Storytelling: o que é, vantagens de apostar e como ele pode ser utilizado em seus vídeos.

Você já ouviu falar em storytelling? O conceito prega a eficácia de contar histórias para gerar identificação e isso também vale para o relacionamento entre as marcas e os seus clientes. 

Ao afunilar um pouco mais o tema, é possível pensar no storytelling voltando para a produção audiovisual. Existem algumas técnicas e dicas que permitem criar um storytelling para vídeos mais certeiro, que consiga alcançar os objetivos que a marca deseja atingir com o filme. 

Usar o storytelling na hora de criar vídeos pode ser um aliado eficaz na criação de produções audiovisuais tecnicamente melhores e que gerem um maior engajamento do público. Se interessou pelo assunto? Acompanhe este artigo que vamos te contar muito mais sobre storytelling! 

O que é storytelling? 

Storytelling é um termo em inglês que une “story”, que significa história, e “telling”, de contar. Ou seja, o storytelling é a arte de contar histórias de maneira a transmitir determinada mensagem de forma efetiva, para isso, técnicas especiais são utilizadas. 

Na introdução deste artigo te contamos que o storytelling propõe gerar identificação com o ouvinte por meio da ação de contar histórias, porém é preciso salientar que o nem sempre contar uma história é storytelling. 

O storytelling se utiliza de uma metodologia bastante específica, com uma estrutura textual e narrativa que não está presente na maioria dos livros que conhecemos. Na estrutura do storytelling é preciso contar uma história que seja capaz de engajar o público e, ao mesmo tempo, passar uma mensagem que é importante para a marca. 

Também é preciso destacar que as marcas se utilizam do storytelling com o objetivo de fazer o consumidor tomar uma atitude estratégica, como por exemplo visitar o site da marca ou realizar uma compra. 

Para uma boa construção de storytelling para vídeos é importante que a empresa detenha conhecimento sobre seu público. Saber com quem se fala é essencial para saber a maneira correta de falar. Ao identificar o comportamento do público é possível descobrir como impactar de maneira correta dos seus potenciais clientes, falando a mesma língua dos seus consumidores.

Se quiser começar essa estratégia com o pé direito, você pode conferir esse material sobre nichos de mercado e ver como definir melhor o seu público alvo!

ebook nichos de mercado para criar storytelling

Quais são os principais pilares do storytelling?

O ato de contar histórias pode ser feito de diversas maneiras, então não existe uma fórmula mágica. De toda forma, é possível pensar em alguns elementos que, quando presentes, ajudam no processo de storytelling. Separamos os principais abaixo, veja: 

1. Mensagem.

O pilar mais importante do storytelling é a mensagem. Sem uma mensagem bem definida não há o que contar! O storytelling pode ser separado em duas partes:

  • “story”: a história em si, ou seja, a mensagem que deve ser transmitida, 
  • “telling”: a maneira como essa mensagem será apresentada.

Com um “story” forte é possível criar impacto mesmo com um “telling” mais fraco, mas se a mensagem for fraca, dificilmente será possível salvar o conteúdo, mesmo utilizando de diversas técnicas poderosas para contá-lo. 

Neste ponto é preciso pensar na força da sua mensagem. A história a ser contada precisa entusiasmar os ouvintes e marcá-los de forma que eles continuem lembrando da mensagem, mesmo com o passar do tempo. 

2. Ambiente.

O segundo elemento é o ambiente. Toda história acontece em algum lugar, por mais absurdo que esse lugar seja! Sendo assim, para um bom storytelling é preciso ter um ambiente bem definido. Descrever o ambiente com detalhes ajuda os ouvintes a se situarem melhor no contexto da história.

3. Personagens.

Os personagens são figuras que percorrem toda a jornada presente na história, sofrendo conflitos e transformações para que a mensagem seja transmitida. 

4. Conflito.

Este é o elemento do storytelling responsável por atrair a atenção da audiência e deixá-la atenta à história contada. O conflito aparece como um desafio dentro da história para motivar o personagem a percorrer sua jornada. Aqui, o uso do conflito também acontece como uma maneira de gerar identificação, uma vez que conquistas fáceis são pouco valorizadas é preciso mostrar toda a dificuldade do personagem até a sua vitória. 

Os tipos de storytelling para vídeos.

Existem alguns tipos de storytelling já populares por sua efetividade. São pequenas fórmulas que podem te ajudar no caminho até a criação de um próprio padrão para a sua marca. 

1. História de superação.

O primeiro é bastante clássico. Neste modelo de storytelling é possível pensar na história de um herói contra um vilão — como um frágil e pequeno herói deu a volta por cima e foi capaz de derrotar um poderoso vilão. A ideia é que a marca mostre que contra todas as possibilidades ela se superou o meio de seu nicho através de diversos esforços e isso a faz especial. 

2. Renascimento.

No segundo exemplo de storytelling é possível pensar em contar uma história de renascimento. Na história a ser criada é preciso evidenciar que um recomeço sempre é possível. Essa estratégia costuma funcionar bem quando é preciso driblar uma grande crise. 

3. Aventura.

Nos exemplos de storytelling de aventura, a história contada deve levar a marca de um ponto X até o ponto Y, mostrando o seu aperfeiçoamento pelo caminho até atingir tamanha primazia que a permita chegar no destino final. 

4. Tragédias e Comédias.

As histórias trágicas, assim com as engraçadas, têm grande poder de atrair a atenção do espectador. Diversas marcas produzem vídeos engraçados (ou tristes) para prender a concentração de seus consumidores fazendo com que eles prestem atenção a mensagem que está sendo contada.  


Não basta ter boas ideias para transmitir, é preciso saber como disseminá-las da melhor maneira possível, só assim se conquista uma audiência cada vez mais complexa e bombardeada de informações.

Para auxiliar as marcas na difícil tarefa de passar uma mensagem que prenda a atenção de seus ouvintes, surge o conjunto de técnicas que juntas formam o storytelling. 

No início é preciso de treino, acertar o tom de voz que a marca terá e descobrir a melhor maneira de conversar com o seu público. Mas esse processo logo se desenvolve e em breve será possível desenvolver a habilidade de contar históricas capazes de encantar os seus consumidores. 

Que tal já começar a contar grandes e poderosas histórias? Pratique já o storytelling!

E claro, é importante começar pelo passo correto. Para ter bons vídeos com storytelling, é importante fazer um bom roteiro. No material abaixo você irá receber dois ebooks que te ajudarão a criar roteiros para planejar melhor seus vídeos. Confira!

kit para criar roteiros para seus videos com storytelling
Por: Samba Tech

A Samba Tech é uma das empresas mais inovadoras do mundo, segundo a Fast Company, e é referência no mercado de vídeos online. Nossa empresa garante infraestrutura de alta qualidade para venda, distribuição, gerenciamento e armazenamento de vídeos e ajuda pessoas e empresas a terem mais sucesso, independentemente do seu objetivo.

Contribua com este post nos comentários