• Blog
  • >
  • EAD
  • Insights
  • Plataforma EAD: o que é e como escolher a melhor para seu curso

Plataforma EAD: o que é e como escolher a melhor para seu curso

O ensino a distância é uma das modalidades do meio educacional que mais cresce atualmente. Segundo dados do MEC, em março de 2016 o número de estudantes matriculados em algum curso de EAD já ultrapassava 3,8 milhões. Um estudo realizado pela Sagah estima que em 2023 a modalidade de ensino a distância irá representar mais da metade do ensino no Brasil – a expectativa é de que 51% dos estudantes estejam matriculados em cursos a distância. Esse crescimento não é coincidência. Impulsionadas pelos preços, flexibilidade, novas tecnologias voltadas para criação deplataforma EAD e pelo modelo de ensino inovador, cada dia mais, as pessoas estão procurando por cursos e certificações online.

Considerando esse enorme mercado em expansão, produtores de vídeos e especialistas em diferentes tipos de conteúdo ganham uma excelente oportunidade de negócios. Criar um curso e vender conteúdo pela internet hoje não é uma tarefa tão complicada e pode ser executada de diferentes maneiras e se utilizando diferentes ferramentas.

Porém, um ponto que sempre vem a tona e pode acabar gerando muitas dúvidas é a plataforma EAD. Também conhecida como LMS ou AVA, existem diversas opções dessas plataformas no mercado e é importante saber escolher uma que seja adequada às suas expectativas e às necessidades do seu projeto.

Afinal de contas, você sabe o que é de fato essa plataforma EAD e como ela pode impactar no sucesso de um negócio? É isso que vamos ver neste artigo. Aqui, você vai entender um pouco mais sobre essa tecnologia e ver quando ela é mais ou menos adequada aos seus objetivos. Continue lendo!

E antes de começar, talvez você também queira entender as melhores práticas para divulgar seu EAD. Baixe o material para conferir depois!

como divulgar seu curso em plataforma EAD

O que é uma plataforma EAD e como ela funciona?

Se você já fez algum curso online ou já cursou alguma matéria à distância (seja na faculdade ou em um curso preparatório), você provavelmente já conhece o básico sobre plataformas EAD.

Chamadas de SGA (sistema de gestão acadêmica), AVA (ambiente virtual de aprendizagem) ou no inglês, LMS (Learning Management System), essas plataformas de ensino são pensadas e desenvolvidas para proporcionar um ambiente online de aprendizado completo para os estudantes da modalidade a distância – e às vezes até mesmo cursos presenciais, acabam usando esse tipo de plataforma EAD como apoio acadêmico. Dentro delas, normalmente é possível disponibilizar conteúdos, exercícios, fazer avaliações e até mesmo criar discussões por meio de fóruns e grupos para facilitar a interação entre os professores e alunos.

As plataformas EAD são responsáveis por gerir toda parte que cabe ao ensino e ao aprendizado e, também, a comunicação entre professores, tutores e alunos.

É importante entender que raramente essas plataformas são utilizadas sozinhas. Na maioria das vezes elas precisam ser integradas a outros tipos de ferramentas e tecnologias, como um site ou media center e uma boa plataforma de vídeos.

Como escolher uma boa plataforma EAD?

Para que você faça uma boa escolha em termos de plataforma, é preciso levar em conta uma série de fatores. A seguir, vamos falar um pouco sobre três dos mais importantes:

1. Responsividade

Hoje, grande parte das pessoas já acessa a internet por meio de dispositivos móveis e usa aparelhos como smartphones e tablets para otimizar sua rotina de estudos e poder se desenvolver de forma mais simples e flexível.

Portanto, um ponto muito importante – e básico – na hora de escolher sua plataforma EAD, é verificar se ela é responsiva. Uma boa plataforma será capaz de apresentar uma boa usabilidade e entregar uma boa experiência aos usuários independente do tipo de dispositivo em que é acessada.

2. Integração com outras tecnologias

Como citamos, normalmente uma plataforma EAD não é capaz de sustentar um negócio por si só. Ela precisa ser integrada com uma série de outras ferramentas e tecnologias que sejam capazes de deixá-la mais completa e utilizável.

Exemplos de algumas dessas tecnologias são uma plataforma de vídeos, um site ou media center, sistemas de pagamento, gestão e outros.

Por isso, antes de se decidir por uma plataforma, verifique se ela atende à todas as suas necessidades em termos de integração e se isso pode ser feito de forma simples e rápida, sem que você precise de uma equipe grande ou muito conhecimento técnico. Isso vai ser essencial!

3. Personalização

Para ter sucesso com seu negócio, é importante que você fortaleça sua marca e consiga entregar uma experiência personalizada aos seus alunos. Por isso, é muito importante que sua plataforma EAD também seja customizável e permita desde as edições simples – como inserção de logo e mudanças de cor – até as mais complexas.

Esse é um outro ponto ao qual você deve ficar bastante atento, pois o ideal é que você consiga fazer essas alterações de forma simples. Afinal de contas, não é interessante que você precise contratar um desenvolvedor a cada vez que quiser mudar uma cor ou ícone em sua plataforma.

Plataforma EAD + plataforma de vídeos

Quem está criando seu curso online ou está começando a pensar em investir em EAD, deve saber que existem diferentes formas de se fazer isso em termos de tecnologia e que cada uma delas é mais adequada a um tipo de negócio.

Um dos caminhos mais comuns de quem investe em educação a distância é por meio da junção/integração de uma plataforma EAD e uma plataforma de vídeos. Nesse caso, a plataforma educacional (AVA, LMS, SGA) funciona como um espaço para gerenciar os conteúdos, alunos e receber e propor exercícios, por exemplo, e a plataforma de vídeos fica encarregada de fazer a entrega dos conteúdos audiovisuais com alta qualidade, estabilidade e, o mais importante, com segurança.

Normalmente, essa é a solução preferida de quem quer construir cursos mais formais e precisa de uma estrutura completa de gerenciamento e distribuição de aulas. Nesses casos, normalmente as aulas são sequenciais, o aluno tem prazos e um cronograma a seguir, e existe uma troca de informações constante entre ele e os tutores. Por isso, uma estrutura tecnológica robusta é essencial.

Exemplos de negócios que trabalham com essa dupla são faculdades (graduação e pós graduação a distância), alguns cursos preparatórios e empresas que oferecem treinamentos corporativos.

Aqui na Samba, por exemplo, vários dos nossos clientes, como o Biologia Total e a PUC Minas, trabalham nesse modelo e utilizam nossa plataforma de vídeos – o Samba Vídeos – integrada a um sistema de EAD para entregar seus conteúdos audiovisuais com qualidade, segurança e flexibilidade.

Se esse é o modelo com o qual você quer trabalhar em seu negócio EAD, vale a pena conferir o Samba Vídeos, que é uma das plataformas de vídeo mais eficientes e confiáveis do mercado e vai te oferecer o apoio necessário para que seu negócio cresça e prospere.   

tour samba videos

Mas é preciso uma plataforma EAD tradicional para criar um curso online?

Se você está achando toda essa questão de plataforma EAD muito complicada e fora da realidade do seu negócio (em termos de tamanho e investimento), fique tranquilo, pois a resposta dessa pergunta aí de cima é simples: não.

Em muitos casos, ter uma plataforma educacional robusta e complexa não é necessário para que você tenha sucesso com educação a distância e – pelo contrário – pode acabar até prejudicando a experiência dos alunos com o curso e o conteúdo.

Um modelo de cursos que tem se popularizado bastante e surgido como oportunidade principalmente para quem quer começar a investir em EAD, são os cursos livres. Esse tipo de curso normalmente é focado em alguma especialização ou capacitação e não precisa ser regulamentado pelo MEC – o que dá mais liberdade ao produtor e mais oportunidades de aprendizado aos alunos. Exemplos de conteúdos nessa modalidade são cursos de inglês; de costura; de confeitaria; de adestramento para cães e muitos outros.

Cursos livres não precisam ter um cronograma fixo de realização, não têm cargas horárias delimitadas, nem exigem comprovação de escolaridade e experiência prévia dos alunos. Mas não se preocupe, eles têm validade legal e inclusive é possível emitir um certificado de que o aluno o concluiu de forma adequada.

Nesses casos, o produtor do curso não precisa de uma estrutura tão complexa e robusta para começar a compartilhar seu conhecimento e transformá-lo em negócio. Com, basicamente, um site simples de gerenciar, uma plataforma de vídeos e um sistema de pagamento integrado já é possível começar a vender os cursos e levar conhecimento a quem precisa.

E o melhor é que para esse tipo de curso já existem uma série de ferramentas e plataformas prontas para que você apenas insira o conteúdo e comece a vender. O Samba Play, por exemplo, é uma delas e atende hoje negócios como o Metaflix e a Tia do Inglês.

Nessa solução, o produtor de cursos já tem seu site pronto para personalizar com suas cores, imagens e logos, tem um sistema de gerenciamento de conteúdos e alunos integrado, o gateway de pagamento configurado e uma plataforma de vídeo estável e segura. Então ele só precisa inserir seus conteúdos, escolher o preço que vai cobrar pela assinatura ou por cursos específicos e começar a vender! É o fim das preocupações com integrações e com a contratação de diferentes serviços.

Se o seu negócio se encaixa mais na condição de cursos livres e você está em busca de uma solução mais simples, barata e prática para começar a investir em EAD, deveria conhecer o Samba Play. Ele pode ser ideal para você!

teste o samba play como plataforma EAD

E o futuro do EAD?

O ensino a distância já está tão presente em nossa realidade que não deve mais ser considerado o futuro da educação, mas sim o presente! Nos últimos anos, o número de pessoas matriculadas em cursos EAD quadruplicou – isso mesmo, aumentou em quatro vezes! E a tendência é que esse mercado cresça ainda mais. Por isso, se você tem uma mente empreendedora e quer começar a ganhar dinheiro com o seu conteúdo, esse é um excelente momento para começar seu negócio.

Para começar, o primeiro passo é ter uma ideia, um conhecimento que você quer compartilhar com o mundo. Depois é só seguir alguns passos básicos e ter muito planejamento e dedicação. E agora que você entende mais sobre uma plataforma EAD tradicional e também sobre as novas ferramentas voltadas para cursos livres, pode escolher a opção que mais se adequa a sua realidade e a realidade do seu negócio.

Lembre-se de que o esquema é basicamente:

Solução robusta + educação mais formal + integrações +  investimento maior = plataforma EAD e plataforma de vídeos.

Solução simples e completa + flexibilidade de ensino e aprendizado + personalização +  investimento baixo = plataforma de cursos livres.

Por fim, para aprofundar ainda mais nos seus estudos, você pode baixar o material definitivo para alavancar os resultados do seu EAD. Nele, você verá como uma estrutura profissional ou uma plataforma EAD podem ajudar Confira clicando aqui ou na imagem abaixo!

como alavancar os resultados de uma plataforma ead
Por: Nathália Tameirão

Coordenadora de Marketing Digital na Samba Tech e especialista em SEO e conteúdo. Formada em Publicidade e Propaganda pela UFMG, é responsável pela estratégia de conteúdo da Samba, com foco em atração e conversão.

Contribua com este post nos comentários