• Blog
  • >
  • News
  • Apple anuncia novo serviço de streaming.

Apple anuncia novo serviço de streaming.

Há alguns dias fizemos um artigo sobre como a Netflix e outras plataformas de streaming estão tomando Hollywood de assalto e como isso ficou evidente na cerimônia do Oscar. Ontem, mais uma entrou para chacoalhar de vez esse mercado.

A Apple anunciou na última segunda-feira (25 de março) a criação do seu serviço de streaming próprio. O Apple TV+ será constituído por programas originais e já anunciou parceria com nomes de peso do entretenimento, como Aaron Paul (Breaking Bad), Brie Larson (Capitã Marvel), Spike Lee, Jennifer Aniston (Friends), Reese Witherspoon e muito mais!

Apesar do anúncio em grande evento repleto de estrelas do mundo dos filmes, séries e da música, a Apple não revelou muitos outros detalhes acerca das assinaturas e dos preços, por exemplo. O que se sabe até agora é que o serviço deve chegar a 100 países no segundo semestre de 2019.

Você pode pensar que talvez a Apple tenha chegado tarde demais nesse mundo, certo? Outras plataformas como Netflix e Hulu já são nomes consolidados no universo do streaming e chegaram até a mudar a forma que as pessoas assistem à televisão. Pois para provar que ela realmente está entrando na briga diretamente com os grandes, a gigante tecnológica anunciou que a Apple TV+ deve contar com um orçamento inicial de mais de 1 bilhão de dólares. Para comparações, a Netflix já gasta cerca de 8 bilhões com conteúdo original.

E claro, se tratando de Apple, não vai parar por aí. Além da Apple TV+, a empresa ainda anunciou uma atualização do Apple TV incluindo originais da Hulu e Amazon Prime e outros canais como Showtime e HBO por meio do Apple TV Channels. Além disso, outras novidades são a Apple News+ e Apple Arcade.

Apple News+

Com discussões um pouco mais avançadas, a Apple News+ já foi lançada oficialmente nos Estados Unidos e no Canadá. Será um serviço por assinatura que reunirá mais de 300 revistas e jornais gigantes, como Rolling Stone, Time, National Geographic, The Wall Street Journal, Men’s Health, Variety, Vogue e outros.

A assinatura custa U$9,99 mensais ao usuário, sendo o primeiro mês de graça. Além disso, há também a possibilidade de 6 usuários por cada conta.

Apple Arcade

De forma análoga, a multinacional anunciou também a criação de um serviço de assinatura de jogos. A Apple Arcade também não tem previsão de lançamento, mas irá oferecer jogos exclusivos para diferentes dispositivos da maçã.

Por que a Apple resolveu entrar no mercado de streaming?

Não é novidade que os serviços de streaming estão dominando o mercado. São diversos serviços por assinatura nos mais variados segmentos de mercado. Música, jogos, filmes e séries e muito mais. Claro, esse é um dos mercados em maior expansão ultimamente e cada vez mais novas oportunidades aparecem.

Para além disso, o fato das vendas do iPhone estarem caindo pela primeira vez em 16 anos pode ter sido o fator de alerta para a Apple entrar em outros mercados, sobretudo os em constante crescimento.

É claro que uma mudança para ares completamente novos parece ser arriscada, mas a Apple não alcançou o marco de ser a primeira empresa estadunidense a ser avaliada em 1 trilhão de dólares sendo uma empresa conservadora. Apesar de ser do ramo da tecnologia e não do entretenimento, o plano da Apple parece ser simples: vender aparelhos e os encher de conteúdo variado.

Assim, a gigante da tecnologia pretende se tornar, também, gigante nos mais variados mercados, buscando ser uma espécie de “Netflix de tudo”.

E você, acha que esse plano tem tudo para dar certo ou acredita que a Apple perdeu o timing? Compartilhe com a gente nos comentários!

Por: Débora Gomes

Produtora de conteúdo no Blog da Samba, trabalha com marketing digital com foco em atração por meio de estratégias de conteúdo e SEO.

Contribua com este post nos comentários