• Blog
  • >
  • Insights
  • Retenção de talentos: como melhorar em sua corporação

Retenção de talentos: como melhorar em sua corporação

Uma das grandes dificuldades de empresas e empreendedores é encontrar profissionais capacitados para executar determinado trabalho e que, ao mesmo tempo, possuem valores semelhantes aos da empresa. É por isso que, quando esse match perfeito acontece, a contratação ganha tanto valor. Mas o trabalho da empresa não acaba neste ponto, depois da contratação, é preciso trabalhar a retenção de talentos, afinal você não quer perder bons profissionais!

Neste artigo mostraremos a importância de reter talentos, vamos te ajudar a driblar algumas das principais dificuldades e te dar dicas de como fazer um plano de retenção de talentos que funcione de maneira efetiva.

Antes de começar, que tal dar uma olhadinha nesse material e ver tudo que você precisa saber para criar treinamentos corporativos incríveis? Com certeza essa ação ajuda – e muito! – na retenção de talentos dentro da sua empresa. Confira:

criar treinamentos corporativos em video para retencao de talentos

Afinal, o que é retenção de talentos?

Damos o nome de retenção de talentos ao conjunto de estratégias que as empresas planejam e executam para serem capazes de manter os seus colaboradores por mais tempo. O nome não poderia ser mais claro, reter os talentos que a empresa já possui em seu quadro de funcionários.

Qual a importância de reter talentos?

Vivemos em um mercado de trabalho que se mostra cada vez mais competitivo. Muitas das novas empresas, principalmente as startups, crescem em uma velocidade acelerada e a competição com os concorrentes fica cada vez mais acirrada. No meio disso tudo, é preciso que a área de Recursos Humanos seja capaz de recrutar bons profissionais que serão aptos para auxiliar a empresa em seus objetivos.

A contratação de profissionais qualificados pode ser um trabalho duro, já que os bons profissionais são extremamente requisitados e valorizados pelo mercado. Uma vez que a sua empresa encontrou e contratou um profissional relevante para os seus objetivos, é preciso ser capaz de mantê-lo motivado.

Os seus colaboradores devem ser tratados com respeito e você precisa enxergá-los como de grande valor para a empresa, pois pense que sem os seus colaboradores a sua empresa não teria chegado onde chegou e nem chegará onde você planeja chegar!

Como fazer um bom plano de retenção de talentos?

Você já entendeu a importância que a retenção de talentos tem para que as empresas cresçam e alcancem os seus objetivos. Isso já é um grande passo, uma vez que muitos empreendedores ainda não conseguem ver a importância de reter talentos e tratam isso como um assunto banal.

Depois de reconhecer a importância, é preciso estruturar um caminho para que a retenção de talentos aconteça de forma prática. Ficou perdido? Calma, pois abaixo separamos as principais dicas para que seus funcionários queiram ficar por anos e anos com você.

1. Pense no plano de carreira de seus colaboradores.

É preciso que seus funcionários saibam que existe a oportunidade de se desenvolver dentro da sua empresa, assim eles estarão mais motivados a trabalhar por seus objetivos. Um plano de carreira pode ser primordial nesse aspecto, uma vez que ele deixará claro para os funcionários as suas possibilidades de evolução e de reconhecimento.

Você não precisa que o plano de carreira da sua empresa seja antiquado, como acontecia em grandes corporações no passado. Caso para a realidade da sua empresa um plano de carreiras seja limitador, que tal pensar em reformular essa ideia?

Você pode, ao invés de traçar passo a passo quais cargos o colaborador será capaz ocupar dentro da empresa, deixar os cargos em abertos, mas exemplificar em um organograma as suas possibilidades de ascensão, tornando-se um profissional mais especializado e ocupando cargos júnior, pleno, sênior ou de liderança.

2. Valorize o ambiente da sua empresa.

Passamos grande parte do nosso dia trabalhando, o que faz com o que nosso ambiente de trabalho funcione quase como uma segunda casa.

Oferecer um ambiente confortável, com os recursos necessários para que os colaboradores possam executar o seu trabalho é primordial para a satisfação dos funcionários. Quando o ambiente não favorece a qualidade de vida, pode haver o surgimento de diversos problemas, principalmente o aumento do estresse, dos conflitos interpessoais e, por causa disso, erros mais frequentes nos processos de trabalho dos colaboradores.

Além das questões estruturais, como os móveis do escritório, itens ergonômicos, climatização do ambiente e limpeza constante das salas, é possível oferecer extras que sejam motivadores, como horários flexíveis, uma cozinha ou copa equipada, horários para atividades físicas, etc.

3. Invista na carreira dos seus funcionários.

Se um colaborador é tão importante para que a sua empresa alcance os seus objetivos, capacitar os seus funcionários fará com que objetivos sejam alcançados mais rapidamente.

É importante que o colaborador sinta-se valorizado e oferecer cursos e treinamentos pode ser um bom começo para que isso aconteça!

Muitos profissionais estão em fase de ascensão e por isso estão dispostos a estudar, ler, frequentar cursos e aprender bastante sobre as suas áreas de atuação. Aproveite isso! Forneça aos seus profissionais oportunidades de novos aprendizados e de se tornarem cada vez mais capacitados.

4. Dê feedbacks sinceros.

No início pode parecer complicado, mas dar feedbacks sinceros é uma das melhores coisas que você pode fazer por seu funcionário e por sua empresa!

Estabelecer uma boa relação entre liderança e liderado é primordial para o desenvolvimento de ambas as partes, isso porque os dois lados serão capazes de explicitar os pontos negativos para que eles sejam prontamente resolvidos, além de mostrarem também os pontos positivos, para que estes sejam aprimorados.

Ser sincero não quer dizer tratar o outro mal, com grosserias ou desrespeito. A sinceridade passa longe disso. Está na capacidade de se importar e querer tanto o bem do próximo, que você está disposto a dar um feedback, mesmo que ele pareça duro, porque você sabe que depois disso a evolução e a melhora virão.

5. Faça um processo de onboarding.

O processo de onboarding é essencial nas empresas hoje em dia. Como objetivo, pode servir tanto para ajudar que os colaboradores alcancem a produtividade máxima mais rapidamente quanto para evitar a rotatividade de funcionários.

Ele pode ter diversos formatos, mas a premissa básica do onboarding é explicar todos os processos internos da empresa aos novatos, apresentar as áreas, o negócio como um todo e muito mais. Assim, todo novo colaborador já chega na empresa um pouco mais alinhado e pode, até, ser muito mais produtivo nos primeiros dias.

Conclusão

A coletividade pode funcionar como a força motriz essencial para que a sua empresa alcance as metas desejadas mais facilmente. Pensar em coletividade é pensar que cada profissional que colabora com a sua empresa tem um papel único e especial nessa jornada e é por isso que é tão importante valorizar os profissionais que você tem.

Trabalhar a retenção de talentos da sua empresa é uma forma de valorizar os profissionais que te acompanham e de mostrar o quão importante eles são para o seu negócio.

Quer aprender mais maneiras de melhorar a relação com seus funcionários evitando uma elevada rotatividade? Você pode conhecer então, um pouco mais a fundo, o processo de onboarding. Nesse material você irá aprender técnicas que não só servirão para a retenção de talentos na sua empresa, mas também maior atração e desenvolvimento! Clique aqui ou na imagem abaixo e baixe gratuitamente.

Nova call to action


Por: Débora Gomes

Produtora de conteúdo no Blog da Samba. Estuda Letras na UFMG e trabalha com marketing digital com foco em atração por meio de estratégias de conteúdo e SEO.

Contribua com este post nos comentários