Cultura de inovação: o que é, importância e como desenvolver

Cultura de inovação: o que é, importância e como desenvolver

Para as mentes mais criativas, ter novas ideias é pode ser um processo mais frequente. Contudo, nem todas as ideias são praticáveis, muitas delas só ficam no hipotético e no fictício, poucas delas originam um novo produto, método ou serviço. Se formos ainda mais longe, podemos dizer que, muitas vezes, poucas ideias são realmente inovadoras.

A inovação vem sendo requisitada nas mais diversas empresas. Inovar é uma das maneiras que as instituições encontram de se manterem competitivas no mercado, desenvolvendo novas soluções, processos e produtos, além de entregar a melhor experiência para o cliente. 

Mas, como fazer que a inovação torne-se algo enraizado na cultura da sua empresa? Neste texto, vamos falar sobre o significado de cultura de inovação, da sua importância e como desenvolvê-la. 

Já adiantamos que é primordial acompanhar as tendências do mercado, para desenvolver hábitos inovadores. Pensando nisso, separamos um material gratuito para você .Clique aqui ou no banner abaixo e confira as principais tendências em tecnologia e vídeos online para 2021.

O que é Cultura de Inovação?

De maneira objetiva, Cultura de Inovação são hábitos e padrões desenvolvidos por uma empresa, para a promoção da criatividade, geração de ideias e disseminação de conhecimento, com o objetivo de desenvolver novas metodologias, serviços, produtos e fomentar negócios.

Mas não é só isso! Para elucidar um pouco mais o significado de cultura de inovação, falaremos sobre os termos individualmente, a seguir:

  • Inovação:

Frequentemente, a palavra “inovação” é associada a algo novo e moderno. Essa ideia não é completamente errônea, mas,  para ser inovador não basta apenas ser algo novo, é preciso que esse “algo novo”, apresente uma melhora real e traga benefícios e ganhos.

Além disso, precisamos salientar que a palavra “inovação” tem sido utilizada por vezes, de forma indiscriminada.  Às vezes, para descrever algo realmente inovador e ocasionalmente, utilizado como uma estratégia comercial, para tornar algum produto ou serviço mais vendável. 

Ademais, quando falamos de inovação, algumas pessoas imaginam que necessariamente estamos falando de algo relacionado à tecnologia. Essa ideia também não é completamente errônea, mas a inovação não se limita apenas aos processos tecnológicos, ela pode acontecer de outras formas. Mas, recorrendo à teoria de Schumpeter — economista e cientista austríaco, estamos na 5ª onda da inovação, que é destacada pelas redes digitais, softwares e novas mídias. Dessa forma, conseguimos entender melhor o motivo da inovação ser tão associada à tecnologia, nos dias atuais.

Então, afinal, o que é inovação?

“Inovar” deriva-se do latim in+novare, que pode ser traduzido como “fazer novo, alterar, renovar”. Portanto, inovação está relacionado, sim, à criação de algo novo, mas muitas vezes, pode estar ligado também a um melhoramento e alteração de algo.

  • Cultura:

A palavra cultura é uma expressão um tanto ampla, ela pode significar um conjunto de crenças, hábitos e conhecimentos. Ela pode se relacionar também aos regionalismos de um local, sendo caracterizada por costumes de uma população. 

Já para a sociologia, cultura tem a ver com a nossas interações sociais, diz respeito a forma que nos comportamos em sociedade.

O termo cultura é tão abrangente, que possui também significados em relação aos objetos e ambientes artísticos e estéticos, temos o que se classifica como cultura erudita, cultura de massa e popular.  Portanto, para falarmos de cultura é preciso fazer um recorte, neste caso, estamos falando de cultura empresarial.

Cultura empresarial ou cultura organizacional é o conjunto de hábitos, valores, costumes e regras que são compartilhados e vivenciados dentro de uma empresa. 

A cultura de uma empresa pode ser definida a partir de manuais e códigos. Contudo, somente documentos não são o bastante para definir uma cultura organizacional, ela é determinada também a partir das interações entre os colaboradores de uma empresa. 

Nesse sentido, podemos exemplificar que existem dois tipos de cultura organizacional: a implícita e a explícita. A última é aquela que foi documentada, por meio de manuais e escritos. Quando falamos em cultura implícita, nos referimos a cultura que de fato é prática na empresa. Ou seja, não necessariamente a cultura documentada será a vigente. Dessa forma, não adianta criar infinitos códigos descrevendo-a, se não existem ações efetivas para que ela seja colocada em prática. 

A importância da Cultura de Inovação

Até aqui, possivelmente, você já conseguiu perceber que é importante que a inovação faça parte do dia a dia da sua empresa para que você consiga entregar para seus clientes as melhores soluções.

Mas, de forma prática, quais são os ganhos que uma empresa pode ter ao desenvolver a cultura de inovação? A seguir, iremos listar alguns pontos relevantes que fazem da inovação algo fundamental para uma organização.

Empresa atualizada e com longevidade 

Imagine que você tenha uma empresa de tecnologia que começou os seus negócios no início dos anos 2000, de lá para cá, muito se precisou atualizar, não é mesmo?

O mesmo acontece com empresas que trabalham com publicidade e marketing, é preciso atualizar-se constantemente. Upgrades, avanços e modernizações permitem que a organização torne-se cada vez mais perene, isto é, faz com que uma organização tenha mais longevidade, já que ela está atenta às últimas tendências.

Empresas dos mais variados segmentos precisam atualizar-se constantemente. Podemos dizer que isso não acontece somente com as instituições.  Vamos a outro exemplo, supondo que um professor que ministrou aulas presenciais durante toda a sua vida, irá migrar para o ambiente virtual, tornando-se um professor ead, dessa forma, ele precisará renovar seu conhecimento e aprender sobre as técnicas e metodologias, para se adequar às aulas online

Assim, percebemos que pessoas e empresas devem se reciclar, para manter-se competitivas no mercado. Neste ponto, notamos que as empresas que desenvolvem uma cultura de inovação estão mais propícias para os avanços mais diversos.

Sintonia com o público

Inovar  tem a ver também com a manter a capacidade de conversar com públicos diversos. Como assim? A gente te explica!

Frequentemente, o consumidor altera os seus hábitos. Nos últimos tempos, uma das grandes mudanças nos hábitos dos clientes, foram impulsionadas pelo advento da internet. O público passou a ser mais exigente, pesquisar antes de comprar e relacionar-se com as marcas por meio das redes sociais. Além disso, as novas gerações estão tornando-se consumidores cada vez mais cedo, portanto, é preciso falar a língua deles, para isso, é preciso ficar atento às suas demandas. 

Além disso, a experiência do cliente deve ser levada sempre em consideração. Uma pesquisa da Gartner, mostrou que 80% das empresas que mais cresceram, fazem pesquisas com os consumidores para extrair dados sobre customer experience.

Desenvolvimento de Agilidade

Uma empresa que tem a inovação em sua cultura, consegue ser mais ágil, entregar projetos com mais eficiência e qualidade. Para trabalhar a inovação e incorporar a agilidade nos processos de uma organização, é preciso ter um alinhamento interno para que isso seja uma realidade.

Se você quiser saber mais sobre os métodos ágeis ligados à inovação, leia este texto até o final!

Como desenvolver a Cultura de Inovação?

Agora, você já sabe que cultura de inovação é importante para uma organização, claro, sabemos que o seu desenvolvimento não acontece do dia para a noite, contudo, existem caminhos essenciais para começar a pensá-la dentro da sua empresa. 

Confira a seguir alguns passos essenciais:

Tenha times diversos

A diversidade é um tema fundamental para uma organização que deseja ser inovadora. Além de agregar grupos minoritários, com times diversos, é possível ter mais fluidez na geração de ideias e contar com proposições e sugestões variadas. 

Times extremamente homogêneos, podem dificultar o desenvolvimento de ideias para contribuir com processos de inovação. A pluralidade fortalece a circulação de novos conhecimentos e ideias.

Estimule a criatividade

A criatividade pode contribuir bastante para uma cultura inovadora. Há uma crença de que a criatividade seja um dom, mas, ela pode ser facilmente desenvolvida e estimulada por meio de alguns hábitos. Experimentar coisas novas, buscar referências e ter momentos de ócio criativo podem ajudar neste processo.

Nas empresas, os ambientes de trabalho podem também ser desenvolvidos para estimular a criatividade, seja com layouts em que os colaboradores estejam mais integrados, móveis funcionais e cores estimulantes. Na rotina, as reuniões de brainstorming são uma boa alternativa.

Dê voz para todos os colaboradores e faça o conhecimento circular

Você já percebeu que desenvolver uma cultura de inovação tem muito a ver com as interações dos colaboradores com a empresa, por isso, além de contratar times diversos e estimular a criatividade, deve-se fazer com que todos tenham oportunidade de contribuir na empresa.

Fóruns de discussão, reuniões, workshops ou até mesmo aquela conversa descontraída pode ajudar a dar voz para todos. 

Aqui na Sambatech possuímos um encontro mensal, em que qualquer colaborador tem a oportunidade de ministrar uma palestra sobre temas que contribuam com os times, é uma oportunidade de fazer o conhecimento  circular e dar voz aos funcionários.

Desenvolva uma gestão horizontal

Para desenvolver a cultura de inovação é importante ter uma gestão um pouco mais flexível, por isso, um precedente é que exista uma cultura horizontal, em que os colaboradores possuam mais autonomia para tomar decisões. 

As gestões verticais tendem a ser burocráticas e frequentemente, demanda-se mais tempo para que os projetos aconteçam, além de existir mais resistência às mudanças.

Utilize metodologias ágeis 

As metodologias ágeis começaram a ser utilizadas na indústria de Tecnologia da Informação, elas servem para guiar as etapas de construção de um projeto, de forma ágil e assertiva. Como exemplos de métodos ágeis, pode-se citar o Scrum, o Kanban e o Lean. 

Com métodos ágeis, há um alinhamento maior entre os times e  clientes, além de mais flexibilidade para proposição de alternativas e soluções, isso é fundamental para a inovação. 

Intraempreendedorismo para inovar

Você já ouviu falar no termo “intraempreendodorismo”? 

Ele é uma extensão da palavra “empreendedorismo”. Intraempreendedor é aquela pessoa que empreende dentro da empresa que trabalha, ou seja, é aquele colaborador que contribui ativamente para o desenvolvimento de novos produtos, métodos, ideias, etc. Além disso, este funcionário tem o que chamamos de “sentimento de dono”, tendo alto nível de comprometimento e responsabilidade pelos projetos da empresa. Dessa forma, estimular o intraempreendedorismo é fundamental para desenvolver a cultura de inovação. 

Escute o cliente e converse com outras empresas

Um dos tópicos mais importantes no processo de desenvolvimento de inovação em uma empresa é a escuta ativa, seja fazendo-a por meio dos colaboradores, clientes e até concorrentes. 

É fundamental entender os clientes, para saber suas dores e, assim, conseguir desenvolver soluções que resolvam problemas e sejam realmente inovadoras. Além disso, fazer benchmarking e conversar com outros mercados também são de grande contribuição.

Não deixe a cultura apenas no papel

Como falamos no início deste texto,  em muitas situações, a cultura organizacional de uma empresa limita-se aos códigos, manuais e documentos. 

Para desenvolver uma cultura de inovação que não fique apenas na teoria, é fundamental que ela seja clara, de fácil entendimento e que os líderes sejam os principais disseminadores e guardiões dela. Vale lembrar que, havendo necessidade de revisá-la, isso pode ser feito de forma coletiva, assim, é possível desenvolver uma cultura de inovação de forma efetiva.

Cabe destacar também que treinamentos são bem vindos para difundir a cultura. Pensando nisso, separamos um template de controle de treinamentos corporativos para você utilizar em sua empresa. Acesse aqui ou clicando no banner abaixo. 

Conclusão

Desenvolver uma cultura inovadora é importante para que as empresas consigam manter-se competitivas no mercado. Sabemos que este processo pode não ser um dos mais fáceis para organizações que possuem culturas mais verticais e rígidas, por isso, muitas empresas optam pela contratação de consultorias ou locação de squads para trazer inovação e transformação digital em seus negócios.

Aqui na Sambatech, a gente sabe bem  o valor da inovação, não é à toa que fomos considerados uma das empresas mais inovadoras do mundo, segundo a Fast Company. Agora, com a Samba Digital, temos uma unidade de negócio especializada em levar agilidade, transformação digital e inovação para as empresas. 

Se você quiser saber como podemos ajudar você, clique aqui e fale com um consultor.

Por: Camila Reis

Formada em Comunicação Social pela Puc Minas e pós graduada em Processos Criativos pela mesma instituição, atua com comunicação desde 2013. Hoje, faz parte do time de marketing da Sambatech.

Contribua com este post nos comentários