• Blog
  • >
  • Insights
  • Como vender cursos online e conteúdos em vídeo

Como vender cursos online e conteúdos em vídeo

Com a popularização da internet e a busca cada vez mais constante do público por um consumo com mais comodidade e facilidade, muitos negócios têm se expandido para o meio online – quando não se fixam apenas nele – e fortalecem o que hoje chamamos de empreendedorismo digital. Nesse contexto, vender cursos online e conteúdos OTT se tornou um dos tipos de negócio que tem tido mais destaque e crescimento.

Essa expansão pode ser facilmente explicada pelo fato das pessoas estarem sempre em busca de adquirir conhecimento de forma rápida e simples para se manterem atualizadas, ou de opções de entretenimento baratas e práticas. Exatamente por disponibilizarem esse tipo de material, portais focados em oferecer e vender cursos online e conteúdos de nicho variados são extremamente eficientes e valorizados.

E o melhor é que esses são negócios que não exigem grandes investimentos para se concretizar e que podem rapidamente ganhar relevância, gerando lucros e um retorno altamente positivo. Com plataformas como o Samba Play, por exemplo, em poucos passos você pode colocar seus conteúdos no ar e começar a ganhar dinheiro com vídeos.

Você trabalha com conteúdos, cursos online ou está em busca de uma forma de expandir seus negócios ou começar a empreender? Então pense em investir na venda inteligente de conteúdo em vídeo, como vender cursos online, por exemplo.

Você é um vlogger e já tem audiência no YouTube? Então veja aqui também como começar a ganhar dinheiro de verdade com seu conteúdo.

Nesse artigo, a gente vai te explicar direitinho como você pode começar a vender cursos online e conteúdos e também tudo que você precisa em termos de material e estrutura para realizar essa atividade. Vamos lá?

Antes de começar, que tal descobrir também quais as áreas mais quentes para se criar um curso online?

profissoes-para-vender-cursos

Como vender cursos online e conteúdo?

Para vender cursos online e conteúdos, o primeiro passo é investir em um bom planejamento. Desde o início do projeto é necessário definir seus objetivos e ter materiais e uma estratégia que contribuam para que eles sejam alcançados.

Além de bons vídeos, para que se consiga comercializar cursos e conteúdos, você precisa de uma série de outros fatores que vão desde estrutura tecnológica a uma boa estratégia de vendas e marketing.

Porém, ao contrário do que pode parecer, não é complicado começar ou manter esse tipo de negócio e a venda de conteúdo pode ser bastante lucrativa. Continue lendo o artigo e entenda como vender seus materiais e cursos online.

01. Escolha o segmento de mercado e entenda seu público.

Um dos primeiros passos para entrar em qualquer novo mercado é entender como ele funciona. Fazer uma análise de mercado pressupõe um estudo sobre os concorrentes, o público e, quando se aplicar, os fornecedores e parceiros. Realizando esse tipo de estudo de mercado fica mais claro se é uma boa ideia investir nesse segmento, se ele já está saturado e se os possíveis clientes podem ver algum tipo de utilidade no seu curso. De nada adianta criar todo um curso online elaborado e não ter ninguém para vender, não é mesmo?

Segmentação de mercado

Imagine uma cidade como um todo, cheia de pessoas diferentes, de classes sociais, faixa etária e interesses tão heterogêneos, como agradar a todas ao mesmo tempo? Muito difícil, certo?

Segmentar o mercado é, resumidamente, separar todo o mercado em “fatias” com público que possuem objetivos e desejos semelhantes e, no mundo dos negócios, trabalhar com uma segmentação específica é uma excelente maneira de garantir que seu negócio tenha sucesso, ainda mais empreendimentos novos e menores.

Dificilmente um empreendimento iniciante conseguiria bater de frente com gigantes do marcado de massa, não é mesmo? Então, começar com um segmento de mercado específico pode ser a porta de entrada para, futuramente, ganhar mercados maiores.

Pense, então, em mercados menores que você pode entrar. No caso de vender cursos online, por exemplo, por que não focar em apenas uma disciplina que você domine e tentar alcançar esse mercado bastante específico? É a melhor forma de, em momentos iniciais, construir sua autoridade e chegar até os clientes de forma mais efetiva.

Crie suas personas

Depois de entender qual melhor mercado para você e o seu negócio, é hora de dar um passo adiante e começar a analisar quem são as pessoas dentro desse mercado. Para direcionar seus esforços de marketing e te dar um entendimento melhor do público, você precisa criar as suas buyer personas.

O que é persona?

Uma persona é uma representação semi-fictícia de um cliente ideal do seu negócio. Por que semi-fictícia? Ele deve ser construído por meio de bastante pesquisa e informações reais dos clientes já existentes. Ou seja, não é um personagem inventado sem base na realidade, e sim, fonte de pesquisas reais e entendimento de mercado.

Uma persona te ajuda a ter uma ideia clara de quais são os possíveis clientes que você deve buscar alcançar e quem tem mais chance de, realmente, virar um cliente.

Uma dica importante é que, dependendo do seu negócio, é possível que você tenha mais de uma persona! Por exemplo, seu curso tem foco em preparação para concursos públicos? Pode ser que seus clientes tenham faixas etárias variadas e gêneros diferentes também, então, estude, pesquise e faça quantas personas forem adequadas para o seu segmento. Mas tome cuidado, para um negócio novo, o melhor pode ser focar em uma persona apenas, de modo a potencializar esforços e aumentar as chances de conversão.

E mais do que qualquer outra coisa, lembre-se que vender cursos online é trabalhar com conhecimento, educação e sonho dessas pessoas. Quem busca um novo curso está procurando se especializar, aprender novas habilidades ou se recolocar no mercado de trabalho, então, ter isso em mente sempre irá te ajudar a focar no que realmente importa: o ensino.

02. Defina o formato do seu curso.

Depois de entender o mercado e as personas chegou a hora de definir qual vai ser o formato mais adequado para o seu curso online. Essa decisão, é claro, vai ser baseada nas informações que você levantou no ponto anterior.

De acordo com o segmento de formato e das suas personas você deve pensar qual é o melhor formato possível do seu curso para atingir essas pessoas e, claro, os objetivos delas.

Existem diversos formatos para se trabalhar com EAD hoje em dia, muito devido às novas tecnologias voltadas para o mercado. Por exemplo, os LMS (AVA), cursos em vídeo, e-books e outros. Saber como vender seus cursos online pode ser o diferencial para o sucesso do seu negócio.

Dica! Videoaulas são o formato de conteúdo mais atraente para o mercado de EAD no momento. Estudar remotamente pode ser um desafio para muitas pessoas por motivo da carência de interação entre alunos e professores, então, lições por meio de videoaulas são uma excelente saída para suprir essa falta.

As videoaulas são atraentes, interativas e capazes de transmitir conhecimento de forma muito mais efetiva do que um texto longo, por exemplo. Vale a pena, então, investir no modelo de cursos online por meio de vídeos.

Depois de escolher o formato é a hora de gravar suas aulas e analisar qual a melhor forma de distribuição do seu conteúdo.

03. Produza ou selecione os conteúdos e cursos para venda

Para seguir no planejamento de como vender cursos online, agora é hora de selecionar os conteúdos que você irá oferecer ou, se eles ainda não estão prontos, começar a produzir esse material.

Lembre-se que todo o conteúdo disponibilizado por você deve ser bem produzido e ter alta qualidade em pontos como imagem e som. Afinal, não adianta nada você ter um ótimo material em termos de conteúdo se as pessoas não conseguirem compreendê-lo por causa de ruídos no áudio ou uma imagem ruim.

Não é que você precise ter um estúdio profissional ou contratar uma produtora toda vez que for fazer seus vídeos (apesar de que, se houver verba, esse caminho é o mais indicado), fique tranquilo. Porém, é necessário que você tenha alguns equipamentos básicos – se possível, um home studio – e ao menos uma noção de gravação e edição de vídeos e na hora de produzir seus materiais, tome cuidado com pontos como iluminação, qualidade do áudio, duração dos vídeos e roteiro.

Há muito material disponível na internet que pode te ajudar com essa tarefa, e aqui mesmo, em nosso blog, você encontra conteúdos completos sobre produção e edição de vídeos. Nos artigos abaixo listados você pode aprender sobre pontos cruciais para uma gravação. Vale conferir:

Dicas de produção

Para realmente gravar videoaulas atrativas e que alcancem os objetivos de vender seus cursos online, confira algumas dicas para falar melhor em frente às câmeras e ter muito sucesso no mercado EAD.

Prepare um curso coerente cronologicamente

Ensinar pode ser algo complicado, afinal, especialmente em cursos livres, os alunos podem ter níveis variados de conhecimento prévio. A melhor saída pra que ninguém fique para trás é preparar um curso que seja bastante coerente quanto à ordem cronológica. Pense nos conteúdos que você quer ensinar e o que é necessário para compreendê-los e coloque as aulas em ordem de prioridade.

Prepare um plano de aula

Da mesma forma que os filmes precisam de roteiro para gravação, as suas aulas também precisam de um documento que servirá de guia. No caso de professores, esse documento é o plano de aula.

O plano de aula irá te orientar no momento da elaboração dos conteúdos e da gravação das videoaulas, com o objetivo de te manter sempre focado no conteúdo. Assim, você evita divagar muito e fazer com que os alunos percam a atenção.

Em aulas presenciais isso costuma acontecer, certo? Professores param, contam casos, contam piadas, relacionam com outros assuntos. No EAD, as aulas em vídeo precisam ser claras, objetivas e focadas em um só assunto. Remotamente, é muito mais fácil que as pessoas percam o interesse no que está sendo dito do que acontece presencialmente.

Seja breve

De mesmo modo, ser breve é a melhor forma de manter os alunos atentos até o final da aula. Evite videoaulas muito longas, pois isso pode fazer com que os alunos tenham uma certa preguiça até mesmo antes de começar a assistir.

Interaja!

Não é só porque você está longe que você não precisa interagir com os alunos, certo? Ainda que remotamente, interaja com quem está assistindo, faça perguntas que estimulem a reflexão, por exemplo, faça algumas piadas e até conexões com aulas anteriores. Isso fará com que as pessoas se sintam muito mais engajadas com as aulas, ainda que estejam a distância.

Agora que você está pronto para gravar suas aulas, neste material você ainda pode conferir como criar os melhores conteúdos em vídeo com baixo orçamento. Baixe clicando aqui ou na imagem abaixo:

minicurso produzir videos com baixo orcamento e vender videoaulas

04. Escolha um modelo de venda de cursos e conteúdo online

Possuindo ou não os conteúdos prontos, uma das partes mais importantes é definir como eles serão oferecidos ao público. Atualmente, quando se trata de vender cursos online e conteúdos no formato de vídeo, empresas e marcas de todos os tipos e tamanhos estão preferindo adotar os formatos de assinatura ou de venda pontual.

Confira mais as vantagens e características desses modelos e veja qual é a melhor escolha para o seu projeto:

O modelo de vendas por assinatura e seus benefícios

Assim como no famoso Netflix, optando por um modelo de vendas por assinatura, você oferece a seus clientes a possibilidade de assistir quantos conteúdos quiserem e quantas vezes quiserem, mediante apenas um pagamento de valor fixo mensal.

Esse modelo é extremamente indicado para quem tem conteúdos voltados para um nicho específico, de fácil consumo, e em boa quantidade para oferecer. E claro, para valer a pena a fidelização de clientes, seu conteúdo precisa ser atualizado constantemente com novos vídeos. A venda de cursos online por assinatura é um dos modelos mais estratégicos hoje e não é a toa que é utilizado por grandes empresas como, além do Netflix, o Spotify, a HBO, a Globo e a Apple.

Com o modelo de assinatura, o funcionamento é muito simples: você precisa vender uma vez só e continua recebendo de forma recorrente de cada cliente que adquirir. Além disso, você não sofre com sazonalidades financeiras, já que o valor cobrado não pesa tanto no bolso e, como a pessoa já está pagando pelo serviço, ela não tende a cancelá-lo. Sendo assim, mesmo que você não consiga muitos novos assinantes, você já tem pessoas consumindo e não sofre com as baixas desse período.

E não são só os grandes negócios mundiais que estão adotando esse tipo de venda, mas também produtores que estão muito próximos da nossa realidade. Um grande exemplo disso é o Professor Jubilut, do Biologia Total. O professor oferece aulas de biologia para diversas situações em seu canal e cobra por assinatura. Ele é um sucesso total e além dos seus alunos recorrentes, tem milhões de admiradores nas redes sociais, em que também dá lições valiosas de biologia e ajuda as pessoas a passarem nas principais provas do país.

O modelo de venda pontual e suas vantagens

Outra forma de vender seus conteúdos é por meio da venda pontual. Esse modelo é indicado principalmente aos produtores que fazem vídeos sobre diferentes assuntos e que, não necessariamente, precisam ser consumidos juntos. Essa opção te dá a oportunidade de separar os conteúdos em diferentes pacotes e, assim, o cliente pode consumir de acordo com sua necessidade.

Se você é um professor de português, por exemplo, pode usar o modelo de vendas pontual e desmembrar o assunto das aulas em tópicos, de modo a vender separadamente as aulas sobre movimentos literários, gramática e produção textual. Assim, se um aluno tem interesse em apenas consumir o conteúdo a respeito da literatura barroca, ele pode.

Esse modelo é vantajoso na hora de vender cursos online, pois dá à pessoa uma maior autonomia na hora do acesso aos vídeos. Dessa forma, você consegue atender aos clientes que deixariam de pagar uma assinatura mais cara para ter acesso a conteúdos diversos, mas se interessa em pagar por aulas específicas.

E agora que você já sabe porque esses são os melhores modelos de vendas para cursos online variados, vamos ao próximo passo que é: qual vai ser o portal pelo qual eu irei vender meus cursos?

05. Crie um portal de vendas

Com os conteúdos prontos e organizados de acordo com o modelo de vendas, você precisa de um canal ou ambiente digital em que possa comercializá-los de forma ágil, efetiva e segura!

página de check-out personalizada!

Comprar online ainda é um desafio para muitas pessoas, especialmente pela insegurança de inserir dados pessoais ou dados bancários em um site na internet. Se o seu portal de vendas não for seguro, você pode perder clientes! Além disso, principalmente se você for vender cursos online como empreendedor individual, é essencial que questões práticas e de desenvolvimento como a criação e personalização do site, criação do ambiente de vendas e página de check-out seja simples, certo?

Graças aos avanços em termos de tecnologia para vídeos, agora você não precisa mais contratar um desenvolvedor ou uma empresa para criar seu site ou media center. Existem diversas opções disponíveis para que você comece a ganhar dinheiro com vídeos a partir de um baixo investimento inicial. Algumas plataformas de cursos online são altamente personalizáveis de forma simples, para que você consiga colocar seus vídeos e sua identidade visual sem ajuda de profissionais de tecnologia.

Na hora de escolher seu portal de distribuição, é importante levar em conta alguns pontos:

Responsividade

Um site responsivo é aquele que se adapta a diferentes tamanhos de tela. Sendo assim, ele pode ser facilmente acessado por vários dispositivos, como smartphones e tablets, sem interferir na qualidade de navegação do usuário ou dificultar seu acesso aos conteúdos.

Facilidade de edição e gerenciamento

Seja qual for sua escolha, é importante que seu portal de conteúdos possa ser facilmente modificado e que você consiga, com certa autonomia, gerenciar suas informações e conteúdo. Afinal, não é ideal que você tenha que contar com um programador a cada vez que quiser trocar um título em seus vídeos.

Ele seja otimizado para busca no Google

É importante que quando as pessoas buscarem por temas relacionados a seu portal, no Google, ele apareça como um dos resultados mais relevantes e ter um site otimizado é um diferencial. Trabalhe com hierarquia de conteúdo, use bem os títulos e descrições de cada vídeo, tenha URLs amigáveis, imagens otimizadas e mais. Se quiser entender mais sobre SEO para vídeos, vale acessar este artigo aqui.

06. Tenha certeza de que sua estrutura de vídeos é confiável

Se você vai vender cursos online ou seus conteúdos em vídeo, deve garantir que seu público conseguirá acessar esses materiais independente do dispositivo que use ou da quantidade de outras pessoas que estejam acessando o material naquele momento. Você também precisa ter certeza de que apenas as pessoas que pagaram vão ter acesso ao conteúdo do portal e que ele não vai ser distribuído indevidamente em outros canais sem a sua supervisão.

E só o que pode lhe oferecer isso tudo é uma boa estrutura de vídeos. Sem investir nesse ponto, você pode estar expondo não só seus conteúdos, como também sua marca, a um risco enorme.

Isso porque, primeiramente, você pode ser plagiado e ter seu conteúdo vendido de forma não autorizada em outros canais, prejudicando seus ganhos financeiros e o sucesso da sua estratégia. Além do mais, você coloca toda a reputação e credibilidade da sua empresa em risco, uma vez que seus materiais podem sair do ar, sofrer com travamentos e inúmeros outros problemas.

Um exemplo de tecnologia bastante útil é o ABS – Adaptative Bitrate Streaming. O ABS diz respeito à tecnologia que adapta a qualidade do vídeo à velocidade da internet do usuário, dessa forma, evitando travamentos na hora do play. Se a internet tem uma queda momentânea de velocidade, o vídeo perde um pouco de qualidade até a velocidade se restaurar, mas não há pausa no vídeo. Isso evita experiências frustradas de espectadores.

Portanto, fique atento ao que você utiliza em termos de player, estrutura tecnológica e ao que você pode obter quanto ao suporte dos serviços que utiliza.

Para quem está montando sua estrutura de venda de cursos, nossa indicação é conhecer o Samba Vídeos, que é a plataforma de vídeos da Samba. Com ela você garante todos esses pontos e ainda conta com o atendimento e estrutura exclusivos da Samba Tech. Faça um teste guiado pela plataforma clicando aqui.

07. Adote um sistema de pagamento online

Você já está quase pronto para começar a vender cursos online ou conteúdos. Por fim, mas não menos importante, é necessário que as pessoas consigam pagar pelo seu curso ou conteúdo sem precisar recorrer a meios físicos ou esperar muito para começar a assistir os vídeos. Portanto, você deve ter um bom sistema de pagamento online integrado a seus conteúdos.

Um bom sistema de pagamento deve ser seguro, estável e passar credibilidade e confiança aos usuários, uma vez que eles precisarão fornecer dados pessoais para concretizar as transações e isso pode assustar um pouco. Além do mais, é necessário que o sistema seja rápido, eficiente e capaz de concretizar a compra em poucos segundos, liberando o acesso dos usuários ao conteúdo de forma quase instantânea.

Escolhido e contratado o sistema de pagamento, você só precisará estabelecer valores para a assinatura dos seus conteúdos.

Uma sugestão para simplificar esse processo e transformar 05 passos em 02

Você pode ter conferido todo esse artigo e achado este processo meio complexo. Criar um site, investir em estrutura de vídeos, contratar e integrar uma plataforma de pagamento e ainda produzir o conteúdo… Ufa! Parece complicado, não é?! Mas pode ficar mais simples. Se antes você precisava seguir 05 passos para começar a vender cursos e conteúdos, investindo uma grande quantidade de tempo e dinheiro, agora você pode fazer isso passando apenas por 02 etapas que são: produzir o conteúdo e escolher uma plataforma pronta de venda e armazenamento de conteúdo, como o Samba Play.

Isso porque nessas plataformas, você tem uma estrutura pronta para a divulgação e comercialização de vídeos, incluindo o media center, a integração com sistema de pagamento e a melhor estrutura para gerenciamento e distribuição dos seus conteúdos.

E como funciona?

Na maioria das plataformas o processo é muito simples: você se cadastra para usar a plataforma; cria seu próprio media center personalizado, com suas cores e marca; carrega seus conteúdos, dividindo-os por categoria, colocando descrições e títulos; define um valor para a assinatura mensal do canal e pronto! 

No Samba Play, por exemplo, você já tem templates personalizáveis e totalmente focados em conversão, possui um sistema de pagamento integrado à plataforma, através do qual os usuários podem realizar a compra do conteúdo, e também tem toda a qualidade da Samba Tech em termos de segurança dos materiais, estabilidade e distribuição. Então você já pode começar a ganhar dinheiro com seu negócio de vídeos.

Outra vantagem é que no Samba Play você não precisa se preocupar com questões jurídicas relacionadas a termos de compromisso, cancelamentos e reembolso. A Samba cuida de tudo para você.

Então, com um baixo investimento inicial e muita facilidade você já pode ter seu próprio canal de vídeos, seu Netflix, e vender seus conteúdos com alto retorno.

Para conhecer mais sobre essa solução, acesse este artigo e também faça o tour pela plataforma clicando no banner abaixo.

teste o samba play

Bônus: Divulgue, divulgue e divulgue (marketing digital)!

Com tudo pronto, é hora de mostrar ao mundo seu negócio e fazer com que as pessoas tenham interesse em consumir seus conteúdos. Portanto, será necessário investir em divulgação e marketing. Hoje em dia, com um mercado tão competitivo, investir em marketing é essencial para o sucesso de qualquer negócio. Uma vantagem é que, pela expansão do marketing digital, é possível alcançar públicos bastante expressivos sem precisar gastar muito dinheiro.

Conheça o marketing digital

O marketing digital surgiu nas últimas décadas como uma alternativa mais dinâmica, barata e atraente para o marketing tradicional. É um conjunto de estratégias utilizadas para criar novas oportunidades de negócio, fortalecer a identidade de marca e muito mais. Atividades como vender cursos online também podem lucrar muito com as ações do marketing digital.

Uma das premissas do marketing digital é a utilização de canais na internet para divulgação de conteúdo, sobretudo as redes sociais. A maioria das redes já possuem até mesmo ferramentas próprias voltadas para negócios e empreendedores que permitem ações como: impulsionar publicação e alcançar resultados pagos; segmentar público para que cada publicação alcance o público correto; criar campanhas especiais e muito mais.

Com um pouco de conhecimento das ferramentas disponíveis e um bom plano de marketing digital, você vai conseguir alcançar resultados expressivos em sua estratégia de divulgação!

Plano de marketing digital

Para alinhar ainda mais a sua estratégia de marketing, você precisa começar fazendo um plano de marketing digital. Assim como o plano de aula, o plano de marketing irá te guiar pela sua estratégia de marketing, de forma a torná-la o mais eficiente possível.

Com ela, você consegue traçar objetivos e mensurá-los para entender o que funcionou e o que precisa ser aprimorado. Assim, você garante esforços constantes para a melhoria da sua divulgação.

E claro, sempre tenha em mente o seu público alvo – as personas que você criou lá em cima -, afinal, de nada adianta uma estratégia rebuscada mas voltada para as pessoas erradas, não é mesmo?.

Aqui você pode conferir um com diferentes e eficientes estratégias para atrair assinantes e compradores para seu canal. Confira!


Com as pessoas buscando cada vez mais por conteúdo de qualidade com flexibilidade e comodidade, vender cursos online ou conteúdos é uma ótima opção para começar seu próprio negócio online e lucrar!

Escolha seu modelo de vendas, crie um portal seguro para vender seus materiais, escolha uma plataforma de vídeos confiável, integre o sistema de pagamentos, divulgue muuuuuito e prepare-se para fazer sucesso com seu negócio na internet. Ou então, simplifique isso tudo e utilize o Samba Play! É a forma mais simples de trabalhar com video business e ter alto retorno com a venda de conteúdo, a partir de um investimento pequeno.

Nesse material você pode ver mais algumas dicas sobre a monetização de conteúdos e na trilha abaixo você pode identificar em qual etapa da criação e venda de cursos você está e acessar materiais exclusivos para te ajudar a seguir em frente e alcançar seus objetivos! 

Por: Débora Gomes

Produtora de conteúdo no Blog da Samba. Estuda Letras na UFMG e trabalha com marketing digital com foco em atração por meio de estratégias de conteúdo e SEO.

Contribua com este post nos comentários