elaboração do plano de aula pode ser considerado o momento de aprendizagem do professor. Para quem deseja dar aulas online, o plano funcionaria como um roteiro, garantindo que o professor irá manter o foco no que é realmente relevante para a aula.

Criar um planejamento com objetivos claros é a melhor maneira de obter diagnósticos sobre os seus métodos de ensino. Afinal, se o objetivo não estiver sendo alcançado, você pode parar, reavaliar os métodos, tentar entender o que está dando errado e criar um novo plano de aula.

Mas não se preocupe, apesar de muita responsabilidade, o plano de aulas não é um documento complicado de se fazer. Confira, passo a passo, o que é preciso para se escrever um ótimo plano e dar ótimas aulas. Vamos lá?

Como fazer um plano de aula passo a passo

Antes de começar a, de fato, escrever o plano de aula, é importante refletir sobre algumas questões. Primeiro, você deve ter muito claro quem é o seu aluno e o que ele pretende aprender com as suas aulas. Pense em quais habilidades ele quer desenvolver e como você se propõe a ajudá-lo com isso. Basicamente, é se perguntar ‘quem é o meu público?’ e pensar no que ele deseja. Com certeza, entender o seu público irá te ajudar, e muito, com os próximos passos.

Depois, é bom pensar nas seguintes perguntas: “Qual é a minha intenção com essas aulas?”; “O que eu pretendo ensinar?”; “Qual é o meu objetivo? Ou seja, o que eu quero ter alcançado ao final da aula?”. Com isso, você sempre mantém em mente o que quer e o trabalho de elaboração do plano fica muito mais fácil. Além disso, tente sempre pensar que a elaboração de um bom plano de aula vem da prática e, com o tempo, você irá conseguir aprimorar os seus.

Agora, vamos aos dados necessários em todo plano de aula. A começar pelo tema e pelo objetivo.

Dados de identificação

No topo do plano de aula vale colocar o seu nome, qual o nome do curso que você leciona (muito importante para sua organização caso você dê mais de uma matéria!) e quais as turmas que irão ter essa aula.

Caso você não considere necessário, não tem problema, pode começar logo do tema e do objetivo da aula.

Tema e Objetivo

É importante pensar que o tema é o que será abordado naquela aula, e não no curso em geral. Por exemplo, se você é professor de português para concursos, o tema da aula não seria ‘português’, mas, por exemplo ‘verbos de ação’. Já o objetivo, é tudo que você deseja alcançar ao final da aula, ou seja, tudo que você quer que os alunos tenham aprendido. Por exemplo, seguindo a linha do português para concursos, uma aula com tema ‘verbos de ação’ pode ter como objetivo: “Alunos entenderem a função de um verbo de ação na sentença”.

E o objetivo não precisa ser só um não! Você pode listar várias coisas como objetivo final da sua aula, por exemplo, além do objetivo listado acima, poderia ainda incluir “fazer com que os alunos entendam a diferença entre um verbo de ação e os demais tipos de verbo.” e “Alunos entenderem como esse tipo de assunto é tratado em questões de concurso”.

Os objetivos descritos no seu plano de aula devem ter as seguintes características:

  • Devem ser realistas: O professor não deve somente imaginar os objetivos sem levar em conta se eles são possíveis de serem alcançados. É preciso pensar na realidade dos alunos, no que eles já sabem e no que é possível, na prática, alcançar.
  • Deve ser viáveis: Os objetivos devem ser viáveis dentro da realidade de tempo e materiais disponíveis.
  • Devem ser específicos: Eles precisam apontar, claramente, o que deve ser alcançado ao final da aula, para nortear todo o restante do planejamento da aula.

Conteúdo

O conteúdo, apesar de desenvolvido separadamente da seção anterior, deve ser elaborado de forma articulada com os objetivos. Afinal, o conteúdo é o meio pelo qual você irá chegar nos objetivos, certo?

O conteúdo é o que você irá apresentar ao aluno para ajudá-lo no aprendizado. Não só a matéria em si, com os conceitos, mas exemplos e informações que se aproximem da realidade do aluno. Os conteúdos podem ser:

  • Conceituais: O que o aluno deve aprender e conhecer enquanto conceitos. Ex: Aprender o que é empreendedorismo.
  • Procedimentais: O que o aluno deve aprender a fazer. Ex: Aprender a resolver equações de segundo grau.
  • Atitudinais: O que o aluno deve aprender a ser. Ex: Aprender a ser mais honesto.

Após a definição de qual conteúdo você irá passar você deve pensar em como esse conteúdo será ensinado. Vamos lá?

Metodologia ou estratégia

A metodologia pode ser uma das partes mais importantes do seu plano de aula, pois é aí que você irá cativar os alunos e mantê-los atentos e interessados. Pense: Irá ser uma aula expositiva? Irá usar de animações? Exemplos práticos? Exercícios de fixação? Tudo isso irá contribuir para o aprendizado dos alunos.

Esse ponto é especialmente importante para quem trabalha com conteúdos em vídeo e aulas online, afinal, quando o aluno não está presente fisicamente, é muito mais fácil para ele se dispersar e perder o interesse. Ou seja, a metodologia deve ser especialmente pensada para o ambiente online e trabalhada para manter o aluno focado o tempo todo.

E claro, é sempre bom lembrar que cada tipo de conteúdo encaixa melhor com um tipo de metodologia, certo? Uma aula expositiva pode não funcionar muito bem para assuntos muito complexos, pois o aluno pode ficar confuso. Já exercícios podem não funcionar muito bem para aulas de filosofia, por exemplo.

E uma dica importante: um dos métodos mais infalíveis para se cativar um aluno é fazendo ele rir, concorda? Sempre nos lembramos mais daqueles professores engraçados, que usavam os melhores exemplos e piadas para nos ensinar as matérias.

Baixe aqui, gratuitamente, nosso guia para ensinar usando o humor e utilize essas técnicas para suas aulas! 😉

guia para ensinar usando humor para plano de aula

Recursos didáticos

Aqui, você irá colocar todos os recursos que serão necessários para que a sua metodologia seja cumprida. Por exemplo, você vai precisar de algum material extra, como algum vídeo ou algum livro específico? Onde você irá conseguir esses materiais, se ainda não os tem? Dessa forma, você consegue se planejar antecipadamente e deixar tudo pronto para o momento da aula e não ter atrasos que podem comprometer o cronograma, que é, exatamente, o próximo passo do plano de aula.

Cronograma

Muitas vezes o conteúdo programado para a aula não é possível de ser passado em apenas uma hora-aula, não é mesmo? Especialmente se for algo muito complicado ou que surjam muitas dúvidas. Portanto, na parte do cronograma do seu plano de aula, você deve colocar quanto tempo será necessário para o alcance dos objetivos.

Para quem quer criar um curso online, é sempre bom pensar que vídeos muito grandes não são a melhor estratégia para o ensino. O aluno pode acabar desistindo na metade e você perdendo sua audiência. Desse modo, uma boa dica é tentar manter o seu plano de aulas bem conciso e gravar aulas mais curtas. Se necessário, separe a aula em vários vídeos, a segmentando bem.

Avaliação

E aí, depois de todo o trabalho, como você irá saber se atingiu o objetivo proposto? Quais os métodos que você irá utilizar para avaliar se os alunos realmente aprenderam o conteúdo? É exatamente aqui que você deve incluir esse tipo de informação.

Você pode colocar exercícios de fixação e dar um tempo para que eles resolvam ou, no caso de aulas com cronogramas mais apertados, mandar exercícios de para casa!! (não é o método mais popular, mas é efetivo!)

Mas se eu dou aula na modalidade online, como irei fazer esse diagnóstico?

Dica: Se a sua plataforma de curso online não permite interação, monte um blog estilo fórum e encoraje seus alunos a deixarem comentários lá! Você pode propor questões ou até mesmo pedir para que eles compartilhem o que aprenderam com os outros alunos e com você! A criação de um blog pode ajudar – e muito – a suprir a falta de interação cara-a-cara que ocorre nas aulas online.

Referências

Assim como em alguns trabalhos acadêmicos, as referências são a última parte do seu plano de aula. É aqui que você deve discriminar todas as fontes utilizadas para a elaboração da aula, as fontes de conteúdo e exercícios. Dessa forma, você mantém todo o conteúdo coerente e ainda pode estar preparado para responder dúvidas extra, caso apareçam. Você pode, ainda, indicar leituras adicionais e instigar ainda mais o interesse dos alunos.

No final das contas, o seu plano vai ter basicamente esta estrutura:

modelo de plano de aula

E pronto! Seu plano de aula já está pronto para ser aplicado. Viu como não é nada muito complicado? Mas não se esqueça, apesar de simples, a execução desse documento é essencial para o sucesso das suas aulas e, claro, o sucesso dos alunos! Gostou das dicas ou faz algum outro passo no seu plano de aula que gostaria de compartilhar com a gente? Deixe aí nos comentários. 😉

E para te ajudar ainda mais, você pode baixar gratuitamente esse nosso material sobre aulas online e como ganhar dinheiro por meio dos seus vídeos! Basta clicar aqui ou na imagem abaixo. Boa leitura e boas aulas.

plano de aula e aulas online

Contribua com este post nos comentários

Assine e receba todas as novidades sobre vídeos online em seu email.